PplWare Mobile

Quem diria? Em fevereiro de 2020 ainda é possível atualizar para o Windows 10 de borla


Autor: Pedro Simões


  1. DB says:

    A sério? Já actualizei algumas dezenas de postos depois da data do fim anunciado.

  2. Cortano says:

    Portanto… A alternativa ao Windows 7 é o Windows 10, que continua grátis.

    • Danilo says:

      Há Windows 8.1 e Linux como alternativa.
      E para quem tiver uma ganda grana, há o macOS.
      Abraços e lembre-se que, o mundo não gira em torno do Windows 10.

  3. Paulo Pires says:

    Que novidade! Nunca o deixou de ser. Já fiz em centenas de portáteis de clientes sem problemas algum com a licença original do Windows 7 e 8.

  4. P.lopes says:

    Ainda há poucas semanas fiz atualização do 7 (genuíno), para o 10 num portátil, sem problemas.

  5. Luis says:

    Eu não sabia é que supostamente já não era gratuito, de tantas vezes que venho fazendo esta actualização em máquinas sem problemas. Mas boa Microsoft!

  6. David Guerreiro says:

    Uma coisa é conseguir-se fazê-lo, outra coisa é isso ser legal

    • Cortano says:

      É legal. Ninguém está a falar em usar keys manhosas ou qualquer outro método não oficial.

      Ainda há 2 meses usei uma key windows 7 oficial e legal e actualizou para win10.

    • DB says:

      Essa está boa, dito por alguém que não percebe nada disto.
      É a Microsoft a PERMITIR a ATIVAÇAO LEGALMENTE, ainda.

    • Danilo says:

      Legal é,
      Mas é apenas uma arapuca para a Microsoft aceder mais fácil aos seus dados privados. Haja vontade! Até a NSA e FBI estão “trabalhando” junto à Microsoft!
      Se és tolo, vá lá e migre para o Windows 10!!! Afinal, é de graça, né?? Seus dados são o pagamento. É igual a tia Google, só que mais ávida! Enquanto a Google podes optar por não aceder e/ou usar, o seu SO estará em controlo total aos seus dados ao invés de torna-se um ponto neutro.

    • Fernando says:

      A Microsoft não te passou nenhuma procuração. Sabes lá tu do que estás a falar. A Microsoft fez questão de permitir que licenças do Windows 7 piratas fossem convertidas em licenças válidas do Windows 10. Relativamente ao mercado doméstico a MS não está muito interessada em vender licenças, para eles é muito mais importante que as pessoas actualizem e usem o Windows 10 independentemente do método de proveniência ser ou não legal. Não representes que não se vê por ti representado. Fartinho desta conversa de chacha.

  7. Carlos Fernandes says:

    …. no meu caso não estou a conseguir, “ocorreu uma falha na instalação na fase SAFE_OS com um erro durante a operação REPLICATE_OC.

    • David Guerreiro says:

      Problema de drivers incompatíveis. Antes de fazer isso, atualizar todos os drivers, especialmente gráfica e som, são os que dão mais chatices nisso.

  8. Sandro says:

    O que eu penso é que a Microsoft, um dia destes, porá o Windows 10 open source.

  9. mc says:

    Sempre atualizei máquinas como truque do gatherosstate. Tenho 2 genuinamente piratas.

  10. Pedro Paixão says:

    Bom dia,

    Esta atualização é gratuita também para empresas?

    Obrigado

  11. João says:

    Sempre atualizei os posto de trabalho tanto de windows 7 e 8.1 para o 10 sem algum problema mesmo de chaves nunca usadas.

  12. BlackFerdyPT says:

    Quando, no mês após o suposto prazo limite para actualizar para o Windows 10, constatei que ainda era possível fazê-lo, percebi logo do que se tratava então este suposto limite…

    Era o equivalente a um “Compre já, antes que esgote!” da TV Shop e afins. Uma maneira enganadora de convencer as pessoas a fazerem algo sem pensarem bem no assunto, instilando nestas o medo de que, se quiserem ter calma e pensar no assunto, depois poderá ser demasiado tarde para aproveitar o que aparenta ser uma muito boa oportunidade.

    Por alguma razão, a Microsoft quer mesmo que as pessoas usem o Windows 10 em vez do Windows 7 e 8.

    Será por ser esta versão do Windows conhecida por permitir maior controlo e vigilância da Microsoft sobre os nossos computadores? (Restrições de vária ordem, envio de chave de encriptação para a Microsoft…)

    (Do meu lado, até já uma coisa mesmo muito suspeita vi acontecer num computador com Windows 10: https://pplware.sapo.pt/browsers/google-seguranca-browser-chrome-downloads-perigosos/#comment-2542377)

    • Eu mesmo says:

      Deixa lá os OVNI e teorias da conspiração. A Microsoft disponibiliza distros Linux na Microsoft Store para o WSL.
      Porque raio ia fazer throttling de ligações para baixares o ISO.
      Como garantes que não foi um problema do servidor? Como garantes que te ligaste ao mesmo endpoint nos 2 endpoints?
      A tua resposta demonstra falta de conhecimentos básicos de como as coisas funcionam.
      A resposta para a tua pergunta é simples: se ninguém usar versões antigas do Windows a Microsoft pode ser focar numa única versão (última build do Windows 10)

    • Danilo says:

      Sim, é isto que eles querem aceder mais facilmente aos teus dados! Por isso a loucura da MS em querer que todos migrem para o Windows 10, até de “graça”.

