Quantcast
PplWare Mobile

Novos radares de controlo de velocidade média! Saiba os locais

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Tadeu says:

    posso dizer com toda a certeza que pelo menos as áreas a vermelho nos distritos de Aveiro e Coimbra não abrangem as estradas indicadas nas legendas. A A41, por exemplo, é no norte do distrito de Aveiro, e a N109 é junto à costa no distrito de Coimbra. Parece que eles se limitaram a pintar os concelhos das capitais de distrito.

  2. CC says:

    Em Faro não existe a EN398, não será na famosa EN125? Que já está bem carregadinha de limite velocidade a 50 Km/h.

  3. Str says:

    Com a guerra civil que se vive nas estradas 10 acho pouco, muito pouco mesmo. As estradas deviam ser mais policiadas.

    • Diogo Rocha says:

      Sim o problema nas estradas é a velocidade e não o imcuprimento total do código nas rotundas e nas ultrapassagens. De que serve polícia se eles só passam multa a quem vai acima da velocidade ou a passar multas a quem se esqueceu de tirar guia.

      • Henrique Nogueira says:

        Exatamente!

      • Rafael Mendes says:

        Não sei se sabes, que não deves saber pelo teu comentário, mas o que provoca mais acidentes é o excesso de velocidade, e não fazer se rotundas mal/sem pisca.

        • jorge santos says:

          Não, não é o excesso de velocidade que causa acidentes. Já ouviste falar em Autobhans???
          O excesso de velocidade é o MENOR dos problemas no que diz respeito à sinistralidade rodoviária.
          Fazer mal as rotundas e não usar os “piscas” é que causa acidentes porque esses condutores vão abalroar os que SABEM conduzir… e ainda acham que têm razão… mesmo que vão todos a 40Km/h numa zona de 90Km/h.

        • ToFerreira says:

          Se eu for na AE a 130 e tu te distraires a olhar para a loiraça a passar no descapotável e te meteres à minha frente, eu bato-te por trás, a culpa é minha e o acidente vai ser atribuído a excesso de velocidade. Este é só um de muitos exemplos.

        • ruben says:

          O que provoca mais acidentes é pessoal que não sabe conduzir e se estica…
          Uma pessoa que não tem aquela apetência para a condução, mesmo a 120 numa autoestrada é um perigo, enquanto que uma pessoa com boas capacidades de condução a 150 numa autoestrada é perfeitamente controlável.
          Logo o problema não está no excesso de velocidade, está em não saber controlar o veiculo.
          Até podem conseguir-se deslocar nele, mas se apanham um imprevisto na estrada o mais certo é terem um acidente, porque não sabem como evita-lo.

          • ze manel taxista says:

            Já ouviram falar de zumbis digitais
            aqueles que para quem conduzir é secundário , mais importante é pintar as beiças ver o e-mail ou simplesmente com a marmita enfiada no telemovel em vez de olharem para a estrada
            mas aqui ninguém fala disso pois tenho a certeza que a maior parte de voçês conduzir a olhar para o telemóvel e por isso tenho pena do desgraçado que vai passear com a familia e tem que levar com esta pandilha de maus condutores e o problema começa nas escolas porque não ensinam o bom senso .
            conheço instrutores piores que os alunos .

      • Ana Duarte says:

        Concordo!

  4. Naopossodizer says:

    Com a quantidade de rotundas que existe na N10 da margem sul nem vale a pena radares.

  5. Luis says:

    Diz o roto para o nu, porque não te vestes tu?

  6. R!cardo says:

    E se eu tiver que parar durante 3 horas no meio do percurso e a média baixa para menos do que é permitido por lei em relação à velocidade mínima, vou levar multa na mesma?

  7. robin says:

    Desde a muitos anos que temos uns governantes que não passam de uns assaltantes de beira de estrada.
    nao conseguem fazer nada que não consista no assalto ao bolso.

  8. José Neto says:

    Mais instrumentos para financia ANSR, e de dar mais um milhõesitos a pó estado.Ė tudo as conversa para boi dormir. Nenhum radar está instalado em pontos negros de acidentes.Estão todos onde se carrega no pé.A ANSR não nunca esteve interessada em instalar esses radares em zonas onde há muitos acidentes,mas sim em zonas em que nós automobilista andamos um pouco mais depressa.É a caça a multa á disfarçada.

  9. Paulo Lopes says:

    Podiam era tapar os buracos e tampas de saneamento que também provocam acidentes.

  10. Luís Palma says:

    Então quer dizer que posso ir a 200kmh e a colocar todos em perigo mas se parar a meio para baixar a média e assim, ao passar o 2o radar, tenho a média “correcta” e assim está tudo bem.

    • jorge santos says:

      Andar a 200Km/h não coloca ninguém em perigo se souberes conduzir e tiveres carro para o efeito. Nas Autobahns alemãs não há limite de velocidade e não há acidentes… desde que nenhum IDIOTA se lembre de se meter à tua frente sem dar pisca (como os TUGAS, não os PORTUGUESES) fazem…
      Mas a descrição que fazes sobre a média está correcta, pelo que eu também percebi.

