PplWare Mobile

Afinal ainda é possível fazer a atualização do Windows 10 sem pagar nada


Autor: Pedro Simões


  1. Manuel Silva says:

    Já se sabia desde q supostamente tinha terminado o prazo para o upgrade grátis q era possível continuar a fazê-lo, o HWID.KMS38™GEN do s1ave77 usa essa técnica para activar o Windows com a Microsoft e dá para instalações novas sem nenhum problema.

  2. Jaime Filipe says:

    Basta instalarem a versão correcta do Windows 10,home ou pro de raiz e meter a chave do Windows 7 q funciona. Nós pcs mais recentes as vezes nem precisa de fazer nada por causa da licença digital.

  3. David Cordeiro says:

    O que acontecia normalmente é que quando se usava a ultima versão do Windows para fazer o update dava erro.
    Isso porque algumas chaves do Windows 7 não funcionavam nas duas ultimas versão do 10!
    Para contornar esse “problema” bastava instalar uma versão mais antiga do Windows 10 e depois de instalada fazer o update normal para a ultima versão. Sempre funcionou assim…

  4. Luis says:

    Boas.
    Nâo me parece que a minha chave do Windows 7 seja genuína.
    Serà que condigo fazer a actualizaçâo como é descrita acima?

    Obrigado!

  5. Leitão says:

    Funciona normalmente, nos PCs mais recentes que tem chave oem ativa direto

  6. mc says:

    O truque do gatherosstate.exe sempre funcionou quer em chaves legais ou com loader. Sempre ativei assim.

  7. Pedro J says:

    Tenho efetuado muitas atualizações do win7 para o 10. Ontem fiz 2 e amanhã tenho mais 3.
    Desde que o windows 7 (home e profissional. Ultimate não tem dado) reconheça a chave ativa na MS, dá para fazer upgrade.

    • Marco says:

      Espero que o faças a nível doméstico, onde ninguém se interessa setás ilegal ou não. Porque se o fazes a nível empresarial, ficas já a saber que esses computadores todos estão 100% ilegais, e se estão numa empresa, sujeita a fiscalizações , podem vir multas bem pesadas.
      Tens de adquirir um Windows 10 para teres o direito real de usar o media creation tool para fazer o upgrade.
      Não tens de usar a chave adquirida, mas tens de ter uma.
      Por isso se trabalhas no ramo, começa já amanhã a trabalhar com responsabilidade e a resolver a “cag@da” que andas a fazer.

      • Miguel Sousa says:

        Errado. Se tem uma chave do Win7 válida, automaticamente, a chave do Win10 também é válida.
        Ainda em Outubro passado estive numa empresa, que estava a ser fiscalizada, sendo que todos os computadores foram actualizados em Agosto… tudo válido.

        • Marco Dias says:

          Claro que é errado Miguel LOL. Então a Microsoft disponibilizou em 2016 um período de upgrade GRATUITO, que TERMINOU. No entanto, para ti é normal continuares a fazer upgrades fora do período GRATUITO e achares que estás legal.
          Portanto, a Microsoft lança um Sistema Operativo novo, pra não ganhar dinheiro nenhum com ele. Porque basta ter o Windows 7, que temos direito a ter um Windows que saiu não a seguir, mas depois de outros 2 (8 e 8.1). Faz todo o sentido realmente.
          Aliás, basta leres o site da microsoft acerca da tool de upgrade:
          “Utilize estas instruções quando:
          – Tem uma licença para instalar o Windows 10 e está a atualizar este PC a partir do Windows 7 ou do Windows 8.1.
          – Tiver de reinstalar o Windows 10 num PC no qual já ativou o Windows 10 com êxito.”

