PplWare Mobile

De forma surpreendente, quota de mercado do Windows 10 baixou!


Fonte: NET MARKETSHARE

Redator

Destaques PPLWARE

  1. Eduardo Sá Neves says:

    1- Se o Windows 10 perdeu quota de mercado, quem é que a ganhou?

    2- Se a notícia é baseada numa fonte externa, onde está o link para estes dados?

      • Eduardo Sá Neves says:

        Obrigado.

        Pela observação desse site, pode-se ver que, juntando os 2 mais recentes e significativos Mac, o 10.14 e o 10.15, passaram de 5,11% e 2,25% para 4,15% e 3,93% respetivamente. Ou seja, no total a quota de mercado passou de 7,36% para 8,08%, um ganho de 0,72 pontos percentuais, sendo assim o principal responsável pelo “roubo” da quota de mercado ao Windows 10.

        Já no grupo Windows, quem ganhou quota de mercado (“roubando-a” ao Windows 10) foi o Windows XP, que passou de 1,37% para 1,85%, um ganho de 0,48 pontos percentuais. Isso sim é surpreendente.

        Na família Linux houve também uma pequena subida de 1,11% para 1,21%, um ganho de 0,1 pontos percentuais.

        São portanto estes os “ladrões” da quota de mercado do Windows 10, e de várias outras versões do Windows que também perderam no último mês.

        E agora sim, com estes 3 comentários, dois meus, e um do André, a notícia fica completa com pés e cabeça. De nada.

        • peter says:

          Obrigado Eduardo Sá Neves, pelo restante texto ficava a ideia de que todos tinham perdido, quando falamos de percentagens é uma coisa impossível.
          Uma tabela com os dados todos na notícia teria sido muito mais explícito.

        • Pedroz says:

          Obrigado! É que depois de ler a notícia fiquei na mesma. Nem as fontes citam. O pplware deve olhar melhor para o futuro e entender melhor para que publico esta a escrever e desafiar-se mais.

          • Vítor M. says:

            Nem fontes citam? Meu caro, era importante era leres o artigo e ver lhe é imputado. Pedroz, não temos culpa que não consigas perceber onde estão todos os elementos do artigo, isso é uma questão de atenção. Está lá tudo, com fontes bem declaradas. Antes de acusares, que é feio, pergunta, tenho todo o gosto em ajudar e trocar ideias se assim for o caso. Mas faz-me um favor, vê com atenção o que estás a ler 😉

            Cumps.

  2. Fernando says:

    Podemos sempre migrar para o windows 8.1 não !?

  3. Rui says:

    A quebra não tem nada a ver com o aumento brutal das licenças da Microsoft de 30% para 2019 em relação ao ano de 2018!!!!!

  4. paulo g. says:

    E eu a pensar que era o linux que tinha subido 1%… Talvez um dia suba como a distribuição Android.
    Uso um S.O. a sério. A concorrência é boa para todos só assim temos evolução.
    Há coisas que se mantém más no janelas à 20 anos e uma delas é não conhecer as partições linux.
    Cada um é livre de usar o que quer excepto se vier na forma de imposto quando se compra um computador. Por acaso consegui comprar este sem essa imposição.

  5. Ricardo Pelin says:

    Tenho notebook – ou laptop – com o windows 10. Está sem uso a mais ou menos 2 meses. Estou usando neste momento no velho Acer o windows 7 starter. Seguro, confiável, sem travar. Firefox usando 3 abas abertas sendo uma delas streaming. No outro tenho instalado o windows 8.1. Seguro, confiável, sem travar, tambem. Com o 10 eu tenho medo do rastreamento da Microsoft alem de todos os bugs que ele contem. De repente você é obrigado a reformator seem a Microsoft levar em consideração o tempo que o usuário perde.

  6. Eu says:

    Isso que quotas de mercado é uma bela ilusão!
    Quem compra um portatil/desktop é praticamente obrigado a aceitar a imposição (de custo embutido) do Win10, ou OS no caso do Mac na compra, com a excepção de quem tenha conhecimentos técnicos capaz de usar alternativas, e mesmo no caso ainda há que “lutar” com as “restrições” dos fabricantes, que nem sempre dispõem de meios para a alternativa.
    Se tudo fosse vendido sem o sistema, ao invés de impor a compra conjunta, a história não seria linear.

    • Samuel MG says:

      Pode se pedir que o computador não tenha OS.

      • Eu says:

        Isso apenas funciona para os computadores (não portáteis) “construidos”, e não pelos “pré-feitos” onde o SO tem o preço embutido no preço final.
        Ou conhece alguma maneira de pedir à loja para vender sem o OS?
        Para 99,9% dos compradores “comem” o que é oferecido e sem escolhas.
        Se existisse nas lojas a venda Computadores/Portateis sem sistema OS e este seria vendido como separado dando ao consumidor a escolha, o W não seria o que é hoje.
        Imagine que em vez do windows, todos os computadores/portáteis fossem vendidos com o Linux, ou outra coisa qualquer, isso que quotas não seria como é.
        As quotas representam a realidade da quantidade de SO vendido, e não de migrações entre sistemas. De que vale debater quotas quando por exemplo este mês quase tudo será vendido com o W10 quando uma ou outra pessoa migra de um SO para outro?
        O mesmo passa-se com o SO dos carros vendidos, 99,9% Android Auto.

