PplWare Mobile

Qualcomm anuncia avançado leitor de impressões digitais


Autor: Vítor M.


  1. Leggo says:

    Tudo atrás da Apple, como sempre.

    • Marco B. says:

      Esse comentario pode ter um backfire, se a apple nao conseguir apresentar esta tecnologia no proximo iphone.

      • Arkan says:

        Concordo! apple ja é coisa para totos!

      • Helder says:

        Se a concorrência está a fazer publicidade ao que ainda não tem, é porque a Apple vai apresentar em Setembro isto…

        • Marco B. says:

          Agora que falas nisso, tbm fizeram o mesmo com o wireless charging… pera la.. o iphone tem isso?

          • Helder says:

            pera lá… wireless charging não é novidade nenhuma… até a minha escova de dentes eléctrica tem wireless charging há 10 anos.

            Além disso, a maioria dos Android vendidos não têm wireless charging.

            Típico dos fanboys do Android: todas as vantagens de todos os Android combinados contra um modelo da Apple…

          • Marco B. says:

            @Helder, nao respondeste a nada do que perguntei. Quando nao se tem argumentos inventa-se. va fica bem

          • Gustavo Dezen says:

            O anuncio do wireless charging foi feito quando ja se tinha a tecnologia, mesmo não usada em smartphone, mas ja existia, estamos falando aqui de algo que não se tem ainda, mesmo com esse anúncio.

        • Gustavo Dezen says:

          Concordo

        • José Carlos da Silva says:

          Só se espera que haja dispositivos com esta tecnologia no primeiro semestre do ano que vem. Será que vão mesmo apresentar algo assim? Ou será que vão ter de optar por outra solução? Ou apresentam, mas depois só vendem passados 6 meses?

          • Bruno says:

            Estás a generalizar o que não dá para generalizar. O só se espera é só para aparelhos com tecnologia da Qualcomm. Nova tecnologia não é um exclusivo da Qualcomm, sendo que a Apple anda trabalhar nisto há vários anos e os sensores que tem usado no iPhone são desenvolvidos internamente.

        • André says:

          Não sei porque metes as mãos no fogo pela maça, cá para mim ela vai meter o leitor de impressões digitais no logotipo da maça…que fica na parte de trás do telemóvel e que tu criticas tanto…mas depois já vais dizer que é muito bom

          • Bruno says:

            Tem havido vários rumores a apontar para a integração do sensor no ecrã. Uma coisa é certa, a Apple tem trabalhado para que isso aconteça.

    • Just love technology in general says:

      Como esta aqui explicito, esta não é uma tecnologia exclusiva Apple, e muito menos desenvolvida com a ajuda deles, como em muitas outras ocasiões e com outras tecnologias, e tal como as outras marcas, essa tecnologia é comprada às empresas que a desenvolvem e comercializam.
      Portanto, explica lá como é que vão atrás seja de quem for se a tecnologia está aí para ser usada por todos?

      • Bruno says:

        Tendo em conta que a Apple tem uma secção que desenvolve sensores de impressões é bem provável que a tecnologia que o iPhone vai usar foi desenvolvida pela Apple.

    • gonçalo says:

      A MS tem parente disso! quem vai ser o primeiro a usar e a pagar a MS para usar essa tecnologia?

      • Bruno says:

        Porque é que haveriam de ter de pagar à MS? Há muitas patentes que procuram soluções diferentes para poder ter um sensor ao nível do ecrã, as empresas podem ter tecnologia diferente da MS. A Apple já tem várias patentes há vários anos sobre esta questão.

    • bola says:

      Apple atrás!

      • Just love technology in general says:

        Como sempre. Temos os exemplos da camera dupla, do carregamento sem fios, expansão de armazenamento através de cartão de memoria, possibilidade de ligar um cabo USB e copiar qualquer ficheiro de um lado para o outro e sem sequer necessitar de software adicional, ecran 2k ou superior, personalização do sistema, live tiles, NFC sem limitações, sensor IR, sensor de movimentos sobre o ecran, leitor de iris, bateria amovível, camera com pelo menos 21Mp efectivos, mostrar duas apps ao mesmo tempo no ecran, a possibilidade de automatizar quase tudo, e muito mais que não me lembro agora.
        Estas são características que existem na grande maioria dos equipamentos Android e Windows 10 Mobile, mas nos iPhones, onde andam estas possibilidades todas? Toda a tecnologia que se usa em Androids de game media/baixa ainda anda muito avançada para a Apple? E o porquê de descurarem o valor do W10M quando de momento é o SO com melhor integração com os mais diversos equipamentos?
        O que é que justifica assim tanto o iPhone ser considerado um topo de gama? Só se for mesmo só o preço, porque de resto está muito abaixo do resto do mundo mobile.
        A única vantagem que encontro nos iPhones é o facto de ser um ecossistema fechado, com um SO que só tem de funcionar em um curtíssimo leque de equipamentos, o que lhe dá a possibilidade de ser despido de muita coisa e dar-lhe a capacidade de ter um bom desempenho no que toca a performance. Mas isso por si só não chega. Se outras marcas o fizessem podem crer que os iPhones ficariam sem qualquer possível argumento para serem considerados como ameaça a outros equipamentos e SOs mais avançados e verdadeiramente merecedores do estatuto de topo de gama.
        Vale muito mais dar 1000 euros por um Samsung S8+ ou por um HTC 11 Plus (que ainda não saiu), que dar 500 por um retrogrado e limitado equipamento como um iPhone.
        Querem ser notados e respeitados pela sociedade? Acreditem que o caminho não é por aí, pelo contrário.