          “Tem uma licença para instalar o Windows 10”. Não é uma licença do Windows7, é do Windows 10. Qual é a dúvida aqui?
          Aliás, basta dizer que trabalho num instituto gigante, onde temos contacto directo com representantes da Microsoft em Portugal, e eles próprios nos informaram que é necessário a aquisição de licenciamento do Windows 10 em versão UPGRADE (que fica 60€ mais IVA, nem é caro). Mas calma, a Microsoft tem versões de upgrade académicas para encher chouriços, visto que é totalmente gratuito ter o Windows 10, basta ter um Windows de há 11 anos atrás. Realmente…

          Mas para vocês, ficar activado digitalmente já é sinal de estar legal. Eu entendo, na informática o que não falta são curiosos que acham que são sabichões 😉

        • Marco Dias says:

          Ora a Microsoft acaba de lançar a página oficial de fim de Suporte do Windows 7, e para vós, sabichões da informática, podem consultá-la em: https://www.microsoft.com/pt-pt/windows/windows-7-end-of-life-support-information

          Podem ir ao FAQ, que é feito para quem não é propriamente informado, e consultar a questão “Posso actualizar do Windows 7 para o Windows 10 gratuitamente?”
          E podem aproveitar e ver a resposta:
          “Após o lançamento do Windows 10 foi disponibilizada uma oferta de atualização gratuita; no entanto, essa oferta expirou a 29 de julho de 2016.
          Poderá comprar e transferir o Windows 10 para o seu dispositivo hoje mesmo.”

          Falar que os outros estão errados é fácil, difícil é acertar a quem se dirigem, por vezes é alguém que sabe do que fala 😉

      • TiagoDM says:

        Mentira. Muitas empresas optam por um “pack” de licenças tipo MAK ou KMS, e podem sem problema algum, dentro da total legalidade fazer o upgrade.

        • Marco Dias says:

          Tu sabes do que falas? O que não me falta aqui são licenças MAK, mas do Windows 7! E estão esgotadas as activações obviamente.
          Se não tenho do Windows 10, como é que vou estar legal?
          MAK não passa de um licenciamento em volume, não tem nada a ver com o que está aqui a ser falado.
          Aqui interessa se tens um computador com o Windows 7, não o podes meter a correr o Windows 10 e achares que estás legal só porque ficou activado digitalmente (que eu sei que fica).
          Legalmente, é necessário haver uma licença adquirida do Windows 10, que possa ser atribuída aquele computador em caso de fiscalização.

          Não podes ter acesso a um Windows novo, através de outro que tem 11 anos lol. Poder podes, usas a tool de upgrade como é óbvio.
          Agora daí a estar dentro das leis da microsoft vai um longo caminho.
          O período de upgrade GRATUITO terminou em 2016, estão já 4 anos atrasados vocês.

        • Marco Dias says:

          Ora a Microsoft acaba de lançar a página oficial de fim de Suporte do Windows 7, e para ti sabichão da informática TiagoDM, podes consultá-la: https://www.microsoft.com/pt-pt/windows/windows-7-end-of-life-support-information

          Podem ir ao FAQ, que é feito para quem não é propriamente informado, e consultar a questão “Posso actualizar do Windows 7 para o Windows 10 gratuitamente?”
          E podem aproveitar e ver a resposta:
          “Após o lançamento do Windows 10 foi disponibilizada uma oferta de atualização gratuita; no entanto, essa oferta expirou a 29 de julho de 2016.
          Poderá comprar e transferir o Windows 10 para o seu dispositivo hoje mesmo.”

          Falar que os outros estão errados é fácil, dizer que é mentira também é, agora saberem do que falam? Isso já é mais complicado.

          • Marco Dias says:

            Sim Fernando, estar ilegal a nível empresarial é a solução. Tens toda a razão. LOL
            Também me tens de esclarecer uma coisa, tás a responder a que comentário? Alguém disse que a Microsoft pode entrar onde quer?
            Tás a divagar Fernando. Ninguém falou de orgãos legislativos, nem estados, nem autoridades, isso está grave…

  8. Sandro says:

    Claro, se assim não fosse, como é que a percentagem de utentes subiriam. O que eu sei, e que realmente sempre tenho gostado, e usado SO da Microsoft, mas com o 10, tem sido complicado, porque tenho sempre a ideia, que estou usando um SO que nunca mais termina, se isso é bom, não sei, mas sei que me deixa frustrado.

  9. Danilo says:

    Não é de graça, é você que se torna o pagamento deles, com seus dados a mão deles! É isso 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.