Uber: vídeo mostra CEO irritado com acusações de motorista


Destaques PPLWARE

25 Respostas

  1. Arkan says:

    O motorista entrou porque quiz. se nao ta feliz va trabalhar como taxis comum….

    • Adriano Hugo da Silva says:

      Lixo não consegue trabalhar em táxi!

      • NotUber says:

        Pois se calhar tem que ser como muitos (felizmente não todos) bêbado e mal educado.
        Nunca andei de uber mas não acho correcto culpar os condutores. Taxistas são tão corajosos contra a uber mas porque não vão atrás dos verdadeiros culpados? Porque não vão atrás de quem não faz as leis? Os motoristas da uber viram uma oportunidade de poderem ganhar o seu. é ilegal? Vão agora mandar areia para os olhos que os taxistas são uns santinhos?

        Uma vez um no aeroporto estava praticamente cego porque tinha acabado do fazer uma operação aos olhos e apesar de ser de noite não aguentava com a sensibilidade à luz. Como não via e não havia muito trânsito aquela hora então andava na faixa contraria, proibidos, zebras, era tudo dele..

        Conheço até quem é taxista e recebe subsidio de desemprego.
        Conheço quem é taxista sem as devidas habilitações.

        Felizmente agora quando ando de táxi uso sempre apps onde posso fazer queixa dessas pessoas se for o caso.

    • luislelis says:

      Quando não se está feliz, não se foge, luta-se por melhore condições.
      Eu sei há quem prefira culpar os governos, ou a esquerda, a direita e o centro.

    • Guiomar says:

      Será que não percebeste que quando “entrou” as condições eram melhores? Que a Uber tem pago cada vez menos aos condutores por viagem? Os condutores não são ouvidos nem achados na fixação de preços, será que para ti nem reclamar podem?

    • Ora ora says:

      Espero que o teu patrão reduza o teu salário sempre que lhe apetecer e ainda te aponte a porta de saída se não achares justo. Triste povo atrasadinho q ainda acha que gerir é igual a tratar mal os empregados. Como se não fossem eles que PRODUZEM a riqueza…

    • Uber says:

      O problema é que é um trabalho que está ao alcance de quase toda a gente e há muito boa gente que seja bem ou mal pago precisa e dá valor a esses euros que entram na conta todos os meses.
      A verdade é que é uma exploração , trabalham horas e horas a troco de umas migalhas.

  2. Arlindo Pereira says:

    E o vídeo?

  3. Alberto says:

    Mais um no desemprego

  4. Coiso says:

    Como é que ele colocou uma câmara para gravar? Isso não é ilegal?

  5. Antunes says:

    Concorrência = Mercado Livre.

    Quem sai a ganhar é sempre o consumidor, estes taxistas mudaram de taxi para UBER a pensar que iam ter o mesmo lucro, azar…

    Ao contrario de Portugal, se eu quiser trabalhar para a UBER tenho que me associar a uma empresa que me pede 40% do meu lucro só para poder usar o meu carro na UBER, por isso eu digo a UBER ainda não chegou verdadeiramente a Portugal!

    E maior parte dessas empresas são de taxistas, falo por expriencia propria fui a 2 entrevistas e pedem entre 30 a 50% do meu lucro na UBER….

    O ppl não sabia, mas se quiserem trabalhar para a UBER em Portugal tem que ser xulados…

    • Coiso says:

      Amigo há muitas maneiras para se trabalhar para a Uber. Ou crias tu a empresa e o carro é o do teu leasing…
      Ou trabalhas para alguém que te pode ficar entre os 30% e os 50% como disseste e bem.
      Há outra maneira que é uma percentagem fixa que se dá ao teu “Patrão” por semana. O resto é teu…. e por aí vai. Tens algumas maneiras de trabalhar. Resta saber qual queres, porque andar a falar mal por falar isso toda a gente atrás do computador faz!

  6. Diabo Vivo says:

    Este Travis não deve ser boa espingarda. Ainda ontem li uma história sobre como se trabalha na sede da empresa. E não é nada bonito. Esta malta ganha muito dinheiro muito depressa e não respeita ninguém…
    I am an Uber survivor – https://goo.gl/yK8slS

  7. Alvega says:

    Estou contente, nao pelo conteúdo da noticia em si, mas por ter sido divulgado neste blog, pró Huber e Tesla.
    Quanto há noticia, é o capitalismo no seu melhor,e pela lógica de muitos comentários postados, (calculo que de gente, que nunca fez ou produziu nada), os patrões, desculpem, EMPREENDEDORES, (eu chamaria outra coisa), podem fazer uso do tempo, da força, e das demais capacidades de um empregado como bem lhe aprouver e quando lhes aprouver, mudando inclusive as prerrogativas unilateralmente, quem assim pensa vai chegar longe pela certa, pena que como todos os maus hábitos tenha tendência a disseminar-se, e vai dai um dia vai cair em cima de vós, apoiantes incondicionais.
    Nao sou contra nem a favor de taxistas (mais contra de que a favor), mas sou SEMPRE a favor de regras CLARAS e IGUAIS para todos.

    • Vítor M. says:

      Pró H(uber)? Sim, e a favor tos taxistas… somos a favor da tecnologia e a favor do investimento no nosso país.

      Não, não coloques as tua etiquetas aqui, nós somos PRÓ Tecnologia… apenas. O resto é a tua ideia.

    • Adolfo Dias says:

      Esta conversa de “capitalismo” soa-me a uma tentativa de forçar algum “comunismo”.
      Esse pseudo-sistema que pretende que todos ganhem de forma igual já se provou que não é muito melhor que o capitalismo puro.

  8. Zé Marmelo says:

    Pá! Andem de metro e se não gostarem de apertos andem de bicicleta! Claro que com o passivo que já têm esta empresa vai fechar de um dia para outro e quem se meteu com eles (para trabalhar) é que fica a arder por ficar a pagar um carrinho xpto para uso dos meninos vips que não gostam de apertos! Aos utilizadores de Uber só vai custar ter que voltar aos taxis “sujos e conduzidos por porcos” e ter que desinstalar uma app obsoleta do tele…

  9. Eikichi Onizuka says:

    lol só pediu desculpa publicamente porque foi apanhado em video. Se não o condutor era despedido e nem piava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.