PplWare Mobile

TOP 12 distribuições Linux de 2013 (Parte I)

Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

68 Respostas

  1. jrgaugusto says:

    (“Que distribuições Linux gostariam de ver analisadas em 2014?”) …slackware ou baseadas que estou agora a usar…o porteus usb.

  2. rand says:

    Gentoo (ou Sabayon que é baseada en Gentoo mas mais fácil de instalar);
    Slackware;
    Antergos (baseado em Arch Linux);
    Linux From Scratch;
    … Enfim acho que a lista podia continuar mas se dessem a conhecer pelo menos as duas primeiras ao público mais em geral não seria mau 🙂

  3. Carlos says:

    Bem…
    com tanta distro…
    é como se costuma dizer, a dispersão normalmente não compensa…

  4. Guilherme Calé says:

    Eu acho que seria boa ideia falarem do Mageia

  5. Tomás says:

    E o Ubuntu, que é a base da maioria destas distribuições?
    Eu por exemplo já uso exclusivamente Xubuntu (Ubuntu+XFCE) há cerca de dois anos e estou plenamente satisfeito.

    • Johnny says:

      Não notas lags/breaks extremos quando instalas ou desinstalas aplicações através do Centro de Software?

      É essa a razão pela qual me afastei do Ubuntu e os seus irmãos (Xubuntu e Lubuntu).

      • Ricardo says:

        a 4 anos que uso ubuntu e não tenho a minima coisa a apontar.

        O centro de software usei algumas vezes e sinceramente nunca reparei em problemas

      • Tomás says:

        Não noto lags, mas geralmente não desinstalo programas, isto porque só instalo aqueles que me são precisos.
        Mesmo via Wine, os programas só para Windows trabalham bem, excepto o Geeks Toy que é um cagagésimo mais lento via Wine.
        Não uso ícones no ambiente de trabalho, mas tenho a cairo-dock ao fundo que me permite aceder rapidamente a qualquer programa, isto para além de dar outra beleza ao ambiente de trabalho.
        O meu PC tem um processador Core i5 de 2.4 GigaHertz e 6 GB de RAM, isso provávelmente também ajuda.

    • diogo says:

      bem , base base é o debian, porque o ubuntu é baseado em debian

    • Rascas says:

      Estas bem servido servido!

  6. Asdrubal says:

    Que distribuições Linux gostariam de ver analisadas em 2014?

    Gostava de ver em análise aprofundada o BackTrack. 🙂

  7. D. Afonso I says:

    PearOS 8 em primeiro lugar? Vai lá vai.

  8. bruno santos says:

    Gostaria de ver analisado o OpenXange, o Caixa Mágica 21, o Linux Mint, bem como outras distrbuições de origem portuguesa

  9. Miguel Angelo says:

    Isto pode parecer uma calinada mas qual é a melhor versão para redes?

  10. ZiLOG says:

    Gostava de ver distribuições que não fossem baseadas no Ubuntu.

    Nota: Espero que não apaguem este comentário como fizeram com o outro.

  11. Nuno Matos says:

    Falta O Zorin. Mt bom…

  12. João Gabriel says:

    CrunchBang 11 “Waldorf”.

  13. Graziano says:

    “Emmabuntus” isto sim é que é de valor. Já analisado pelo Pplware e comprovado que sim. Bom Natal para todos.

  14. António Coutinho says:

    Tenho um pc desocupado e gostaria de experimentar o Linux já em tempos pedi e distribuiram uns CD gratuitos … tenho procurado e não encontro já pronto para instalar de raiz … uma dica como adquirir ….Obrigado

    • PSG says:

      Não é preciso um CD, basta descarregar a versão pretendida e instalar numa pen com o UNetbootin (ou outro), arrancar o pc pela pen e instalar.

      • Alfie says:

        Se o PC não arrancar pela pen (por ser antigo) será preciso queimar um CD. Para tanto é ir ao site da distribuição Linux escolhida, fazer o download da versão 32 bits (ficheiro *.ISO) e gravar o CD ou DVD. E experimentar sem instalar (opção LIVE no arranque). Tudo simples e “sem espinhas”.

  15. Macgyver says:

    Bom dia Pedro Pinto.

    Queria apenas dizer que Linux Deepin não devia estar na lista pois já o experimentei e nem a firewall ufw vem instalada ou seja o sistema é inseguro já á priori. è chinês!!! Todo o cuidado é pouco!!! Apenas tem uma interface bonita!!! De resto é a evitar.
    uma boa distribuição que não está na lista Qubes Os.
    Que tal uma review???

    Bom Natal!!!

  16. osvander says:

    O PCLINUXOS Br é uma des melhores distro que já experimentei e uso a mais de 1 ano D+

  17. João N says:

    Depois dos vários bugs experimentados no Pear 08, a minha experiência com o elementary OS Luna deu no seguinte (acho que é um problema comum a outros sistemas Ubuntu):
    – Não reconhece Routers a emitir no Ch 13 (o que limita se nos quisermos ligar fora de casa
    – Ocupa a totalidade da largura de banda o que não permite que mais ninguém consiga aceder a informação na net (deve ser muito girno num hotel, por ex.)

