Quantcast
PplWare Mobile

Microsoft retira datacenter do fundo do mar e revela benefícios

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. LA says:

    E se por algum motivo houver uma avaria.

    • Carlos Braga says:

      hehehe vão ter que retirar aquilo tudo do fundo do mar…
      E se tiver mau tempo ou indisponibilidade de gruas, barcos etc, aquilo fica off durante semanas.
      Só marketing bacoco.

      • Não Interessa says:

        É para isso que existe redundância de sistemas tal como existe atualmente nos sistemas terrestres.
        Se se avariar um servidor da amazon os serviços não vão todos a baixo só pk não há um sysadmin com um servidor novo no bolso, para trocar o avariado, logo ali ao lado…

      • Carlos says:

        Não é marketing bacoco, mas sim uma grande ignorância de comentadores de bancada
        Mesmo fora de água os datacenters de grande dimensão são constituídos por módulos, cada um deles com muitos servidores e quando os mesmos avariam, trocam-se os módulos.
        São projectos piloto que valem o que valem

      • ervilhoid says:

        lá por ser redundante a afirmação não está errada, se acontecer algo pode ficar lá sem fazer nada muito tempo

        • acs says:

          Verdade mas mesmo que tenha de lá estar 1 semana porque está mau tempo o dinheiro que poupas na refrigeração possivelmente compensa. Os data centers actuais quase que parecem centrais nucleares com a quantidade de arrefecimento que precisam. Não é por acaso que muitos deles são colocados em paises onde faz muito frio.
          Se tiveres dezenas destes data centers vcai ser muito dificil avariarem todos ao mesmo tempo. Terás tempo de remover para fazer manutenção. Além que se passar a cena uma cena a fazer doso os dias vão aparecer barcos e pessoal especializado em trocar estes data centers em poucas horas.

    • gabriel b says:

      Que se lixe, a Microsoft é perfeita, sem bugs e sem avarias!
      E também ninguém se preocupa com o facto de aquilo gerar calor em sítios onde devia esta gelado.

    • PAULO SILVA says:

      Aquilo não é um PC, é um conjunto de servidores geridos, quando um vai abaixo os outros assumem o controlo, sem problemas, o mesmo se passa nos datacenters e terra.
      Os servidores que apresentam problemas são desligados e assim poupam energia, quando o nível de disponibilidade começa a ficar baixo, então sim, desliga-se o modulo e se faz a manutenção.

    • Rick says:

      O sistema é redundante, uma avaria num servidor nāo afeta global.

  2. Pedro says:

    Afinal os dados não estão na “Cloud”… estão no “Ocean”! 🙂

  3. Helder Coelho says:

    Acho que o tema segurança será muito importante neste projecto.

  4. Donadel says:

    Grande poupança de energia e espaços. Visto o custo de ocupar uma área dentro do mar é centenas/milhares de vezes mais barato que na terra, compensa em vários pontos esse investimento… Sem contar com a poupança no custo em ar condicionado.

  5. Abílio Portas says:

    Foi desde o início uma excelente iniciativa por parte da Microsoft.
    Deu para tirar muitas ilações positivas e este conceito será para continuar.

  6. João Santos says:

    Parece boa ideia. Podiam também ver qual e a diferença da temperatura do mar com os data center dentro e fora de água. Outra coisa talvez também ajudasse a cortiça a isolar.

  7. Sergio says:

    É pena o artigo não falar de possíveis consequências, porque aquela zona do mar não vai continuar igual ao nível da temperatura e isso pode prejudicar o habitat de alguns seres. Ou se não existe consequências, que medidas e escolhas de local a microsoft teve o cuidado de fazer.

    • AqueleAmigo says:

      +1
      Exatamente. A ideia é muito boa mas é preciso analisar o impacto na temperatura da zona onde está inserido, as especies que ali habitam e criar uma legislação como deve ser… senão daqui a amanhã não teremos só plástico nos oceanos mas montes destes cilindros a roubar espaço às especies marinhas.

      Veremos.. a ideia é boa mas veremos..

      • Keimatudo says:

        ? 1° a superfície aquática é muito superior à terrestre, 2° duvido que sejam colocados em zonas “habitadas”, 3° tornar-se-ão zonas habitadas porque vão possibilitar a retenção de nutrientes e abrigo de seres vivos, 4° o aquecimento do sol, termoeléctricas, vulcões subaquático de certeza que alteram muito mais a temperatura da água

    • acs says:

      Achas que nos dias de hoje isso não faz parte do estudo? Obvio que sim.

  8. xnelox says:

    Funcionaram bem porque não tiveram atualizações

  9. Pisco says:

    Que grande novidade! Há muitos anos que ponho as garrafas do “verde” no fundo de um posso… O que eu poupo em eletricidade para as refrescar!

  10. Francisco says:

    É com cada entendido na matéria, nem sei porque é que a Microsoft se deu ao trabalho de testar este projeto durante 7 anos, quando podia simplesmente ter perguntado a este painel de experts!
    Os milhares de milhões que podiam ser poupados em R&D por todas as empresas por este mundo fora!

    Deus nos dê paciência e um paninho para a embrulhar c….

  11. Tripas says:

    Tudo ok
    Para hosting verde é ver esta empresa
    https://www.hydro66.com/colocation-services/
    Sempre se pode fazer manutenção !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.