PplWare Mobile

e-tron, o primeiro elétrico da Audi terá sido novamente adiado por falta de baterias


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Filipe F. says:

    Este carro é fenomenal… entao os espelhos em camera e a visao 3D em andamento…
    Podem ver no canal youtube do Nuno Agonia um destes ja matriculado e a circular em Portugal.

    Ja agora se ja existem unidades vendidas e a circular em Portugal porque dizem que vai ser adiada a chegada ao mercado? Isto é, ja não esta a venda?

  2. Mateus Pinto says:

    Nada de novo, americanos , coreanos e japoneses à frente; europeus sempre a querer espremer laranja velha durante anos e agora sofrem as consequências…

    Procurem sobre o acordo Mercedes (Daimler), VW e BMW e vejam a corja que são… há décadas que fazem por avançar pouco no tema anti- poluição para que os gastos sejam baixos, sem quererem saber da saúde da população; os magnatas e investidores destes grupos tem as suas quintas em ilhas, paraísos, zonas verdes etc e o resto do povo (as ovelhas) que sigam.

    • Mateus Pinto says:

      Quem diz estes 3, diz o grupo PSA, Renault etc.

    • MarioM says:

      Acho que tens de abrir os olhos porque enquanto olhas muito para os carros os verdadeiros problemas ninguém liga, E além disso ainda ninguém disso tudo sobre os perigos dos eléctricos fico sempre admirado como as gentes são rapidamente influenciados pelas historias que lhes contam.

  3. ervilhoid says:

    “O fornecedor escolhido, a LG Chem estará a controlar o preço das baterias e assim exigir mais à Audi”

    Falta de baterias ou uma guerra de preços? o título e a 1ªa parte do texto enganam

  4. Pedro says:

    O video para ipad não funciona

  5. Pedro says:

    O video para ipad, não funciona

  6. Qual? O que está ali em cima?

  7. jaugusto says:

    Tretas, isto são desculpas para adiar os electricos pois eles tem fabricas a produzir motores a combustão e precisam de recuprerar os investimento só na hungria em 2018 investiram um balurdio para produzir varios motores…

  8. Flavius says:

    Continuo achar que os carros elétricos dependentes de baterias, aliás desse tipo de baterias, ainda não são o futuro, não me parece que possa ser sustentável.
    Poderá ser uma fase de transição, mas ainda parece muito prematuro em dizer que este modelo de automóveis elétricos seja o futuro.

  9. iDespairing says:

    Grupo VW no seu melhor. Desde que mudei de um VW Passat para um Volvo a 4 anos, ainda estou 100% satisfeito com a marca e nao tenciono mudar. Ate compramos mais um. No presente conduzo um XC40, optimo carro. Dentro de uns 2- 3 anos vou esperimentar o servico de subscricao do Polestar 2 que sera 100% electrico .

  10. António Oliveira says:

    Grande verdade iDespairing

    Eu deixei a ford e comprei um VW passat.
    Passei a ter problemas, principalmente desde que fui obrigado a ir à “ação de chamada” por causa das manobras fraudulentas do grupo VW.
    VW nunca mais…

    • censo says:

      Comigo foi exatamente o contrário…Ford nunca mais !

      • António Oliveira says:

        Sr. censo, já verifiquei que é um PRO VW, eu infelizmente não sou e vou explicar porquê.
        O meu VW passat foi sujeito à “acção de chamada”, por duas vezes já lhe puseram injetores novos, entre regenerações, colocação de escape de gases, etc, etc.
        O meu carro foi comprado novo e foi à “acão de chamada da VW” com 150.000 Km.
        Infelizmente continuo com problemas por causa das regenerações constantes, isto apenas se verifica após as alterações de software por causa da emissão de gases.
        Nos EUA o meu carro tinho sido abatido, mas como estamos na UE e quem manda é a Alemanha de Angela Merkel…

  11. Alves says:

    Eu continuo a dizer…
    Deixei de brincar a carrinhos a pilhas…
    Para terem a eficiência tinham de investir em infra-estrutura contactless nas estradas que movessem os veículos em constante demanda e baterias mínimas ou mesmo motores a combustão pequenos para as estradas municipais etc.
    Cobrar por método de pay per use e acabam com a fantochada da autonomia/carregamento e da não existência de lithium suficiente no mundo para carros a pilhas serem viáveis!
    Mas isto é só a minha opinião…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.