PplWare Mobile

Microsoft quer controlar Android e por isso financiou a Cyanogen


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Marco B. says:

    E com isto, o cliente fica a ganhar.

  2. LP says:

    Android sem Google? Windows sem Microsoft? iOS/MacOS sem Apple?
    sim, claro…
    A M$ deve andar a ver é se arranja uma fork do Android para substituir o débil WM, “se não os podes vencer, junta-te a eles”. 😀

    • rui says:

      WM débil? Ah ah essa é boa.

      • Anónimo says:

        Peço desculpa, o “fantástico” WP que custa a descolar. Em 4 anos está ao nível do descontinuado WM, o qual foi assumido pela Microsoft como fracasso.

        • Nuno Vieira says:

          Desde quando é que a Microsoft considerou o Windows Mobile como um fracasso? A certa altura o Windows Mobile equipava mais de metade de todos os smartphones vendidos. Nem a Apple conseguiu tal feito.

          • Anónimo says:

            Se calhar foi no dia em que Steve Ballmer (na altura CEO da Microsoft), assim o afirmou — juntamente com o despedimento do responsável dessa divisão.

            Mas como o “amigo” sabe mais que os CEOs da Microsoft no que toca às questões da Microsoft não me resta fazer mais nada do que calar-me…

            Afinal de contas, parece que houve um tempo mítico em que nem Symbian nem Palm tocavam no mercado do “fantástico” WM. Os números dizem outra coisa, mas você também lá saberá melhor que os números…

          • Nuno Vieira says:

            Por acaso não te estás a referir ao Steven Sinofsky, pois não?

          • Anónimo says:

            Claro que não, o que é que o Sinofsky tem a haver para o caso?

            O sucesso do defunto Windows Mobile foi tão grande que já ninguém lembra a lista de pessoas que levaram o pontapé no respectivo por causa dele… nem a lista dos sucessores que continuaram a levar o pontapé no respectivo…

            No caso particular, quando Ballmer fez essas afirmações (2009) julgo ter sido Todd Warren (assim de memória), mas eles foram tantos que até é possível que tenha sido o Robbie Bach ou outro.

            É precisamente por já terem sido tantos que até é difícil encontrar a informação no Google (só mesmo quem acompanhou a história ao vivo e em directo é que se lembra).

        • knom says:

          a nivel de vendas ou de features?
          se for a nivel de features nem digo nada ahahaha mesmo nada

          • Anónimo says:

            Não tenhamos ilusões, qualquer companhia (se tivesse de escolher) preferia um campeão de vendas a uma “vitória moral” (vitórias desse tipo são sempre questionáveis).

            No final do dia os accionistas querem resultados, sem receitas (vendas) em condições não há produto que sobreviva.

          • Não Não says:

            Por acaso, a nível de features é ainda pior que vendas…

            Não tem a sofisticação do iOS (continuidade, AirDrop/AirPlay/CarPlay, áudio de baixa latência, as ainda pouco exploradas actions, locations, não tem as funcionalidades comuns aos dois como os teclados, nem tem a liberdade do android…

            Andam a dormir no WP… Funciona, mas é só isso…

          • NewJ says:

            Ena, e eu que no meu WP8.1 consigo passar conteúdos por airplay, dlna, e tubecast.. E depois ainda vejo todos os jogos de futebol etc e os utilizadores com iphone ficam a olhar.

          • Zero Zero Sete says:

            Não consegues fazer mirror, como o AirPlay do iOS… ou tens colunas no mercado, que o telemóvel faz stream.

            Sim, tens colunas bluetooth, mas AirPlay permite fugires do alcance bluetooth, porque é Wifi, e porque faz cache do ficheiro original música, e pode até abrir streams da internet…

            Além disso, ele perguntou “vantagens” do WP… o que é que o WP faz que os outros não façam?

            Nada!?