    Já pesquisei e pelos vistos à mais pessoas com estes problemas.

    Não sei se outros utilizadores passaram pela mesma experiência.

  18. Alfie says:

    Fazer o download do Deepin é para esquecer!!! Se calhar tem alguma chinesice pelo meio…

  19. cnavigator says:

    Manjaro, o “Linux Mint” do Arch.
    Absolutamente TOP

    Enviado do meu Manjaro
    hehe

  20. Com certeza o Pear OS está onde deveria, em 1º! Uso esse sistema e de fato é muito rápido. Tem alguns bugs que com certeza vão ser corrigidos e creio que na versão 10 estará um sistema quase perfeito, eu espero.

  21. anonimo says:

    prefiro continuar a usar o windows, na minha opinião é o melhor face ao mac os x e linux, é o mais completo e também o que já estamos habituados a trabalhar todos os dias. como se costuma dizer, a confiança conquista-se todos os dias.
    o windows 8.1 está ainda melhor e além disso eu não o paguei. dizer que o windows é caro já não é desculpa, ele hoje em dia pode ser obtido de forma gratuita e sem qualquer tipo de problemas que possam surgir, basta pesquisar um pouco…
    esta é a minha opinião, uma vez que até já usei o linux ubuntu 13.04, mas por pouco tempo pois nao gostei nada, o windows 7 e 8.1 que é os que tenho atualmente instalados no pc são muito mais simples e intuitivos, mas penso que também é uma questão de adaptação.
    mas, trocar o windows que mesmo as versoes mais antigas podem ser atualizadas para mais recentes pelo linux, eu nao trocaria, mas penso ser uma questao de habito

  22. Paulo Trindade says:

    Certo que todos têm direito à sua opinião mas parece-me exagerado o Pear Os e Deepin aparecerem como das melhores distros linux do ano.

    O Pear é baseado é de facto uma distro elegante e fluida (sim já instalei) só que tem um grande contra. É baseado no Ubuntu 13.04 cujo suporte (actualizações) termina em Janeiro de 2014. Ora parece-me uma falha enorme.

    O Deepin é muito bonito (nunca experimentei) mas tem pelo menos uma grande falha (a acreditar nos videos que vi sobre a distro), na instalação de software não pede senha de administração. Ora isto em termos de segurança está longe de ser razoável.

    Falhas desta dimensão a mim parecem-me suficientes para não considerar (é a minha opinião) como das melhores distros do ano.

    Cumprimentos a todos. Boas festas

  23. Jamerson Tavares says:

    Pear 8 mereceu o primeiro lugar!

    É verdade que está com alguns probleminhas, como o do “MyPear”, para escolher os temas. Mas isso acontece com qualquer sistema operacional, e o Pear não tem uma equipe de programadores como a do Ubuntu.

    Porém, ele é rápido, bonito e estável. Uso ele com prazer 🙂

    Também gosto muito do Mint, acho que ele deveria está na lista. Ele está cada vez melhor e é rápido também.

  24. Alison says:

    Linux Mint 16, nao tem mais completo e facil de usar por quem quiser migrar para linux. A partir de qume ja usou linux creio que o Open Suse seria uma ótima escolha. Seguro, completo e com uma boa retaguarda de apoio. O Fedora segue essa mesma linha.

    Enfim, tem linux para todos os gostos e usos. Vale a pena testar uma distro e ver que o windows nao é tão bom assim como dizem.

    Boa escolha e bom 2014

  25. Urko says:

    BACKBOX para mim, é um BackTrack/Kali bem melhorado

  26. Anastancio says:

    Resumo muito pobre, a mãe de todas as distrubuiões não foi mencionada “Ubuntu”

  27. bruno santos says:

    boas Anastacio mas o Ubuntu não é a mãe de todas as distribuições de Linux, uma vez que é uma derivação do Debian e existem distribuições que não são derivadas do Debian/Ubuntu, como o caso do Fedora, OpenSuse, Mageia entre outras.

  28. Fernando says:

    Hmmm… Muita opções e isso sem dúvida é ótimo. Eu uso Linux há muito tempo, iniciei om Unix (HP-UX, Solaris, SunOs) . Testei várias recentemente para saber se eu etaria perdendo alguma coisa. Observei vários aspectos que me intressam como performance, o quão “unix-like” é cada uma, versatildade (uso em desktop E servidores), como a distribuição é vista no mundo corporativo… E, por fim, fiquei no bom e velho Redhat! Um clone no meu caso: CentOS! (agora que ficou mais Redhat do que nunca).

  29. kellyanne says:

    distribuiçoes para iniciantes

  30. Anselmo says:

    Já usei e abusei do ubuntu e debian, mais agora estou com LinuxFx uma maravilha ditro, pra mim uma das melhores, quem usar vai gostar muito, sem palavras.

  31. carlos says:

    http://strawberry-os.webnode.pt/ é a nova distro que esta dar falar e eles disem que a prixima verção sera baseada em PEAR OS 8

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.