PplWare Mobile

FreeNAS 11.3: Quando não há dinheiro para um NAS a sério


Autor: Pedro Pinto


  1. Mestre em direito says:

    Espera aí, para quando não há dinheiro para um NAS (a partir de 70-80€, outros mais baratos usados em excelente estado) e oferecem como alternativa o FreeNAS que exige como mínimo hardware 64-bit processor and at least 8GB of RAM, o que não só é muitíssimo como mais caro e consome mais que um NAS típico!

    Se fosse uma solução baseada em RPi ainda entendia… mas um NAS oferece por menos de 100€ o hardware e fonte de alimentação para 2 discos; um RPi e fonte de alimentação para 2 discos já lá se vai a vantagem.

    Portanto: não compliquem e comprem um NAS, vão melhor servidos

    • Rodrigo says:

      Percebes tanto de tecnologia como eu de Tricot.

      • Miguel says:

        Olha que ele tem uma certa razão.

        Basic Requirements
        Boot Device: 8 GiB is the absolute minimum. 16 GiB is recommended.
        64-bit hardware is required for current FreeNAS releases. Intel processors are strongly recommended.

    • security says:

      Essa NAS que falas tem uma capacidade de processamento de um Raspberry. Isso não é uma NAS a sério, é um Tamagochi que tem dois discos. O título está totalmente errado, pois uma NAS a sério leva FreeNAS e não aquelas convencionais compradas a peso de ouro por hardware de tostões.

  2. rand says:

    O FreeNAS é tudo menos low cost, só nos componentes para os requisitos mínimos consegue-se gastar mais do que comprando um sinology ou qnap.
    Já para não falar na energia consumida pelo equipamento visto que os sinology e qnap costuman ter processadores ARM de baixo consumo energético que às vezes em carga máxima conseguem gastar menos energia que algums x86_64 em estado “idle”.

    Já agora o que é um NAS a sério para ti? É que basta ir aos fórum do FreeNAS para ver que há gente a correr este OS em verdadeiros monstros (com dezenas de cores e centenas de GB de RAM).

    A minha sugestão para quem tem um PC mais velho que quer reutilizar como NAS é o openmediavault para quem quer/precisa de uma interface web ou então simplesmente Debian ou CentOS.

    • security says:

      Estás a comparar um Ferrari a um Fiat. Se vês pessoal com “monstros” a correr o FreeNAS, imagina a quantidade de coisas que fazes nela. Isso não é para meninos brincarem, partilharem fotos e anexares os teu media. Um FreeNAS é algo bem mais potente, para coisas bem mais sérias que um simples home backup / cloud backup.

      Comprar um ARM Dual Core, 512Mb de ram a 250€ não é de longe barato. Nem o software que lá têm em cima para facilitar os que menos entendem das coisas vale esse preço. Peguem lá numa Synology ou numa QNAP e metam-se a fazer transcoding num PLEX ou metam lá 4 ou 5 serviços a sério, backups a rolar + stream de media + cloud e vejam onde fica essas ditas “NAS” baratas. O barato sai caro. Se querem uma coisa a sério, de longe FreeNAS com um Hardware em condições. Se querem algo para ter em casa para meter as fotos de família e sem esforços, fiquem lá com as vossas Raspberry branded QNAP / Synology.

      • Mestre em direito says:

        usar um PC que gasta 250W ou mais para fazer de NAS para…PLEX, serviços “a sério” e stream de média? LOL isso que deves estar a planear deve ser algum serviço de pirataria com muitos maus aparelhos de playback…

        Eu com um NAS de menos de 100€ tenho 2 HDD a servir para 3 PC e uma TV + Nvidia Shield TV ficheiros 4K de 200 Mbps, VPN, acesso externo e correm backup também, sob rede gigabit. Zero problemas.

        Mas claro, tenho uma Nvidia Shield TV que me faz playback de 4K HDR x265 sem suar. Apesar que ela pode fazer transcoding sem suar, plex, e gasta em 5 anos o que gastas num mês.

        Mas não devo ter as tuas necessidades…

        • Rodrigo Da Silva says:

          lol Fazes transcoding the ficheiros 4k nativamente com um equipamento de menos de €100..deve ser deve!! Para fazer transcoding de 4K precisas de pelos menos um intel core i5 ou i7.

          • Tecnico Meo says:

            GPU dedicada…e um a 2 streams sem transcode de 4K HDR…serve perfeitamente a GPU da Nvidia Shield…isto porque o transcode corre nativo

        • mlopes says:

          mas que raio de nas de 100 euros é esse afinal?

        • Carlos Vieira says:

          Estou a ponderar compra de um sistema NAS e gostei da maneira como expôs o seu ponto de vista. Gostaria de saber qual é o “NAS de menos de 100€” a que se refere. É possível?

        • Carlos Vieira says:

          Este pessoal que aqui vem mandar bocas é tudo uma cambada de mentirosos, a começar por este mestre de m*** que diz que tem um nas, mas não é verdade . Se fosse verdade diria qual é o nas que tem, depois de várias pessoas o pedirem.
          Assim sendo tudo isto passa a ser uma conversa de chacha. E como conversa da treta, não dá vontade de contribuir com nada. É tudo conversa falsa.
          Até um dia

      • rand says:

        Os Synology em termos de hardware pode não ser barato mas tens a conveniência de não ter que configurar tudo (e para o público alvo isso vale muito mais do que o hardware que está lá dentro), mormalmente também suportam hot swapping e em termos de € normalmente acabas por gastar menos do que numa solução decente para FreeNAS.

