Quantcast
PplWare Mobile

Facebook contra Apple em nova medida de privacidade online

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. Abreu says:

    Esse face e o diabo em pessoa!

  2. Dav says:

    Não acho que a Apple seja uma santinha mas a realidade é que as pessoas devem poder escolher o que querem partilhar. Se a empresa não lucrar o suficiente para sobreviver por causa disso, então mais vale fechar as portas. Até era bom visto que o Facebook não é nada bom para a saúde mental. Eu no Android uso o NetGuard e paguei as funcionalidades todas para poder bloquear a maioria dos URLs que pertencem a publicidade.

  3. Ze says:

    Vou responder NÃO claramente

  4. Jorge says:

    A partir do momento em que clicamos “aceitar” nos termos de utilização de um site / APP estamos a assinar a nossa sentença. é um contrato revogável online.

    • sdfg says:

      nao precisas de clicar no “aceitar”, nem deves confiar a tua segurança a um site que provavelmente nem ao trabalho de te fazer essa pergunta se deu quanto mais de honrar a resposta

  5. Carlos Santos says:

    Toda a gente fala mal do Facebook mas estão todos batidos no Messenger, Instagram e WhatsApp

    Facam alguma coisa que faca diferença. Instalem o Telegram e o Signal

    • Dav says:

      O problema é que a maioria das pessoas não querem saber. Eu sou obrigado a usar o whatsapp porque as pessoas que me são próximas o querem usar.

  6. Os Rótulos says:

    Tentando perceber o que é que muda.
    Há uns anos a Apple introduziu o IDFA (identifier for advertisers) (identificador para anunciantes),
    Corresponde no Android ao GAID (Google Advertising ID) ou AAID (Android Advertising ID).
    É um número aleatório associado a cada iPhone que, sem revelar informação pessoal, permite aos anunciantes identificar e seguir os utilizadores, permitindo-lhes endereçar publicidade dirigida em vez de aleatória: “Aquele IDFA tem tendência a clicar em certo tipo de anúncios e não outros”.
    Até à versão atual o utilizador podia limitar ou não o seguimento: Definições > Privacidade > Publicidade se se queria limitar o seguimento ativa-se (On).
    Devo dizer que nunca limitei o seguimento – se tenho que gramar publicidade, em apps ou em sites, mostrem-me qualquer coisa que me possa interessar, em vez de uma parvoíce qualquer, que às vezes até é irritante.
    No iOS 14 a Apple não mata o IDFA – mas mata-o na prática.
    Em fez do On/off geral (limita/não limita o seguimento), para todas as apps, vai aparecer o pop-up do post em cada app que queira utilizar o IDFA. O que se diz é que o susto vai ser tão grande que a maior parte dos utilizadores vai recusar, tornando o IDFA inútil. Perdem os developers que passam a ter nas suas apps anúncios em que ninguém clica e os anunciantes (nos sites não precisam muito do IDFA, porque à medida que o utilizador seleciona os assuntos, sabem que publicidade mais lhe interessa).
    Vai-se ganhar grande coisa em privacidade? Duvido. Parece-me mais uma coisa em que uns perdem (a publicidade dirigida obviamente rende muito mais) e os utilizadores não ganham.

  7. DannydeVito says:

    Somos dois XD. Ando há muito tempo a tentar convencer família e amigos para acabar com o Whatsapp mas até agora sem sucesso! Todas as outras aplicações do Facebook já apaguei do meu iPhone há muito tempo! Estes gajos tinham logo de comprar o Whatsapp…

  8. João+Pratas says:

    Para o utilizador não está em causa o que as empresas perdem ou o que ele deixa de ganhar, está em causa a liberdade de escolha.

  9. Mario+Alturas says:

    Nenhuma das 5.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.