Quantcast
PplWare Mobile

“Walk me home”: Mulheres do Reino Unido poderão ver as suas viagens acompanhadas

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. Manuel Costa says:

    Portanto, tem medo que alguém as ataque, usam o telemóvel para indicar todos os percursos que fazem e onde param… para alguém os usar para as apanhar, naquele momento em que demoram 30 minutos no café, quando derem por isso já lá vai meia hora…

  2. Joao Ptt says:

    As mulheres não sabem educar os filhos como deve de ser e depois as mulheres queixam-se mais tarde que são uns selvagens… Karma?

    Quanto à aplicação espero que não seja mais uma daquelas que os hackers conseguem ter acesso e saber onde estão todas as mulheres que de alguma maneira se sentem inseguras a ponto de utilizar uma aplicação como esta, e terem por tanto um catálogo das mulheres potencialmente mais vulneráveis.

    • JR says:

      Calado eras poeta…. “As mulheres não sabem educar os filhos como deve de ser e depois as mulheres queixam-se mais tarde que são uns selvagens… Karma?” E a tua mãe não te ensinou nada durante o teu crescimento? Looks like not…

    • jimmypt says:

      Tem noção das barbaridades que acabou de escrever?Tenha mas é juízo,já deve ter idade para o isso..

    • Jamaral says:

      “As mulheres não sabem educar os filhos…”

      Tu és o perfeito exemplo. Agora, não confundas a árvore com a floresta.

    • Vasco says:

      Joao PTT fazer cair o ónus de um crime nas educadoras dos homens é um pouco como atribuir a culpa das guerras às influência astrológica do planeta Marte, que de acordo com a mitologia grega era o deus da guerra! Uma mãe, ou um pai, ou dois ou três, dependendo da “tipologia” da família podem transmitir os melhores valores e sentido de ética aos seus filhos, e estes mais tarde virem-se a revelar perfeitos anormais ao nível comportamental. Aliás, para mim, o assédio já é representativo de uma dissociação, na medida em que ignora o outro, substituindo-o por uma repres

      • Vasco says:

        representação subjectiva criada em função de interesses como a excitação sexual, ou o ódio, despersonalizado portanto dessa forma a vítima de modo a encontrar uma justificação interna para o procedimento criminoso… Que culpa tem uma mãe ou um pai de existirem pessoas com doenças mentais latentes, indetectadas em imensos casos, e que um dia cometem crimes?!

    • ToFerreira says:

      Lol! 😀

    • zakarias says:

      “As mulheres não sabem educar os filhos” ?!?
      Fiquei sem saber se és troll ou ignorante

    • xyr says:

      Concordo quase completamente consigo , mas não só as mulheres não sabem educar os filhos , assim como os pais não sabem. Está quase tudo errado nesta sociedade , porque os pais não têm sequer tempo para educar os filhos…Todas as coisas começam em tamanho pequeno , por uma pequena transgressão não punida , a escala vai aumentando…

    • Joao Ptt says:

      Naturalmente que mantenho o que escrevi. Acrescento é claro que também os homens não sabem dar educação aos seus filhos, porque eles mesmos não a receberam na maior parte dos casos, menos ainda uma educação correcta… já que os próprios pais também não a receberam.

      Mas as mulheres tem a maior cota da responsabilidade, porque são elas que quase sozinhas definem o tipo de personalidades que atraem para nascer nos corpos que se desenvolvem dentro delas… e elas só podem influenciar o tipo de personalidade espiritual até meio da gestação que é quando o espírito entra no corpo e então se inicia a circulação do sangue no corpo em desenvolvimento e consequentemente o movimento próprio. Na maior parte do tempo andam preocupadas com muita coisa, mas essa que é a mais importante nem lhes passa pela cabeça… e depois têm preocupações o resto da vida desnecessárias porque não conseguiram atrair o melhor que lhes era possível.
      Por tanto, por esta razão, são as mulheres as maiores responsáveis pela quantidade de anormais (homens e mulheres) que andam por aí, porque não atraem melhor e mesmo quando atraem o melhor que conseguem normalmente a educação que lhes dão não é a melhor porque elas mesmas não têm tal educação… mas querem que os outros a tenham… e o resultado é o que se continua a ver na prática por todo o lado mais ou menos explícito conforme o contexto social do momento em que a pessoa está naquele instante.

      • Jamaral says:

        O único sentimento que és digno é a pena.

        Tenho pena de ti.

      • Hugo says:

        Lol espero que não tenhas filhos nem mulher, pelo bem deles.

      • Batateiro says:

        Concordo a 100% que grande parte da culpa nesta questão dá péssima educação e atitude pessoal advém dos cuidadores (sejam eles progenitores ou pais adotivos), mas não sei se essa parte do “espírito” faz sentido algum, nem porque irias falar nisso aqui…

        • Joao Ptt says:

          … falar aqui, porque estas coisas costumam ficar no reino da ignorância, ninguém fala nisto, porque ninguém parece saber disto, menos ainda divulgarem se o sabem. A influência disto é que depois a malta desenvolvesse de tal maneira que chega ao ponto de andarem a desenvolver aplicações para tentar fazer as mulheres sentirem-se um nadinha mais descansadas… note-se que na pratica a aplicação não faz realmente algo para proteger, é basicamente um localizador (se funcionar) que transmite a informação para terceiros caso a mulher consiga activar o modo de alerta… com uma utilidade prática no mínimo duvidosa (não é propriamente como se enviassem 10 carros de patrulha da polícia imediatamente para chegar ao local em segundos para ir proteger a desgraçada se algo realmente acontecer e ela conseguir accionar o alerta).

      • José Bacalhau says:

        Grandes teorias, qual dela a mais absurda e inventada à pressa.

      • Luis says:

        De certeza que os teus pais não são irmãos?

    • kodiakshadows says:

      Foi como a tua mão te educou é por isso que fazes comentários de vómito, calado eras um poeta e dos reles.

      • Joao Ptt says:

        A informação essencial não veio por ela, logo poderia ter feito um trabalho bastante melhor… não o fez e fui bastante prejudicado por isso… eu e muitas outras pessoas com quem contactei por desconhecimento de coisas básicas cruciais.

    • KeyboardWarrior says:

      Pelo comentério Joao Ptt, obviamente que não foste educado por uma mulher, daí esse teu recalcamento. Faz um favor ao mundo, não te reproduzas, NUNCA.

    • FAR says:

      É por estes e por outros tantos que tais que Venturas e afins chegam onde chegam.

      • Joao Ptt says:

        Não graças a mim, não gosto daquelas propostas eleitorais, nem de muitas coisas dos discursos… parece mais um potencial hitlerzinho… e já tivemos o José Socrates para ver a rapidez com que afundam um país.

    • Hugo says:

      Estás tão longe do que motiva um predador a atacar alguém que nem vale a pena a conversa.

      • Joao Ptt says:

        Estou é a ir muito mais longe, à origem do problema que é o facto das mulheres atraírem gente que não é o melhor que conseguiam, e depois que mães e pais não são eles próprios correctos na esmagadora maioria dos casos e logo não conseguem passar os valores correctos aos filhos pelo exemplo… tudo o resto é tentar remediar o problema.

  3. Paulo says:

    É verdade que a maioria esmagadora dos crimes são praticados por homens; mas (em menor percentagem) é também verdade que os homens são também as principais vítimas desses crimes, mas aparentemente, quando as vítimas são homens pouco interessa ao marketing dos virtuosos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.