Quantcast
PplWare Mobile

Amazon: Moradores de Lockeford começarão a receber encomendas por drone

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. skyline says:

    quando começar em lisboa , os drones começam a chocar contra os edificios de 8 andares

  2. SANDOKAN 1513 says:

    Vêm mais depressa as encomendas por drone do que pelos CTT,lá isso podem ter a certeza. 🙂

  3. Joao Ptt says:

    Estou à espera é da notícia do furto de encomendas directamente dos drones. Sem falar nos drones abatidos por malta com caçadeiras e tal.

    Nos EUA têm a mania de deixar as encomendas à porta das casas, e então os furtos são uma verdadeira praga, e a polícia normalmente não quer saber nem mesmo se apanhados em flagrante e com vídeo de prova. E os tribunais então imagino que mandem a pessoa embora de volta para a rua mais rápido do que o tempo que demora aos polícias preencher a papelada.
    Se o drone largar as encomendas à porta/ no quintal, vai continuar o mesmo problema.

    Consigo é imaginar um negócio de caixas de armazenamento automatizadas, compatíveis com a Amazon e outros distribuidores, que têm associado um terminado identificador único exclusivo, e que os drones se dirigem para tais caixas, deixam nelas a encomenda, a caixa confirma que de facto recebeu aquela encomenda e guarda a mesma no seu interior em maior segurança. Talvez com câmaras, para se alguém mexer se ver o que aconteceu. E depois basta colocarem penas perpétuas de reeducação forçada, com possibilidade de liberdade a qualquer momento após a sociedade estar convencida de que tal pessoa não irá cometer novos crimes e tornar-se-á uma pessoa útil. Sociedade essa representada por políticos, psicólogos, psiquiatras, polícia, educadores, direitos humanos, etc. e no final tal seria decidido por um juiz que levaria toda a informação em conta para decidir reintegrar à sociedade, ou manter a pessoa afastada da mesma. Se toda essa gente poderia ser enganada? Claro, mas sempre é melhor que condenar a sabe-se-lá quantos anos e depois saem de lá iguais que qualquer um diria que era óbvio que voltariam às actividades criminosas… e sempre se reduzia a quantidade de pessoas que não sendo mais perigosas para a sociedade, porque mudaram a sua forma de pensar, de se manterem presas só porque sim, assim como de deixar sair pessoas que claramente nunca mudarão passe o tempo que passar, e que serão sempre um obstáculo à tranquilidade da comunidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.