      • ToFerreira says:

        Isso não é verdade. Quando o limite é 120, quem vai ultrapassar e vê um carro no espelho, calcula que este venha no máximo a essa velocidade, se vier a 200, vai-se aproximar muito mais depressa e levar com o apressado. Se me falares em estrada vazias e carros preparados para essa velocidade, é diferente.

        • sdfg says:

          bela logica… “no maximo vem a 120″… porque qualquer pessoa olha para um carro e diz aquele vem a 34,56km/h.. lol eu faço isso todos os dias

        • Paulo L says:

          Essa afirmação só mostra que como condutor deixa muito a desejar.

          Conduzir é mais que manobrar um carro, tem de calcular e precaver situações.
          Se você vai aproximar-se de um carro e prevê que vai fazer uma manobra para adiantar esse carro, antes de chegar perto e iniciar a manobra, olha para o espelho e vê se vem algum carro, quando se aproxima para ultrapassar (normalmente em alguns segundos depois de olhar para o espelho) e inicia a manobra, volta a olhar para o espelho, entre a primeira vez que olhou e a segunda, vai permitir ver se a distância dele para si encurtou e calcular se você consegue entrar sem obrigar ao veículo que já vem na faixa a travar.

          Você enquanto condutor não pode assumir nada, tem de tomar precauções a pensar que os outros condutores conduzem pior que você, e respeitar os demais da mesma forma que gostaria que eles o respeitassem a si.

          Aproveite também para aprender o que significa o uso dos sinais de luz, ou o uso dos piscas como por exemplo usar um pisca não apenas para mudar de faixa (sim, para surpresa de muitos, é para isso que serve) mas também para indicar ao condutor de que se aproxima de si alertas ou notificar que já o viu.

          Infelizmente cada vez se vê menos respeito exactamente por pessoas que fazem manobras a pensar somente em si, e que todos os demais são apressados (ironicamente você entra na faixa para ultrapassar outro veículo… assim sendo é também apressado e não aceita que alguém tenha mais pressa do que você!! )

      • Hard Nuts says:

        Isso não é verdade. Já esteve na Alemanha? Já conduziu por lá? Numa Auto-estrada na Alemanha o limite de velocidade para pesados (acima das 6 toneladas) é 80 km/h e para ligeiros é 130 km/h. Não perpetue o erro falando daquilo que não sabe. Muito obrigado pela atenção.

        • Paulo L says:

          Eu para o mês que vem vou fazer Munich – Frankfurt e regresso, se quiser, diga-me o seu e-mail e eu mando-lhe as fotografias dos sinais de anulação de velocidade máxima obrigatória.
          Ligeiros na maioria das autobahn só tem limite de velocidade na aproximação de saídas / entradas para facilitar a integração nas vias ou quando se aproxima de perigo como uma curva que não permite velocidades elevadas ou trabalho na estrada.

          E sim conduzo bastante pela Europa, inclusive Alemanha.

        • Tavares says:

          Ha limites de velocidade nas auto estradas alemãs.Existem alguns (poucos) pontos onde realmente,não há limite de velocidade…Quantos aos 130km/h,é velocidade recomendada,uma vez que,á entrada no país, tem o sinal quadrado azul com os 130 inscrito,portanto é aconselhado e não obrigatório…Existe ainda a sinalização dinamica:Se está apagada,podemos andar á velocidade que quisermos mas,se diz 120,aconselho mesmo a cumprir,porque o mais certo,é aparecer-lhe uma “foto” em casa.
          Cumprimentos

  11. jorge santos says:

    Se colocassem esforços em controlar as mudanças de via sem sinalização, circulação anárquica nas rotundas, uso de telemóvel ao volante, transposição de linhas contínuas… teriam mais resultados na redução da sinistralidade.
    Estão a atacar a causa errada para o problema. Isto é o mesmo que tomar IVERMECTIN (desparasitante para cavalos) para curar COVID-19. É de loucos!!!

  12. outra vez !! says:

    Não sei quem é que autorizou e autoriza estacionamento pago junto das passadeiras violando o artigo 49 do C.E. que é outro flagrante imperdoável crime que atenta contra todos…enfim.

  13. wtvlol says:

    Toca a chular o pobre.

  14. Antônio maia says:

    Melhor disto tudo era limitar a potência do motor…para k serve o velocímetro de 120 para cima?todo o resto e uma tentação a multa tudo culpa do governo…depois como andaria o ministro cabrita???sempre atrasado!!!?

  15. eachtime says:

    O Cabrita tem que ter cuidado para não apanhar multa

  16. ToFerreira says:

    É melhor apanhar os apressados que fazem centenas de km a velocidades malucas e abrandam nos radares que já conhecem, do que apanhar um distraído que faz a viagem toda dentro dos limites mas ao passar no radar ia ligeiramente acima do limite.

