PplWare Mobile

Chegou o tão esperado Mageia 3 – A distribuição Linux sensação


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Luís Ferreira says:

    Nem abre o link , deve estar carregado de pedidos 😀

  2. Nuno says:

    Site offline. deve estar uma avalanche de users a tentar sacar. hehehehe

  3. Oscar says:

    Gostaria de obter um conselho vosso, qual a melhor distribuição Linux ou outro SO para:
    – Um asus eee pc 901 (com 4gb HDD rápido + 16 HDD e 1 Gb RAM)

    Resolvi desinstalar o Xp porque as atualizações mataram o bichinho, agora tenho de pensar numa alternativa.

    Obrigado

  4. Renathofl says:

    Bom dia .

    Instalei o que foi apresentado em artigo anterior a este , mais , o wireless não é detectado nem com “rezaaa brava”.O restante está a funcionar a contento.

  5. Francisco says:

    Bom dia, sei que se calhar estenão é o melhor sitio para pergunar, ou até pode ser, aonde é que estão a ver o Ranking das distribuições linux, eu costumo ver no site DistroWatch e há muito tempo que o Ubuntu não está em primeiro lugar!!!!!!!!!!

  6. Oscar says:

    Comecei por testar 1º o Lunbuntu, se não correr bem vou diminuindo os requisitos
    formatando as partições.
    C: (tamanho total 4GB) em ext4
    D: (tamanho total 16Gb) em ntfs.

    Ocorreu o 1º erro “Não está definido o sistema de ficheiros raiz”, ou seja o SWAP.

    Perguntas:
    1. Qual a dimensão recomendada e como devo fazer as partições, tendo em consideração que o PC servirá para mostrar PPT, PPTx e Vídeos sobretudo.

    Obrigado

    • Daniel Gomes says:

      Parece-me é que não defeniset o / que é a raiz.

    • Alucard says:

      Julgo que estás a fazer confusão sobre o que é uma partição SWAP. Não tem nada a ver com a raíz do sistema, é um mero tanque de reserva de memória virtual,para quando te acaba a RAM ou colocas o PC em hibernação. A partição raiz num sistema Linux é representada por /, e é onde irá ser instalado o teu sistema e aplicações. É claro absolutamente necessária. Podes criá-la com qualquer sistema de ficheiros, até NTFS, mas é altamente recomendável que uses EXT4. Crias a partição primária em EXT4 e defines o ponto de montagem em /.
      A partição SWAP é necessária se quiseres hibernar o pc. Como tens 1 Gb de RAM deves criar uma partição com um 1 Gb.
      Podes ter partições específicas para a pasta pessoal (/home), arranque do sistema (/boot) mas essencial é a / e a Swap.

      • Eu says:

        concordo contigo em tudo menos num pequenissimo ponto e que no teu próximo post referes mas sem explicar :a partição SWAP num SSD “degrada” a esperança de vida da unidade,logo,concordo contigo em instalar a SWAP no HDD de 16GB e nunca na unidade SSD!
        -no meu caso,como só tenho 4GB-SSD,dispenso a hibernação e coloquei um pente de 1GB-RAM que com o tempo percebi que não era necessário,por isso,recoloquei o pente de 512Mb.

    • Alucard says:

      Apenas mais umas considerações: Como pretendes aproveitar os beníficios de um SSD, é importante que o sistema e aplicações fiquem instalados no SSD, ou seja a partição /. A questão é encontrar uma distribuição pequena em que 4Gb sirvam bem para o sistema base mais as aplicações que lhe queiras instalar. As distribuições mais populares como Ubuntu, Mint, Fedora não servem em 4 Gb e eu estou pouco familiarizado com as “pequenas”. Felizmente os outros utilizadores já te apresentaram opções válidas.
      Neste cenário, terias o / no SSD e uma partição /home, para todos os teus documentos e ficheiros pessoais, e SWAP no disco de 16 Gb. O SSD e HDD devem estar identificados no processo de instalação como sda e sdb (vê qual é qual pelo seu tamanho respectivo). Na nomeclatura UNIX, sd é storage device, e terias storage device a e b e depois as várias partições representadas com números sda1, sda2…

      Caso aches isto demasiado complicado, instalas tudo apenas com uma partição raiz e só no disco de 16 Gb. Os ganhos de performance que deves ter em usar Linux em vez de Windows XP, já serão significativos, mesmo no disco “mais lento”.

  7. Alex says:

    Uso e aprovo
    Muito melhor que o Ubuntu (que hj em dia parece apostar mais em marketing que qualidade)

  8. R!cardo says:

    Montei um sistema mini-itx para por na sala para fazer de mediacenter e fileserver. Instalei o Ubuntu 13.04 e partilhei umas pastas, o problema é que só consigo visualizar essas pastas no Windows. No meu desktop e portátil tenho instalado o Mint 14 e não consigo visualizar qualquer pasta. Alguém me pode ajudar sff

  9. Felipe says:

    Manjaro, THE BEST!

  10. Fernando BR says:

    Boa dica, mas ainda prefiro o Kubuntu LTS, afinal são 5 anos de suporte

  11. Al says:

    Boas a todos,sei que este não é o melhor lugar,mas resolvi instalar o Mangeia 3,ate ai tudo bem,mas agora esta-me pedindo o localhost…isto é tramado andar as escuras,porque isto é os meus 1ºs passos em linux(acho eu)…se pudessem dar me umas dicas agradecia,mas agora era mesmo porreiro esta cena do Localhost…
    fico aguardando…
    cumps…

  12. emecoelho says:

    Olá a todos. Estou com problemas no Mageia 3 gnome, não consigo obter ligaçao wireless. Já testei a versao KDE e tudo funcionou muito bem.
    Alguma dica?
    Tudo funciona bem quer com o Ubuntu, Mint, OpenSuse, Manjaro…
    Tenho uma Atheros AR242x/AR542x

    Obrigado desde já.

  13. Maurilo says:

    Gostei muito do Mageia. Muito elegante e funcional!

  14. JoãoDamasceno says:

    Parece brincadeira, mas sinceramente, não faço a menor ideia de como criar um pendrive inicializável com o Mageia 5. Não é possícel usar o Unetbootin e os tutoriais que tenho encontrado são uma desgraça. Aliás, não tem versão pra arquiteturas i386 de 32 bits? Posso usar o i586? (desde que seja de 32 bits). Valeu…….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.