PplWare Mobile

Uber usa software para iludir autoridades que a estão a controlar


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

5 Respostas

  1. Antunes says:

    lol isto já tem mais de 2 anos…

  2. jc says:

    No Brasil um motorista de Uber entrou na justiça trabalhista, que reconheceu o vínculo de emprego entre o aplicativo Uber e motoristas. De acordo com a decisão do juiz Márcio Toledo Gonçalves, o motorista autor da ação judicial, Leonardo Silva Ferreira, deverá ter sua carteira de trabalho assinada e receber horas extras, adicional noturno, verbas rescisórios pelo fim do contrato sem justa causa, valores gastos com combustível e também com água e balas oferecidas aos passageiros, tudo pago pelo Uber.
    Leonardo trabalhou como motorista no Uber entre fevereiro e dezembro de 2015 em Belo Horizonte, onde ganhava entre 4 mil reais e 7 mil reais por mês. Após se desligar do app, ele acionou o TRT-MG exigindo a declaração de vínculo trabalhista com a empresa, que afirma que os motoristas são seus “parceiros” e não funcionários.
    Conforme a sentença, embora o Uber se apresente apenas como uma plataforma de tecnologia, e não de transporte, existem fatos objetivos de sua relação com os motoristas e clientes que fazem dela sim uma empresa de transportes. “A reclamada não somente remunerava os motoristas pelo transporte realizado, como também oferecia prêmios quando alcançadas condições previamente estipuladas”, afirmou o juiz.

    Pelo jeito é o fim do Uber, pelo menos no Brasil.

  3. Miguel Sousa says:

    Isto é usado pela Uber e por outras empresas.
    Um que opera em Portugal usa este software para indicar os telemóveis e os clientes que tenham ligações a alguma operação policial ou dos taxistas. É com esse programa que os clientes do aeroporto são dirigidos à saída do terminal 2, para serem lá recolhidos, longe da zona dos taxistas e das autoridades policiais. Se recusarem, deixam de encontrar carros na aplicação da empresa.

  4. Alvega says:

    Os Gurus da tecnologia, no seu melhor, nao pagam impostos, nao cumprem regras, nao pagam multas, exploram os seus trabalhadores, desculpem “PARCEIROS”, nao tem deveres, somente direitos, e os PALECOS, fazem leis de propósito para branquear isto e muito mais.
    De que se queixam ?
    As alternativas sao piores ?
    Talvez sejam, mas pelo menos eu posso escrutinar isso, nao tenho de ter um cento de Eng. informáticos a tentar saber o que está por detrás da UBER.
    Eu como provinciano, nao uso, prefiro andar a pé, poupo dinheiro, saúde e evito de ter de ir ao ginásio, diária ou semanalmente. Eu sei que nao é cool, mas eu sou assim mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.