  17. Rui Fernandes says:

    O que eu gostava mesmo era que os hipócritas que aqui aparecem a falar do cumprimento de limites de velocidade, fossem todos apanhados na Av. Cidade Lourenço Marques, junto ao Vale do Silêncio, em Lisboa, onde o mero declive da via impede que um veículo, mesmo a usar travão-motor em 1ª, é incapaz de cumprir com o limite de 30 km/h que lá foi colocado a não ser claro está, que vá pendurado nos travões.
    Quem conhece o local, não necessita de mais explicações… quem não conhece que experimente e pode ser que tenha a sorte de apanhar lá o pópó da Policia Municipal escondido atrás da moita (parqueado em cima do passeio e a menos de 25 metros da paragem de autocarros).
    Pode ser que sejam apanhados a 52 Km/h… 120 € de multa, 2 pontos fora na carta e 1 mês de inibição de conduzir. Tudo porque foi buscar o filho à escola a 500 metros de casa!

    • Tavares says:

      Lembre-se que eles inscreveram no orçamento de estado,um aumento de 58% de receita vinda pela via das multas….
      Não tem nada a ver com segurança…É politica!!
      Cumprimentos

  18. Cecília de Vasconcellos Bettencourt says:

    Stes radares só devem servir o Zé povinho, certo?! É que para os membros do governo não devem ser com toda a certeza!!!

  19. MM says:

    Nada disto é feito para segurança de peõs e automobilista ou o q quer q seja isto é apenas caça a multa para sustentar PARASITAS da ANSR, estou a ver acidentes atrás de acidentes qdo os automóveis se aproximam do ponto controlo a reduzir ou mesmo parar para não ultrapassar a Vmedia, isto é mais uma das ideias de merda da ANSR e de quem lá está. Mas a vergonha nacional é a policia ou ditos agentes de segurança rodoviária em vez de mostrarem a sua presença para dissuadir e evitar a situação q dizem q constitui perigo escondem se como ratazanas q querem comer o queijo…

  20. Hard Nuts says:

    Deviam gastar o dinheiro em melhorar as estradas e melhorar a sinalização, fazendo alterações aos limites onde não faz sentido ter esses limites (ex: fora de uma localidade pôr uma placa de 50 km no meio do nada, não serve para nada…só para sacar dinheiro).

  21. Paulo L says:

    Não sei se esta medida não viola a constituição, visto que as autoridades não me podem indicar o local de infração nem mesmo a infração, podem dar a velocidade média num percurso mas não o km exacto nem a velocidade exacta não permitindo assim a minha defesa nos moldes da constituição, mas enfim temos hoje um ACP que so lhe interessa os tachos e ignoram os condutores.
    Eu já recebi uma multa em casa por circular a 148 na A1 na zona de Coimbra, ao mesmo tempo que eu e o meu veículo passavam na via T em Zaragoza (diferença de 18 minutos). Tinha que ir bem mais depressa que 148Km/h para chegar de Coimbra a Zaragoza em 18 minutos, tendo em conta as curvas de Madrid a Zaragoza …

  22. Anónimo says:

    Então e a famosa Estada da Morte: IP3 ?

  23. Maximino Ribeiro says:

    Altamente injusto,porque posso nesse percurso atingir 200 e não ser multado ,pelo simples facto que entretanto parei e um outro individuo que não passou dos 120 ser multado porque não teve paragem nenhuma. Na prática quem realmente excedeu abusivamente a velocidade não é penalizado e quem menos excedeu é penalizado. Bem sei que no essencial da questão acabou por transgredir,mas o mais perigoso passou impune.

  24. Rui says:

    Cabrita:
    ” I don´t care” xD

  25. Luis says:

    Isto também se aplica aos carros dos ministros,?

  26. Paulo says:

    Prevenção rodoviária sempre no seu melhor: bolsos da malta contribuinte. Em vez de gastar dinheiro em câmaras e pórticos, investiam em melhor estradas, e presença policial

  27. LDiogo says:

    Mais um assalto ao abrigo da lei…como não se pode fiscalizar, esta e tantas outras situações, arranjam-se esquemas…

  28. silva says:

    Mas neste País os policias nunca vão passar da míseria , porque o que se semeia é o que se colhe estão sempre prontos para bater e multar o povo , não estão lá para ajudar estão lá para roubar o povo .

    • Paulo L says:

      O polícia não tem culpa dos radares nem das regras, um dos motivos para existir polícia é para as fazer cumprir as leis, se não gosta das leis faço algo para as mudar.

  29. Jose Viegas says:

    Esqueceram-se da ponte Vasco da Gama. No sentido Lisboa/Sul logo no início já está lá a placa.
    E a ratoeira no início da segunda circular em Pina Manique. Placa de 80, seguida de placa de 60 e logo a seguir 50 mas no painel onde está o radar indica 80, numa zona abrangida pela placa de 50. Quem anda distraído?

  30. António says:

    Felizmente o clio 1.9d anda bem é dentro dos limites.
    Quando é para andar a sério tenho a mota e na minha “pista” habitual ainda não há radares. Só uns móveis de vez em quando.

  31. André says:

    Assim está bem distribuído, a maioria fica para os mouros. 7 para os mouros, 3 para o norte, ao menos são coerentes com a distribuição de dinheiro no país.

  32. Fernando Silva says:

    Mas esses radares não são inconstitucionais? Há um principio do “flagrante delito” que não é o caso! Para isso têm de mudar as leis base!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.