        • Cortano says:

          A PCDiga tem muitos laptops sem sistema operativo.

        • Cortano says:

          “Imagine que em vez do windows, todos os computadores/portáteis fossem vendidos com o Linux”

          Isso quereria dizer que Linux estaria em parcerias com as marcas. Como tal não acontece e como só a Microsoft faz essas parcerias, é por isso que tens Windows em todo o lado.
          Achas que isto é de borla?!

          • Eu says:

            Lê outra vez o que escrevi: “Imagine que em vez do windows, todos os computadores/portáteis fossem vendidos com o Linux, ou outra coisa qualquer”. OUTRA COISA QUALQUER! E não sei se sabe, a DELL vende portáteis com o Linux.
            Quanto à borla, leia de novo o comentário: “…e não pelos “pré-feitos” onde o SO tem o preço embutido no preço final”

          • Cortano says:

            Não percebeste o que quis dizer.
            As borlas não dizem respeito windows ser oferecido, porque não é.
            O que quis dizer é que graças às parceiras da MS com os OEM, hoje em dia tens laptops baratos, com muita tecnologia e com novidades a aparecerem volta e meia.

            Não é só a Dell que tem laptops com Linux, outras marcas também, mas isso não é claramente o foco do seu negócio.

            Portanto, para imaginarmos esse cenário que referes, quereria dizer que o Linux (seja lá que distro for ou empresa por trás da distro), teria de ter fortes parcerias com os OEM, como tal não acontecesse, não faz sentido acusar nem OEM nem a MS por a maioria dos equipamentos virem equipados com Windows.

          • Cortano says:

            * como tal não acontecesse = como tal não acontece

    • Eduardo Sá Neves says:

      Tens toda a razão. Quer o cliente queira, quer não, lá tem de pagar os 50€ do SO pré-instalado, mesmo que já tenha comprado essa mesma versão anteriormente.

      Fala-se tanto em mercado e concorrência, e não há maneira da UE legislar sobre isto e proteger os Europeus: obrigatoriedade de vender os computadores todos com opção de NÃO cobrar pelo SO pré-instalado caso o cliente o diga.

      Isso sim é que era. Eu não gosto do WIndows 10. Tenho uma licença do 7, e quero também instalar Linux em dual boot. Mas se for a uma loja, 100% dos portáteis OBRIGAM-ME a pagar o Windows 10 pré-instalado. Isto é uma VERGONHA.

      Não me venham com tretas para justificar isto, pois isto não tem justificação. Imaginem que tinham de pagar 50€ por uma licença do Windows Mobile sempre que comprassem um smartphone, e só depois em casa é que tinham possibilidade de instalar o Android, e nenhum direito a ter esses 50€ devolvidos. É isto que se passa nos computadores!

      • Cortano says:

        Tu por acaso consegues comprar algum tlm sem ter um sistema operativo instalado?

        Volto a repetir, existem lojas que vendem alguns modelos sem SO.
        Os computadores vêm com Windows porque existe acordos e parcerias entre a MS e os OEM. Sem isto, não tinhas a evolução tecnológica que tens hoje.

    • paulo g. says:

      Instalar linux num pc basta saber ler português, ou a língua que se quiser… desde que se o coloque numa pen drive e se faça arrancar o pc através dela. Enquanto o instala ainda pode navegar na internet.

  7. Daniel says:

    Eu pondero abandonar o W10… Tenho em triple boot, mas não me consigo “apaixonar” por ele… Devo ficar para já com o 7,e aos poucos abandonar em detrimento do Linux… Este último Windows, não me cativa (só uso PC para trabalho…fora de trabalho, o que quero é manter – me longe de tecnologia…)

    • Ze says:

      Também só frequentas Blogs de tecnologia em horário laboral?

      • Daniel says:

        Sim… O tempo permite isso… Algumas funções da mina profissão, obrigam-me a automatizar determinados serviços, e eu tenho que aguardar enquanto não terminam… E nesse instante, espreito algumas coisas… Como disse, tecnologia, só em trabalho… Em casa, só o mínimo… Uma TV fullhd, mas não smart, tdt simples e basta… Para entretenimento, tenho uma vasta biblioteca e uma colecção relativamente grande de discos vínil, por isso, não tenho necessidade de smartphones, internets e afins…

      • Daniel says:

        Sabe o que me diz um dos bosses da empresa, caro Zé? “Se ao fim de 8 ou 9 horas, sentado à frente dum computador e dum telemóvel, ainda se sente com vontade de chegar a casa e rodear-se com tecnologia, é porque não trabalha com afinco”…
        Eu não concordo muito com isso, mas no meu caso, comecei a ficar tão farto destas coisas que só as uso no escritório… Em casa, faço “rehab”, uma limpeza

  8. Rick says:

    A Micro$oft só tem dado tiros nos pés.
    QUER a todo o custo controlar o que as pessoas andam a fazer nos PCs… E agora à descarada.
    As actualizações (de porcaria) são obrigatórias.
    Mantenho-me no meu fiel windows 7 instalado há 3 anos sem qualquer actualização:
    Está impecável! nao crasha, nao tem bugs, nao precisa desse lixo que instalam e poe o pc mais lento!

  9. César Boaventura says:

    nao admira se o windows 7 fosse o responsavel por essa quebra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.