            Tem um autocolante a dizer “Microsoft Blue Screens Inc ©”

      • Helder Coelho says:

        @rui Não há necessidade de comentar… A gente já sabe como é…

      • Pedro Oliveira says:

        A lógica é simples, se o WP estivesse assim tão bem não a MS não estaria tão preocupada com a concorrência…

        • NewJ says:

          Eh pá, mas o WP só está mau para os utilizadores de outros sistemas que não o usam nem acompanham a evolução deste, é que para os utilizadores WP este está cada vez mais fantástico, e falo por mim que tenho WP8.1 e Android 5.0.2

        • Bruno Coimbra says:

          As únicas empresas que não se preocupam com a concorrência são as empresas que estão falidas e vao fechar…

        • knom says:

          concorrencia? lol
          voces nao pescam nada disto… usam um sistema e acham que sabem tudo sobre os outros todos sem mesmo estar por dentro…
          voces só falam mal do wp por causa duma coisa quase inexistente “falta de apps”

          mas nem todos podem ter uma store cheia de 10k de apps que dizem “ola mundo” não é?

          tão preocupada que investe na concorrencia, fantastica a tua logica

    • JRibeiro says:

      Não fazes mesmo ideia do que escreveste, pois não?

    • knom says:

      sabias que o android não é da google?
      a m$ faz o que quizer… a maioria dos dispositivos android que existem usam fork lol

      wm um dos melhores so’s mobile

    • LP says:

      A última vez que vi tinha um market share inferior a 3%, se isso não é débil, alguém me diga o que é. Não estou a avaliar a qualidade do SO em si, apenas a falar dos números que há ( será que refletem a qualidade?).

  3. Benchmark do iPhone 6 says:

    Acho que não é “a Microsoft quer controlar o Android” 🙂

    O filme é:

    – Segundo ao seu boss, a Cyanogen quer o Android fora da dependência da Google.
    – Isto significa o Android AOSP, sem o Google Play e sem serviços da Google, como o Google Search, o Google Maps, o G+, etc.
    – O que se diz é que a Microsoft viu aí uma janela de oportunidade – “se o problema é esse, ficarem sem os serviços da Google, ‘tão aqui os nossos, o Bing, os mapas, etc.”
    – E pagou para “ir a jogo”, para ver no que a coisa dá – 75 milhões de dólares nestas coisas não é propriamente uma quantia fabulosa, mas, mesmo assim, ainda é dinheiro

    Eu não diria que a Microsoft quer controlar o Android. O que quer, se a coisa der, é um Android sem Google, ou melhor, substituindo os serviços Google pelos seus.

  4. Jorge says:

    Acho q com esta jogada é o seguinte:
    A M$ extinguiu a NOKIA
    A M$ quer agora extinguir a CYanogen
    Para de futuro so podermos escolher entre os Windows Mobile e os Windows Mobile.

    A Cyanogen que se ponha mas é à tabela

    Porque Android sem Google e iOS/MacOS sem Apple, é como um jardim sem flores e os lucros vão somente para a M$ e querem acabar com a concorrencia

    • knom says:

      extinguiu? ai foi? ela esta mais viva do que vocês pensam… e a ganhar muito com o seu n1, e as suas redes!! e em 2016 preparem-se para algo vindo da nokia..

      ai quer extinguir a cyanogen? quer investir chamas a isso querer extinguir? hater… voces é acham que a google é que e amiga….
      e o android não pertence a google… android que é android é AOSP

  5. NewJ says:

    Ataque à google por todos os lados.

  6. Alexandre Cunha says:

    O velho recurso do cavalo de troia que a M$ sempre usou

  7. Tavares says:

    Acho uma boa “jogada” da Microsoft e,no fundo,não é a primeira vez que faz algo do género.Basta lembrar que a quando do inicio do facebook(em 2007) a Microsoft comprou 1,6% da rede social por US$ 240 milhões…hoje essa participação vale US$ 1,36 bilhão. E que se conseguir com um investimento na Cyanogen trazer o Bing, o Office, o Xbox Music, ou qualquer outro serviço para o Android…o valor do investimento é recuperado em muito pouco tempo.Depois é só lucro…ao mesmo tempo que dá uma “machadada” na Google!

  8. Miguel says:

    Estes tipos da cyanogen sao uns vendidos!

  9. pedro says:

    A verdade é que com isto a Cyonogen so vai fazer com que o Android passe de um projecto Open-source e passe a ser como o iOs e o WP, ou seja, codigo fechado.
    Nao estou a ver a Google de boa vontade a continuar a dar o apoio que da ao Android open-source, logo quando se diz que o cliente esta servido nao sera bem assim… A Cyonogen com a ganancia de querer ganahr um nicho a custa do trabalho dos outros (sim, visto que é a Google que faz grande parte dos desenvolvimentos do Android AOSP)

    • Benchmark do iPhone 6 says:

      Temos então a parte do Andoid open source – o Android AOSP, e a parte proprietária da Google – o Android GMS que inclui o Google Play e os serviços da Google.