        • Antonio says:

          E dar 1000 euros por um Samsung S8+ não é ser notado e respeitado pela sociedade, quando a maior parte dos portugueses precisa de até três salarios paro poder adquiri-los?
          Já conheci pessoas que deixaram de comer para comprar uns ténis, outros deixam de comer para ter um smartphone de topo!
          Enfim…

          • just a normal guy says:

            foste enganado porque o S8+ custa 900euros se 100€ nao é nada para ti,para muita gente é.ora 1030euros custa um iphone S7 plus com 128gb de ram isso sim é dinheiro mal empregue quando nem possibilidade de pores cartoes de memoria externa existem.

        • ervilhoid says:

          eu prefiro dar 500 por um SE do que 500 por um S8 lol

          Não quero ser respeitado por ninguém, quero um sistema que realmente funcione, e chega de perder tempo com balelas que não uso..

          ter essas possibilidades todas, posso ter mais que um SO no dispositivo, fazer tudo e mais alguma coisa, para perder tempo

          • iSad says:

            + cabe dentro do bolso dos Jeans apertados. Não dobra ou parte o vidro de atras como os S7 ou S8.

          • José Carlos da Silva says:

            Ainda bem que não temos todos os mesmos gostos e preferências. A diversidade e a hipótese de escolha são coisas fantásticas, não são?

        • MarFre says:

          Estou de acordo com o que disseste e sublinho duas coisas importantíssimas: 1º o único argumento que a Apple tem a o sistema operativo que, como tudo, pode ou não atender às necessidades do consumidor, a opção de escolha é importante. 2º a forma de como se “ganha respeito e adoração”. Nesta última questão entendesse perfeitamente a tua revolta mas temos de admitir que, de facto, o marketing tem um poder enorme reflectindo-se, em maior parte dos casos, em lavagens cerebrais e no furto do nosso pensamento crítico, ironia tal, sendo este uma das características diferenciadoras do Ser Humano. Podemos constatar que, devido a sua quase inexistência, a finalidade da tecnologia foi severamente deturpada, tornando-se esta num artigo de design com a função de alimentar o parecer em detrimento do ser.
          Desta feita, apelo a uma reconstrução da crítica humana e à valorização do mercado como uma peça única constituída por variadíssimas empresas que merecem a nossa atenção.

        • rodrigo says:

          obrigado pela tua opinião! mas no final de contas não passa da tua opinião e vale o que vale 😉

      • Bruno says:

        Tendo em conta que ainda não há nenhum aparelho à venda, não há ninguém atrás ou à frente!

      • Helder says:

        Apple atrás?????

        Explica lá isso, se ainda ninguém LANÇOU PARA O MERCADO um telemóvel com isto.

        Provavelmente vai ser a Apple a primeira…

  2. RogerDC says:

    Este smartphone parece mais com o galaxy S8 que qualquer iphone

  3. Filipe F. says:

    Porquê criar uma ”guerra” de ser Apple ou uma Chinesa qualquer a colocar isso primeiro? Como diziam e bem noutros comentários sobre o iPhone 8, os fans : o que importa não é quem tem primeiro mas quem tem o melhor.
    Pois acredito, e não sou fan da Apple nem perto, que o do iPhone 8 funcionará bem melhor que o que esta Vivo apresentou. Os chineses gostam de copiar e ser os ”primeiros” mas dai a terem algo realmente funcional e seguro é outra conversa.
    Seja como for, marcar o iPhone 8 que vai ter tanta coisa nova, apenas pela impressão digital debaixo do ecrã soa a estranho. Afinal de contas estamos a falar do iPhone poder ser desbloqueado com fingerprint na parte frontal. Algo que sempre fez. Só muda o facto de em vez de ser um botão é no vidro em si.

    Há coisas mais importantes de se ver como vão funcionar no iPhone, como o carregamento sem fios e o regresso às traseiras de vidro que tão facilmente se partiam, o ecra quase total frontal tirando aquele corte. Como o iOS vai lidar com um ecrã assim e o que vai fazer nos 2 cantos superiores. Muita coisa interessante e nova no mundo Apple, apesar de antiga no mundo da concorrência, que vai ser interessante de ver.

    Sobre esta fingerprint da Qualcomm, interessante o facto de se poder usar no metal também, ou seja, basicamente é ao gosto do fabricante, ser à frente, ser atras. A realidade chegou, e dentro de meses virá tudo com isto.

  4. El Lentinho says:

    Acho curioso é que seja a qualcomm a anunciar isto e a Microsoft esteja com uma proximidade muito grande com aquela empresa. Cheira a novo telemóvel (ou dispositivo ultraportátil) da MST.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.