Uber fecha o ano com prejuízos de 2,8 mil milhões de dólares


Destaques PPLWARE

29 Respostas

  1. NuvemBranca says:

    com o que esta acontecendo com a uber, ainda vai acabar.. será?

    • Echo says:

      “O negócio da Uber é enorme e está a crescer.”
      Ainda que desapareça a Uber, o seu conceito no entanto não desaparece e isso é o mais importante.

      • Antunes says:

        Se for como em Portugal deveria acabar!

        Aqui para ser condutor Uber tem que se trabalhar para uma empresa que na maioria são de taxistas e que ficam com 40% do que fazemos na plataforma, só mesmo em Portugal vergonha complea….

        • Manuel Francisco Pereira Rodrigues Vaz says:

          Cria a tua próprio empresa, compra o carro, paga os impostos e a manutenção, trabalha por tua conta e deixa de chorar.

          • coiso says:

            e achas que quando a uber tiver o automóvel autónomo precisa da tua empresa para alguma coisa???? ahahaha

      • Daniel says:

        Alguns reparos: embora diga “o negócio da Uber”, na verdade o que deveria dizer é o mercado onde a Uber opera e as vertentes onde a Uber opera… isto porque o potencial existe, a Uber é que não tem conseguido capitalizar q.b., quer porque existem constrangimentos legais quer concorrência.

        Outro reparo é que a Uber pode ter quem a avalie em 69 mil milhões de dólares mas, a somar prejuízos de 10 dígitos ano após anos, se não der a volta rápidamente não serão só os altos executivos a abandonar o barco como também os investidores e aí não haverá Uber para ninguém e haverão muitos investidores a chorar (e não serão perdas pequenas).

    • Miguel Sousa says:

      Esta parte da empresa dá 2800 milhões de prejuízos… a Uber do Delware, em 2015, deu 6300 milhões de euros de lucros. Com a diferença que esta Uber tem de pagar impostos sobre o rendimento na Holanda, Irlanda e EUA. A Uber do Delaware não paga impostos em lado nenhum, nem tem as contas registadas.

  2. Nuno says:

    Acabar acho que não, no entanto história tem muitos exemplos de desaires.. Vejam a Nokia, era um colosso e afinal…mas é uma estupidez de dinheiro mesmo assim. 3.8 mil milhões, mas mil milhões foi só para entrar na China e correu mal…

    • Belmonte says:

      comparar alhos com bugalhos e tal…

    • Sergio says:

      Isso é misturar tudo no mesmo saco.. vários investidores, uns arrependidos outros não, não quiserem investir na uber pelos problemas legais que iriam surgir no futuro com sindicatos e governos.
      Não vai ter uma vida fácil a uber, mas também ja rendeu muito dinheirinho vamos ver o que o futuro nos tras

  3. Alvega says:

    Quanto maior se sobe, maior a queda.
    “A empresa está avaliada em 69 mil milhões de dólares”, pois,pois, a conversa do costume, quando estoirar, veremos…
    “Nos últimos meses, a Uber viu um êxodo de altos executivos”, se eu fosse um má língua, diria que os ratos sao sempre os 1ºs a abandonar o barco, mas neste caso direi apenas que sendo executivos do topo, estão BEM INFORMADOS, do estado da empresa… e vai dai, ás de vila Diogo.
    “A empresa já confirmou os valores, embora não publique os dados financeiros.”, nao paga os impostos devidos, nao apresenta contas, nao respeita os direitos dos seus “colaboradores”, a lista é extensa, mais uma dot.com que vai de canoa.

    O conceito de negocio, pode até ser positivo, mas a concorrência é desleal, e “quem com ferros mata, com ferros morre”.
    O governo Português, deve estar a “sofre”, pois a Uber , calculo , deve ter contribuído IMENSO, para baixar o desemprego, tal a quantidade de novos Empreendedores \ patrões \ que criaram o seu próprio emprego, para prestar serviço Uber. Se a coisa estoira, lá vamos nós rever em baixa as estatísticas, pois muitos vao passar a ser “colaboradores” desempregados. O mercado automóvel, também se vai ressentir, pois os carros uber, sao recentes, em regime de aluguer operacional (calculo eu…), e podem inundar o mercado de veículos semi-novos, para venda.

    “prejuízos de 2,8 mil milhões de dólares”, como eu gostava de saber a que se deve tamanho montante !!!
    Uns servidores, umas Apps, e uns Eng Informáticos, nao justificam o montante, algo me deve estar a escapar.

    • José Rodrigues says:

      Para estoirar as acções precisam de desvalorizar muito o que não vai acontecer na próxima década, grande maioria dos investidores ainda não fez cashout, ainda há muito para acontecer e novos investidores continuar a entrar.
      Os prejuízos são muito fáceis de justificar, continuam a alargar o leque de operação para mais países e mais cidades, em muitos países significa multas diárias avultadas por falta de legislação ou pura e simplesmente por serem considerados ilegais, continua com muitos processos e continua a pagar tudo referente a multas “operacionais” de condutores, além disso estão a esbanjar dinheiro na aposta do uber green que os carros efectivamente são da uber e concedem-nos aos operadores/condutores para testar o mercado e o conceito e esbanjam muito mais na construção de carros autónomos assim como novos modelos de negócio.
      Duvido que nos próximos 4 anos a empresa venha a dar lucro, a boa notícia é que para quem investe em bolsa assim que a empresa se tornar pública vai render muito dinheiro a quem investiu nela.

