PplWare Mobile

O impensável aconteceu! Chegou a versão do Windows 10 que traz um Kernel Linux


Fonte: Microsoft

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Andy says:

    Daqui a nada teremos uma distro Windows…

  2. Asdrubal says:

    O tão esperado Windows X.

  3. Josué says:

    Óbviamente que o Kernel é meramente utilizado pelo subsistema Linux e nao pelo próprio Windows. Nada de outro mundo ou “impensável”.

  4. Sergio J says:

    As aplicações hoje em dia começam a estar todas sobre a plataforma dor net, portanto o que está por baixo é indiferente.

  5. arc says:

    O artigo PECA, por NÃO ANUNCIAR INFORMAÇÕES IMPORTANTES para o WSL2, e isso é MAU e o Pedro Simões pode fazer MUITO MELHOR.

    VEJAMOS…

    * O WSL2, vai ter total suporte em todos os SKUs (Stock Keeping Unit) para os quais o WSL é hoje em dia suportado, incluindo até o MS Windows10 Home, mesmo que este use a arquitectura do Hyper-V.

    * A utilização do WSL2 e do Hyper-V, faz com que o WSL2, NÃO vá FUNCIONAR, sempre que a VMWare ou a VirtualBox, se encontre em execução.

    * etc.

    Passem a ELUCIDAR os vossos leitores e principalmente os que possuem o MS Windows10!!!

    Partindo do pressuposto, que está presente o MS Windows10 Build 18917 ou superior, executar a
    PowerShell com todos os poderes de Administração (recurso de VIRTUALIZAÇÃO para o WSL2):

    Enable-WindowsOptionalFeature -Online -FeatureName VirtualMachinePlatform

    Neste momento, encontra-se instalada a VirtualMachinePlatform no pc, sendo possível a utilização do WSL2!

    Depois um reboot e…

    Novamente, PowerShell com todos os poderes de Administração, para ser possível a verificação
    de todas as Distribuições de Linux disponíveis:

    wsl -l -v

    Por último, escolher qual a Distribuição para o WSL2, assim:

    wsl –set-version

    OU

    wsl –set-version DistroName 2 e se quiserem podem definir desde já o WSL2 como Default:

    wsl –set-default-version 2

    No final, vão encontrar a vossa Distribuição de Linux utilizando o WSL2, podendo verificar que existe um processo em execução para a Máquina Virtual e ainda se quiserem podem até mesmo encontrar o ficheiro VHDX dessa mesma Distribuição de Linux!!

    • Mais importante que todo esse conteúdo técnico, é o passo dado pela Microsoft, que teve a coragem de colocar um Kernel real no WSL. A ideia é comunicar isso aos leitores e dar conta das melhorias que vão sendo feitas.
      Sim, esses pontos são importantes e condicionantes, mas é ainda muito cedo para se chegar lá.
      Repara que, e como foi explicado no artigo, apenas agora chegou ao fast ring do programa Insiders. Isto significa que apenas dentro de 1 ano está disponível para os utilizadores poderem instalar e usar de forma plena.
      Ao dar todos esses comandos, e eles estão certos pq os estive a testar, íamos receber N comentários com queixas de quem os tentava usar sem conseguir.
      De qualquer modo, está o link para chegar a essas instruções no artigo. Não o colocámos directo pq queremos que quem tem interesse nisso passe pelas instruções da Microsoft primeiro.
      Por isso, e reforçando, focámo-nos no que é realmente importante: “O impensável aconteceu! Chegou a versão do Windows 10 que traz um Kernel Linux”

  6. PauloT says:

    Bom, bom era o Office no Linux.

  7. PauloT says:

    Obrigado Fusion pelo apoio. E Libre Office não é a mesma coisa que office. Por exemplo as funções avançadas do exel não estão no libre office, o libre office não interliga com o Sharepoint (pelo que sei.) A data de hoje quando efetuo save num excel feito no office, o libre office corrompe funcionalidades, pelo simple facto que eu uso a função “Tables automaticas” que não estão totalmente compatibilizadas no libreoffice. Só por isso.
    Quando o office der para usar no Linux sem “wines, ,… ” Teremos a cereja no topo do bolo. 😛

    • RonaldoPI says:

      Libre Office é completamente diferente do Microsoft Office. Pra resumir, Usabilidade e Produtividade são incomparáveis. Pra quem usa o básico o Libre Office resolve muito bem, mas quem vai além disso as diferenças começam a ficar claras.

  8. Sandro says:

    O que eu penso, é que a Microsoft está-se preparando para oferecer, um valor irrecusável, e comprar a Empresa dos SO Linux.
    Peço desculpa, mas não sei o nome dessa Empresa, mas a minha ideia, se calhar, não estará muito longe da verdade.

  9. sakura says:

    A MS vai copiar (uma vez mais como fez com a apple) a RedHat….
    A Rel tem software OSS + SO free com suporte pago.
    Fianlmente os politicos preceberam que sem ver o “codigo fonte” os “huaweis windows androidsGoogles” so estão a “roubar” todos…… OSS não é free software é software limpo de ns as etc.
    “G20 to hit tech giants with tax crackdown by 2020”
    Obrigado Sº Donald J. Trump.

  10. JC says:

    Ja só falta saberem a definição de kernel.
    Um subsystem nunca é um kernel.
    O kernel é aquilo que lida com o hardware. Que gere a ram. Que usa as PCIes…
    Linus mais a equipa dele fizerem o Linux, com a qualidade que tem, pelo exemplo que deram no kernel.

    É um insulto a ele e a todos os que passaram os ultimos 25 anos a fugirem da fúria da Microsoft, chamarem isto de kernel.

  11. EuOpenSource says:

    WPS OFFICE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.