Quantcast
PplWare Mobile

Utilizadores confiam mais na Google e Amazon que na Apple quando o tema é privacidade

                                    
                                

Fonte: The Washington Post

Autor: Pedro Simões


  1. IKAROS says:

    lol, estas sondagens de opinião são hilariantes.

    A Google sabe tudo sobre nós, costuma-se dizer que até sabe que uma mulher está grávida antes dos companheiro (devido às pesquisas que começa a fazer no Google).
    A Google lê todos os emails, sabe tudo sobre nós, e influência as respostas das pesquisas e publicidade de acordo com o que sabe de nós.

    Conclusão, a definição de privacidade das pessoas não é a mesma que nós.

    • Toni da Adega says:

      A diferença é que a google assume e não esconde que recolhe os dados. Esse é o negocio deles.
      A Apple diz que é tudo privado e que não recolhe nada e no final não é bem assim.

      • Gonçalo says:

        O que é recolher dados mesmo ? quando registas uma conta na apple achas que os dados evaporam ?

        • Toni da Adega says:

          Ainda há uns tempos foram apanhados a ouvir conversas que a Siri envia para os servidores deles isto enquanto diziam que o que se passa no iPhone fica no iPhone. Existe outros muitos outros exemplos.

          Prefiro uma camera de vigilância que está assinalada, que uma sala “privativa” com cameras ocultas.

    • Nuno says:

      Mas isso é obvio tal como o banco sabe o dinheiro que tens na conta, as pessoas confundem muitoprivacidade com emails guardados em base de dados, os servidores da google sim sabem tudo sobre ti agr existe algum borrego que esteja a ler os teus emails? não lamento não és assim tão interessante, a IA da google até pode saber que a tua mulher está gravida mas de certeza que o john que trabalha na google não quer nem saber se a anabela está gravida ou não

      • IKAROS says:

        Mas para ti na privacidade só contam pessoas??
        E depois quando a Anabela anda noutro sites e só aparece publicidade a acessórios/mobiliário de bebé (porque a Google fornece a pub), já não conta?
        Privacidade já era.

        • Nuno says:

          Ora aí está, o vosso problema não é que as empresas tenham os dados porque isso todas têm, o vosso problemas é a maneira como os tratam, se eu coloco na minha conta do google que gosto de carros não me importo minimamente que me apareçam coisas se carros mas isto sou eu cada um sabe de si as vezes até facilita

    • rockwoody says:

      Há uma coisa chamada ‘definições’

  2. 12335 says:

    O Washington Post é propriedade do Bezos, grupo Amazon, só pra lembrar. Portanto inquérito e notícia com fiabilidade 0.

  3. David Guerreiro says:

    Eu confio na Amazon como vendedor, sei que estou sempre assegurado como cliente, e nada mais. Sei perfeitamente que recolhem todos os dados possíveis sobre mim, sobre as minhas preferências, etc.

  4. Micas says:

    Venha o diabo e escolha!
    Cada uma pior do que a outra. É preciso ser-se muito inocente para acreditar em qualquer uma delas, digam elas o que disserem.

  5. iN127pkt says:

    Quando tema é big techs não há como colocar “confiar” e “privacidade” numa frase.

    Nos tempos onde Big Data é uma coisa que poucos entendem, mas que dá lucros às empresas, pois as publicidades precisamente posicionadas nas páginas com objetos, viagens que tencionamos comprar ou fazer, não vêm do ar.

    As pessoas conseguem ser tão inocentes.

  6. alt.menino says:

    Gostava de ver abordado o tema web 3.0, a sua descentralização e aplicações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.