    • Ito says:

      UBER sobrevive em territorios alheios pois vive a pagares propinas gordas aos politicos aos representantes do judiciario e aos meios de comunicacao .E dai que vem os maiores prejuizos nao contabilizados pagos em suborno, Aqui no Brasil a mascara ja esta caindo!!!

    • Rosso says:

      Ainda gostava como se enquadra a Uber na legislação de vendas abaixo de custo. Ano após ano de resultados negativos e ainda assim continuam a operar, levando à destruição da concorrência de forma obviamente ilegal. E ainda chamam os taxistas de mafiosos.
      De mim, nem um cêntimo.

  4. David says:

    Nunca financiei esta mafia e quando estoirar que só sofram os que pregavam que a UBER era justa e um modelo a seguir para o futuro, fraude pura e simples e vai sobrar para os contribuintes…

  5. Carlos Florencio says:

    Usem cabify que é mais barato e ainda vos dão água e rebuçados dentro do carro.

    Se quiserem 6€ gratis na primeira viagem:
    https://cabify.com/i/carlosf2879

    Podem ainda usar o código GOLISBOA para dar mais 20% de desconto, podendo fazer uma viagem gratuita de até 7.5€!

    • Belmonte says:

      Na Cabify os motoristas ganham mais dinheiro do que na Uber ou recebem menos para que se possa dar rebuçados aos clientes? lol

      • Carlos Florêncio says:

        Por acaso já meti conversa com alguns motoristas e eles dizem que a cabify paga mais (em bónus) para angariarem mais motoristas para o serviço.

        Mas pelas histórias que ouço, muitos trabalham mais que as 8h por dia para ganharem um ordenado de jeito.

        De qualquer das maneiras, eles trabalham para empresas terceiras e essas empresas é que lhes pagam o ordenado. Eles tanto podem conduzir pela uber ou pela cabify depois.

  6. sandra mara rosa alberti says:

    Eu estou indignada com UBER ,gastei pq não tinha para fazer minha carteira e fui reprovada sem saber o motivo.

  7. Adinei Gazani says:

    Sou motorista Uber em Santos/Brazil e observo que a empresa pode potencialmente um bom negócio, desde que eles trabalhassem pensando em adequar a política de preços com as dia combustível. É muito gasto para pouco lucro.

  8. Joao says:

    A Amazon deu prejuízo nos primeiros 20 anos. Estas coisas acabam por ser normais. A Uber quer ficar com o monopólio do mercado e depois praticar os preços que entender. Se vai conseguir ou não, isso é outra história.

    • Miguel Sousa says:

      A Amazon deu prejuízos, porque precisou de espalhar 1830 armazéns pelo mundo inteiro e criar contratos proveitosos a nível nacional na maioria dos países onde opera. Mesmo assim, a nível publicitário, SEMPRE teve lucros para distribuir pelos accionistas da empresa que voltou para a empresa mãe em 2013, depois de 28 anos como autónoma a gerir a publicidade da Amazon, com o mesmo elenco directivo, com a diferença que estava sedeada em Singapura e Ilhas virgens britânicas. Nesse ano aproveitaram a mudança de leis europeias, que fazem a Amazon pagar 800% a mais de impostos do que pagaram em 2012, daí terem aproveitado para realizar uma operação internacional que estava pendurada há muitos anos.

  9. Belmonte says:

    Esquecem Uber e Taxi.
    Car sharing é que tá a dar!

  10. gambuzino says:

    Uber com prejuízo ??? Só quem desconhece o tipo de banca que está por trás do projecto ficará preocupado. Desde o primeiro dia a dar prejuízo agora a escala global e ainda não fechou porque será ? Obra e graça do espírito santo também ouve por cá ou então são uma nova instituição de solidariedade mundial

  11. Pat Bel says:

    Espero que Uber cresça e não termine.

    Uma coisa é certa Uber iniciou esta nova modalidade de transportes de passageiros e agrada 99% das pessoas.
    Uber também abriu portas a outras empresas tecnológicas que prestam mesmo serviço, mas só se fala na Uber.

    Normalmente fala se sempre do que é bom.

    Finalmente Uber dá trabalho a milhares de motoristas neste Mundo , políticos de mts países devem agredecer Uber pela taxa de deminuição do desemprego.

    Uber enquanto pode não desista , não é qualquer um que luta contra tudo e todos.

    Resto td tretaaaaa….

    • XXT says:

      Esperemos que a Uber desapareça e dê lugar a empresas decentes. A Uber não arranja empregos, arranja trabalho. Trabalham muito e ganham pouco. São mais uns exploradores que ainda andam a destruir o mercado de emprego, ou para onde acha que vão os taxistas ou empregados de outras empresas de transporte à conta de uma empresa exploradora e que foge aos impostos e todo o tipo de responsabilidade?

  12. Joao says:

    Um pouco off topic mas aqui fica uma historia publicada por uma engenheira de software que trabalhou na Uber https://www.susanjfowler.com/blog/2017/2/19/reflecting-on-one-very-strange-year-at-uber

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.