Quantcast
PplWare Mobile

Moscovo tem agora 900 autocarros elétricos em funcionamento

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Ana Sofia Neto


  1. Imf says:

    Ja estragaram a vida a uns quantos aqui.
    Para alguns russia é um pais atrasado, sem nada com muita ditadura, etc.

    Autocarros eletricos??? Isso é so na europa e EUA.

    • jorgeg says:

      +1 loooll
      nos media tipo os iluminados libtards da cnn devem ser 900 autocarros com misseis nucleares.

    • Carlos says:

      Nem ter autocarros eléctrico significa que a Russia seja um pais democrata, nem o facto se ser uma ditadura significa que seja um pais atrasado ou pobre.
      No entanto tendo algum conhecimento da industria automóvel russa tenho algumas reservas acerca desses autocarros, mas é sempre melhor haver do que não haver.

    • Grunho says:

      EUA é 100% petróleo e gás. Onde há autocarros, porque o normal é não existir transporte público.

  2. Joao Ptt says:

    Em Portugal devem chegar a fora das cidades muito grandes daqui a uns 10 a 20 anos quando a Alemanha começar a trocar por novos.
    ahah

    • JoãoSemNomeVerdadeiro says:

      Lamento informar, mas aqui por Aveiro já há alguns da Transdev e penso que também haja pelo menos, em Lisboa.

      • Imf says:

        Se achas que Aveiro nao é uma cidade muito grande, entao deixa que te diga que tens de conhecer melhor Portugal!!!!!
        Lisboa,Porto, Funchal, Coimbra, Braga, Aveiro, Guarda, Evora,Santarem, beja, Viseu, etc são cidades grandes

  3. Pimentinha says:

    No concelho de Oeiras andam alguns a caborar desde 1998 (!), e quando estão a caborar é muito bom, porque normalmente param e deixam de funcionar. Gostava que a VIMECA/LT desaparece-se do mapa de Oeiras, um péssimo serviço que presta. Além dos autocarros serem velhos, atrasam-se, existem poucos autocarros nomeadamente para Lisboa e devido aos trajectos que fazem demoram muito tempo a chegar a Lisboa e a outros destinos.
    Relativamente à notícia parece-me uma excelente iniciativa de Moscovo, gostava que na zona Grande Lisboa tivesse também uma oferta “amiga do ambiente”, mas que o governo fizesse um investimento sério em alargar a oferta do transporte público, principalmente para quem não reside na cidade de Lisboa e não tem metro e outras escolhas no concelho de residência.
    Não basta baixarem os preços dos passes dos transportes públicos se os serviços continuam péssimos.

    • Keyboardcat says:

      Não só amigo do ambiente (no caso de emissões). Os autocarros elétricos são também amigos da cidade e dos seus utilizadores.

      Menos ruído, menos mau cheiro e menos vibrações para quem vai lá dentro.

      Autocarros elétricos são definidamente melhores em todos os sentidos. Mesmo económicamente. Diversos estudos que já demonstram que os custos totais de um autocarro elétrico, isto é, custos iniciais e operacionais são iguais ou mesmo inferiores a alternativas a diesel.

      Vamos ver o quão demorada vai ser a transição.

  4. Grunho says:

    Nenhuma novidade. Há 50 anos o Porto estava cheio de trolley carros. E ainda há muitos em Praga e Budapeste

  5. Tonheco says:

    Portugal, o rei da energia verde continua a ter montes de autocarros a diesel.
    Mas é verdade que estão a diminuir a poluição feita por estes, pois os supressões de carreiras diariamente é cada vez maior e não são permitidas carreiras sem estar á pinha, levando assim mais pessoas por carreira.

  6. JF says:

    Esperemos que não se incendeiem como os autocarros eléctricos na Alemanha, de acordo com a notícia publicada pelo jornal Alemão, «Die Welt»:

    https://www.welt.de/vermischtes/article234310454/Elektrobus-loeste-Grossbrand-aus-Muenchen-zieht-E-Fahrzeuge-aus-dem-Verkehr.html

    É que para além dos autocarros eléctricos serem ineficazes e possuírem um desempenho/rendimento medíocres, são extremamente poluentes e prejudiciais à Natureza, Meio-Ambiente, e ao Ser-Humano, comportando consigo custos de produção/manutenção elevadíssimos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.