      O que estás a dizer é que a Google deixará de apoiar o desenvolvimento do Android AOSP, que depende essencialmente da Google, sem dúvida nenhuma. Ou seja, passará a transferir cada vez mais recursos/funcionalidades da parte AOSP para a GMS, deixando quem se queira separar, utilizando só o Android AOSP com poucos recursos. Mas isso já está a acontecer – a Google transferiu para a parte GMS recursos que antes estavam na AOSP e acrescentou outros.

      A conversa de o Android ser software “livre” é para enganar criancinhas. A Google quer controlar o Android no seu interesse. Quem tiver os seus próprios interesses procura outras soluções. Quem tiver interesse em cravar um espinho no elefante, leia-se, a Microsoft que tem sido bastante espezinhada pela Google, aproveita – quem sabe se não obriga a Google a tratá-la melhor?

      • knom says:

        quantas mais vezes vou ter que dizer que o android que vem nos galaxys xperias e etc… são um fork?

        • Benchmark do iPhone 6 says:

          Convinha era saberes o que é um fork quando se fala em open source.

          A Samsung, a Sony, etc acrescentam, nos seus equipamentos, o seu código proprietário ao código proprietário Android GMS da Google? Qual foi o fork na parte do código open source?

      • LP says:

        Não me lembro da Google se ter tornado numa instituição de solidariedade/caridade… mas entende que a queiras “diabolizar”.
        Quem me dera que alguém me espezinhasse como a Google faz com a Microsoft, tendo em conta o lucro que lhe dá; nã sabes o que é a lei da concorrência? Não… é porque é “diabólica” Ave Apple!

      • Stako says:

        E da mesma forma agora a MS quer controlar lol

    • Nuno Vieira says:

      Deixa de fazer filmes que o AOSP está protegido pelo licenciamento que impede este de ser transformado num projecto closed source. Mesmo a Google está impedida de transformar o AOSP em closed source porque utiliza módulos de terceiros protegidos por GPL.

      A Google também usou do trabalho dos outros para criar o Android, como o kernel e muitos outros módulos utilizados neste.

    • knom says:

      o android já é assim… com o monopolio da google sobre o mesmo
      ahaahaha e os outros? as bases, drivers, e etc… onde estão?
      chamas a playstore grande parte? eu não.

  10. Bruno Tavares says:

    Que titulos tão sensacionalista… isto antes não era assim…
    Então a Microsoft quer controlar e no artigo afinal já só vai adquirir uma participação minoritária?
    Então se eu adquirir 2% da EDP já a controlo?
    Enfim…
    isto são negócios, não tem nada a ver com controlar, a Microsoft tb possui ações da Apple e provavelmente numa percentagem mais alta do que vai ter da Cyanogen, também a quer controlar?

    • knom says:

      é por isso que eu adoro este site.. apagam os meus comentarios quando os ajudo a corrigir e etc… e depois estes titulos..
      já disse eu perco a vontade de vir cá.. quando conheci este site a uns 5anos não era nada assim

  11. Pedro Oliveira says:

    Querem ver que estes gajos (Cyanogen) querem criar o seu próprio Android sem ter por base o AOSP?! Força nisso…

    Outra coisa, a Google não impõem nada, a versão AOSP vem sem Googles Services… Curiosamente a própria Cyanogen quando fornece um link para download logo a baixo fornece o link para o download do apk com os Google Services…

  12. Marco says:

    duas coisas sobre o artigo:
    1- titulo sensacionalista como vem sendo cada vez mais normal
    2- os editores deveriam reler o artigo, tanta gralha.

    no meo disto tudo o Benchmark do iPhone 6 é que acertou em cheio na análise que fez.

  13. Pedro H. says:

    Mais valia a Microsoft investir no Firefox OS -.- …

  14. Paulo Santos says:

    Um android sem Play Store é que vão ser esquisito… Aonde é que a cyanogen vai arranjar uma app Store ao nível da Play Store??

  15. Daniel Lima says:

    Opa se a microsoft controla o android tá tudo estragado, volto logo para o 3310 haha meu querido android da google melhor que isso só CM12.
    O android para mim morre no momento em que comece a ver bing e outras coisas pré-instaldas fonix :'(

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.