        Em termos de serviços “a sério” alguns synology e qnap conseguem fazer transcoding de 4K mas sinceramente não faço ideia de quanto custam esses modelos nem o quanto isso afecta outras tarefas.

        E basicamente nós concordamos em relação ao FreeNAS, não é algo em que se invista tempo (e dinheiro em hardware) só para partilhar algumas fotos e a minha pergunta para o Pedro sobre o que é que ele considera um NAS a sério tem a ver com isso mesmo, se o FreeNAS não é uma solução a sério não consigo ver nada que o seja.

    • sirGrifo says:

      tudo dito, sem mais

  3. E.NEVES says:

    Concordo com o “Mestre em direito” e o “rand”, de lowcost o FreeNAS tem 0!
    Querem low cost usem qualquer coisa de entrada de gama da Asustor, Qnap, Synology, etc ou um PC antigo e metam Openmediavault.
    FreeNAS um Hardware já mais em “condições” para correr em condições. Tem um em casa e comecei “lowcost” e quando fiz o upgrade para Hardware decente senti logo a diferença para o meu uso em particular.

    • Rodrigo Da Silva says:

      acho que quando ‘e dito ‘lowcost’ quer dizer que o SO ‘e de borla..nao se paga nada para o ter e utilizar.

      Enquanto que qualquer outros NAS acabas por pagar o SO quando compras o dispositivo.

  4. Ruy Acquaviva says:

    O OpenMidiaVault pode ser instalado em um Raspberry Pi, obtendo-se um NAS Low Cost cuja vantagem em relação ao uso de um PC antigo é o baixo consumo de energia e o pequeno tamanho (caso a ocupação de espaço espaço seja um fator relevante).

  5. Soloam says:

    Só quem nunca montou um FreeNAS é que pode dizer que é LowCost! O equipamento para correr de forma fiável é tudo menos barato. Memória ECC e CPU para as suportar, que é exigido pelo ZFS, minimo de 8GB de RAM, mais 1 Giga por TB de discos, é brincadeira para ficar bem caro… Experiencia própria

    • Rodrigo Da Silva says:

      Freenas ‘e tao poderoso que podes utilizar qualquer hardware e aquilo corre bem.

      Eu nao tenho memoria ECC no entanto o meu sistems corre perfeitamente.

      Ate digo mais – No inicio quando estava a brincar com Freenas nao tinha os requisitos minimos de hardware (de longe) no entanto corria bem. Comprei um computador basico e fui melhorando o hardware com o passar do tempo e aquilo sempre se portou bem…Experiencia propria.

  6. Rodrigo Da Silva says:

    acho que quando ‘e dito ‘lowcost’ quer dizer que o SO ‘e de borla..nao se paga nada para o ter ou utilizar.

    Enquanto que qualquer outro NAS acabas por pagar o SO quando compras o dispositivo. Pagas mais por menos.

  7. NelsonR says:

    NAS não é backup.

  8. Realista says:

    Pessoalmente tinha um PC velho lá por casa e resolvi dar uma nova vida.

    Assim arranjei um disco de 1TB no OLX e umas memórias novas 4GB, liguei umas webcam instalei o OpenMediaVault de base.

    Depois instalei o Zoneminder fiquei com um sistema de vigilância com alertas no telefone;
    Instalei o Plex e fiquei com um media server;
    Instalei o Sonarr e fiquei com um serviço automático de gestão e downloads;
    Instalei o Deluge e fiquei com um servidor de torrents;
    E ainda o uso para media storage…

    Para mim serve.

  9. Hurley says:

    Quando nao ha dinheiro para um NAS? Loooool é o que tenho para dizer, estes gajos não sabem do que falam. Passam mensagem opennas é uma coisa bazaroca.

  10. Andrey says:

    No Brasil, tinham os NAS ASTech One, da ASTech. Eram equipamentos montados e configurados com o OMV. Rodavam super bem e com baixa requisição de hardware…Os primeiros, eram uns AMD K62-500 com 512 ou 768 Mb(não lembro)… Podiam ser expandidos conforme a necessidade… EM São Paulo, na Santa Ifigênia (bairro / local) de computadores e eletrõnicos usados e novos, as vezes, se encontra os NAS ASTech One usados.

  11. JoséF says:

    Faço fotografia como hobby e andava a estudar este tema há algum tempo. Tinha 2 discos no PC que não usava, gastei nem 200€ e fui buscar um Asustor novinho em folha. Pequeno, estiloso, silencioso. Ainda considerei algumas alternativas mas de facto os Asustor são NAS muito completos, mesmo no caso do meu AS1002T mais modesto. Então o SO é um mimo, cheio de tweaks e muito fácil de usar para leigos na matéria como eu. Quando não há dinheiro para um NAS a sério, tenta-se ir buscar o mais parecido com o mínimo orçamento possível. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.