Quantcast
PplWare Mobile

Espanha terá uma mão-cheia de novas tecnologias de radar para 2022

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Claudio says:

    No Reino Unido onde vivo existem muitas câmaras de velocidade média. Basicamente umas 3 ou mais câmaras espalhadas no mesmo troço de estrada que calculam a velocidade média entre a primeira e última e as outras todas por onde se passou. Parece ser um conceito parecido. Não tenho nada contra e não sou de chamar isto “caça à multa”. Eu cumpro todos os limites e nunca tive uma multa nem acidente desde que comecei a conduzir.

    • Bruno Mota says:

      Eu tive a primeira multa em 25 anos por excesso de velocidade no último verão aqui em França, mas estou 100% seguro que foi erro. No velocímetro, cruise control, e no GPS estava abaixo da velocidade máxima legal, mas paguei 45 euros, perdi um ponto na carta, e nem posso contestar, ou melhor, como me disse um policia depois a quem fui perguntar o que poderia fazer, como era um radar fixo não teria como provar a inocência.
      Paga e não bufes, actualmente é assim.

  2. Caça à multa says:

    Pena é não haver esta organização toda, para lidar com outro tipo de crimes: o meu carro foi vandalizado 2 vezes e a casa assaltada nas férias. Apresentei queixa em todas as ocasiões e até hoje… nada! Mas pelo menos já sei que se pisar um bocado mais o acelerador mesmo em estradas e condições de transito e via para isso, só falta mandarem o Corpo de Intervenção… Caça à multa, travestida de preocupações com o trânsito.

    • Bruno Mota says:

      Por vezes nem fornecendo s identidade dos criminosos e provas vídeo é suficiente. Aconteceu comigo há uns 3 ou 4 anos numa casa em Portugal.
      Impunidade total

      • Manuel Costa says:

        Se vendes vídeos para ganhares euros para obteres 8700 milhões de euros nas criptomoedas, tens de cumprir as normas de videovigilância. Não é só ganhar milhões de euros e quereres ter justiça do outro lado, quando corre mal…
        Tenho câmaras e os 2 putos que me assaltaram a casa, foram passar umas semanas à prisão e o seguro pagou tudo o que roubaram.

        • Bruno Mota says:

          Eu não vendo vídeos. Eu tenho é videovigilância, e forneci os vídeos às autoridades, e até identifiquei os meliantes.
          Mas nada foi feito para os punir, na volta até foram condecorados.
          Tão pouco ganho milhões, e muito menos com Crypto moedas.

  3. wtvlol says:

    Isto está cada vez pior.

    Chulam todos os cêntimos ao povo.

  4. Pedro says:

    As imagens das dashcam que muitos portugueses já utilizam no dia a dia poderiam servir como prova de muitas infracções.
    Criavam um Site para onde enviar as imagens.

    • Bruno Mota says:

      Em relação às Dashcams, alguém me sabe dizer se são legais em Portugal?
      É que segundo li, há quem diga que sim, e há quem diga que não.
      A serem legais as gravações podem ser utilizadas como meio de prova, mas se não são legais de nada servem.
      Agradeço desde já.

  5. Matos says:

    Deveriam ter o mesmo tipo de empenho do combate á corrupção, na desburocratização, no sistema de saúde, na liberalização das estúpidas leis do trabalho, na segurança da propriedade dos cidadãos, enfim muitas outras coisas que nos levariam a ter orgulho nos políticos. Assim, só aumenta a repulsa que sentimos por esses atrasados mentais que estão a destruir a nossa sociedade e que nos levará a um beco sem saída. Abram os olhos folks!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.