      Tu és o pagamento.

      Não existe de “graça” na história.

      Eles saem ganhando e você perdendo achando que saiu ganhando.

  13. Fulano says:

    Novidades, há?

  14. Elias says:

    Não é que não tenha.
    A MS até fixa um prazo final pra gratuidade sim. Mas aí é só esperar a próxima atualização semestral e fica tudo Free novamente. Sempre foi assim.

  15. Elias says:

    Não é que não tenha.
    A MS até fixa um prazo final pra gratuidade sim. Mas aí é só esperar a próxima atualização semestral e fica tudo Free novamente. Sempre foi assim.

  16. Elias says:

    Não é que não tenha.
    A MS até fixa um prazo final pra gratuidade sim. Mas aí é só esperar a próxima atualização semestral e fica tudo Free novamente. Sempre foi assim.

  17. jorge says:

    Se nao existe outro windows, é normal que seja atualizado a pala, o mac osx ja muitos anos que é atualizado gratuitamente, o ultimo mac osx que foi a pagar foi o snow leopard, desde que se atualizou por internet foi sempre gratuito.

  18. Gustavo says:

    win 10 no meu vaio de 2010 que já é lento? nao obrigado!

  19. Danilo says:

    Não é de borla.
    Nada na vida é sem custo, ainda mais vindo da MS.
    Na verdade, você é o pagamento com seus dados. Por isso a gratuidade da actualização.

  20. ricardo pereira says:

    e para o Office?

  21. Helder Mateus says:

    Não induzam o utilizador em erro. Não é legal actualizar após a data que estava primeiramente estipulada. (Penso que tenha sido um ano). Que é possível é, mas confirmado junto da microsoft, ela não considera legal. Após findada a data que deram inicialmente, só é legal pagando, ponto.

    • Vítor M. says:

      Onde é que a Microsoft e as entidades reguladoras dizem isso? Era interessante dares um exemplo concreto, ou as pessoas vão dizer que estás a inventar.

    • Pedro Paixão says:

      Bom dia,

      Helder onde podemos obter essas informações? Sabes se para empresas esta atualização era válida?

      Obrigado.

    • Cortano says:

      Em Dezembro usei uma chave que tinha aqui do Windows 7 (na caixa do CD, não foi sacado ou comprada em sites manhosos), na instalação do Windows 10 e ela foi aceite.

      O Windows 10 foi tirado do site da Microsoft e pen criada com a tool da Microsoft.

      Portanto, o que sugeres é mentira.

      • Helder Mateus says:

        Boa noite,

        Também podes matar alguém e não quer dizer que seja legal. Poder/conseguir não quer dizer que seja legal. O que a Microsoft diz, em webinar e em formações, é que a partir da data que deram, julgo que seja, 29 de julho de 2016, não consideram legal a actualização por esse metodo. Compreendo que seja dificil compreender essa situação e não faça sentido a ferramenta ainda funcionar, mas imagina quem vende software (win10) convencer os clientes, que não o devem fazer e que o correcto é pagar. Os clientes continuam a usar a app claro. Poderá ler mais informações em: https://support.microsoft.com/pt-pt/help/12435/windows-10-upgrade-faq

    • T says:

      Posso dizer que estás errado.
      A Microsoft não considera ilegal desde que a chave que uses seja a mesma que tinhas no Windows 7 ou 8. Até mesmo as chaves OEM que se compram ao preço da chuva estão numa “grey zone”.

  22. Sardinha enlatada says:

    Mas infelizmente muito pessoal nao pensa nisso Danilo e depois quando pensarem em voltar atras, ja foste. Agora nao se importam com a violacao de privacidade e envio de dados sem ordem do utilizador, pois nao tem nada a esconder nao e ? E a M$ tambem nao se importa com isso, querem e os vossos dados e bico caladinho. Do linux eu sei o que posso esperar, e espero, um sistema limpo e sem violacao de privacidade. Ate digo mais, quem garante que eles nao tem uma lista de passwords dos utilizadores ? Dos bancos e afins e sei la que mais ? Ahahah chorem lol Sim porque a M$ sempre foi um windows espiao nao e de agora. E nao vao ficar quietos sem tomar partido dessa vantagem contra os utilizadores. Agora podem migrar a vontade para o windows 10 que a M$ agradece.

    • Danilo says:

      Como sabe-se que o linux não faz isso? Simples. É de código aberto, diferente da MS que devemos confiar nela e acredita que ela não faz X ou Y. No Linux, a distribuição pode dizer o mesmo, mas temos como comprovar pois está lá todo o código. Não tem como “escolher” ou “mudar”. É fácil de saber se há coleta de dados ou alguma coisa “shady”.
      Eu me importo com a privacidade, quem não se importa que continue usando o Windows e achando que está tudo bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.