Quantcast
PplWare Mobile

Project Scorpio, plataforma de eleição para jogos

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Paulo Silva


  1. nome says:

    Apenas 6TFlops? Devia de ter no mínimo 8 já que estamos em 2017… isto é repetir o mesmo erro da primeira Xbox One e da PS4. Estamos a falar de consolas de jogos que são supostas durar mais do que 2 anos.

    • Alan Ter says:

      Se pensar como PC precisa de pelo menos 9 tamanho desperdício. Mas um console com um processador e arquitetura personalizada, 6 TFLOPS bem aproveitados vai bem longe.

      • Belmiro says:

        Cem por cento certo. Nas consolas o SO é muito mais simplificado, não precisam de anti vírus ou tantos processos, 6 TFLOPS é mais que suficiente para os próximos anos.

        A questão é a mesma como no PC: o hardware tem que ser sempre mais potente porque o software cada vez está menos optimizado. Há jogos com patch de 3rd party em que a qualidade de imagem e a velocidade aumentam drasticamente.

    • PTO says:

      É uam consola, não é um PC. Trata-se de um ambiente optimizado para jogos não tem interferências e “lixo” de outros processos desnecessários a diminuir a performance.

  2. rlopes says:

    Há apenas um senão: não são só as specs que fazem uma consola vender. São os jogos. Nisso, a sony irá continuar na frente com a sua consola.

    • Alan Ter says:

      Mesma ladainha de sempre, quando o PS4 não tinha jogos, remasters dava para o gasto, agora que não vai ser mais o mais potente o problema são os jogos. Jogos exclusivos ambos os consoles sempre vão ter e o Scorpio chega para ter a versão definitiva dos jogos third party (como Red Dead Redemption, Battlefield, Star Wars Battlefront, Destiny 2, etc…) que são os que mais vendem e chamam a atenção nesta geração.

      • Xispes says:

        Na altura em que a PS4 não tinha muitos exclusivos, também não tinha a Xbox.
        Estamos a falar do início da geração.

        A Sony sempre teve mais exclusivos que a Microsoft. Vai comparar os exclusivos da PS3 vs 360 entre 2010 e 2013. Eu poupo-te o trabalho: https://goo.gl/IigT8e

        Nesta geração é o mesmo, PS4 vs Xbox One exclusives: https://goo.gl/drfvnW

        Sendo que a maioria desses exclusivos da Xbox One são “CONSOLE exclusives” ou seja, também saem para PC. Para isso compra-se um bom PC e corre-se esses jogos a 60 ou mais FPS com tudo no máximo.

        “que são os que mais vendem e chamam a atenção nesta geração”, chamam a atenção das massas =/= qualidade.

        Vamos lá deixar de ser fanboys e olhar para a realidade sff.

    • Belmiro says:

      Rlopes, ambas tem exclusivos e até agora a desvantagem da xbox sempre foi a potência em 3D. Os jogos hoje mais que nunca são os gráficos e a xbox perde significativamente. É preciso ver que a xbox tem suporte para bluRay 4K e a ps4 não.

      Eu já usei a xbox s e se com 1.4 TFLOPS já faz boa figura, com 4x mais ainda: a nível de gráficos não há necessidade para mais. Agora é preciso jogos atrativos.

  3. Saúl Silva says:

    Imaginem só se a Microsoft investisse o dinheiro do projecto Scorpio em novos exclusivos para a Xbox One, aí sim , o pessoal nem se queixava se corria em 900p, 1080p ou 4K !

  4. ZOA says:

    Volto a repetir estas especificações já deviam ter saido nas anteriores…

    Para quê os giga flops e resoluções impercetíveis se é para jogar os mesmos remasters , remakes, sequelas gritantes das mesmas empresas?

    Ambas consolas praticamente possuem os mesmos títulos, a diversidade que havia no início desvanesceu quase por completo e seria formidável era mais titulos dentro das nesnas categorias porque excesso de pixeis nunca foi traduzido em qualidade.

    E sabido também que há televisores 1080p com qualidade superior aos 4k …

    Quanto as já existentes tenho a one e a PSpro adquiridas claro em 2 mão, e este marketing eufórico da pomada de flops e resoluções impercetíveis roça o patético e a ignorância.

    Apesar desta geração de consolas ser a pior em diversividade penso que se mostrarem sim titulos alternativos por ex a pes, fifas, formula 1 etc etc de outras empresas fará despertar ideias frescas e inovadoras à indústria.
    Tenho a One e a Pspro e é bastante discutível afirmar que uma é radicalmente nelhor que a outra, nesta altura seria muito importante ter mais jogos do que darem voz aos mega cores de empresa a ou b…

  5. me and me says:

    até podia ter 3x mais o poder computacional que 90% (ou mais) dos jogos vão ser insípidos e desinteressantes….

    muito poder… mas ainda mais falta de criatividade e genialidade por parte dos developers…

  6. Ricardo Barbosa says:

    O que é preciso são specs, fps e realismo! Quem precisa de jogabilidade e originalidade? Jogos, o que é isso? Xboxmasterrace FTW!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.