Quantcast
PplWare Mobile

Samsung deverá abdicar de carregador dentro da caixa de futuros smartphones

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. LA says:

    A preocupação das marcas nunca será com o ambiente, mas sim com a redução de custos. Espero que reduzam o preço dos equipamentos, quando adotarem esta medida.

    • David Guerreiro says:

      Claro que não. Fazem exatamente o mesmo preço, e ainda pedem 30€ pelo carregador mais 20€ pelo cabo USB.

      • MACnista says:

        … Ora bem, nem mais…, pegada ambiental o tanas!!!

      • Realista says:

        E ao ritmo que alteram os carregadores já que a norma era 2.5w, 5W, 10W, 15W e passou para 20W agora a Xiaomi vai nos 100W…

        Estas politicas são iguais à remoção do Headphone Jack assim como dos Slots de Memória, isto é, é mesmo para fazerem mais dinheiro.

    • Fábio says:

      A Apple tem mostrado desde há vários anos um empenho no ambiente. Tem equipamento único para reciclar iPhones.

    • k says:

      Sim, mas a verdade é que mesmo não sendo a preocupação numero 1, realmente também reduzem o lixo tecnológico. Estou cheio de carregadores em casa que não preciso e se comprasse um telemovel, realmente só ia usar o novo carregador porque é novo, porque podia usar um dos que já tenho.

      Só é uma m*** que para quem precisa do carregador, depois também te pedem 50€ pelo carregado+cabo a parte. Pelo menos, podiam dar-te um desconto do estilo, se compraste um telemóvel, podes comprar o carregador/cabo por tipo 10€ em vez dos 50 que te vão cobrar apresentando uma prova de compra num período de, por exemplo, 1 ano.

  2. André R. says:

    Hahahaha venham lá os droidboys gozar agora com a Apple

  3. nelson says:

    Se todas as marcas fabricassem o carregador com o mesmo tipo de cabo já era muito bom…
    Agora o carregador, com o avanço constante na tecnologia de carregamento é difícil comprar um novo telemóvel que ainda tenha as mesmas características do anterior no que diz respeito ao carregamento.
    Acho que é mais uma medida para a empresa ganhar mais algum…

  4. lumia says:

    O problema é que as potencias dos carregadores fazem diferenças de modelo para modelo, de marca para marca…

  5. Carlos says:

    Pronto, a Apple tinha de começar, agora vai virar tendência mundial em todas as empresas
    Em menos de 10 anos a apple vai passar a vender iPhones só com caixa, e toda a gente vai atrás
    Escrevam o que vos digo

    • Nelson Branquinho says:

      E será que ainda virá mesmo só com a caixa??? Vai ser o telemóvel embrulhado em papel!!!!

      • Fábio says:

        Não há tradição até foi a Apple que criou as caixas com qualidade até na arrumação dia cabos e outros elementos. Ainda me lembro de como vinham enrolados os cabos das outras marcas. Vocês têm memória muito curta.

    • fim do mundo says:

      Vem é num saquinho de papel reciclado, se quiseres caixa vais ter de pagar mais x, pelo andar da carruagem, tudo em nome da ecologia.

  6. Toni da Adega says:

    A questao é: nesta inovacao, quem é que está a copiar quem?

  7. Filipe says:

    Inovação? Há já 5 anos o meu pai comprou um telemóvel que vinha sem carregar. De fábrica, não foi nenhum esperto que o retirou da caixa

  8. David Guerreiro says:

    O Moto G quando era da Google também não trouxe carregador. A questão é que hoje em dia, quem fizer como eu, que quando troca de smartphone vende o antigo, não pode vender com o carregador, senão depois tem de comprar outro. Além disso o carregador de origem é sempre melhor que a maioria dos carregadores genéricos, e todos sabemos que muitos acabam por ir comprar carregadores nos chineses, com todos os problemas daí resultantes. Além de que como foi indicado no artigo, devido às diferentes tecnologias de carregamento rápido existentes, quase que obriga a comprar um carregador original para usufruir da tecnologia de carregamento.
    Esta conversa de que é pelo lixo electrónico é puro marketing, na verdade o objetivo é reduzir custos, e conseguir vender um carregador caro em separado. Podiam perfeitamente cortar nos auriculares, mas no carregador é que não.

  9. TugAzeiteiro says:

    O problema do planeta não é o carregador…. é sim a quantidade absurda de equipamentos que são lançados mensalmente!!

    • Realista says:

      O problema não é produzir-se pão a mais, é produzir pão a menos…

    • Samuel MG says:

      Passem a produzir menos smartphones e assim baixa-se a pegada ambiental. Mais o pior disto é que nem a google nem as marcas metem android 10/11 nos smartphones com mais de 2 anos, exemplo Huawei Y5 2018 = Huawei Y5 2019 no entanto o de 2019 teve a atualização para o android 10.

      • Milhais says:

        Nao entendo as pessoas sinceramente, que sistema politico querem? Quer dizer eles fazem pela vida como manda um sistema capitalista, o melhor produto sobrevive. Agora querem controlar a produção de telemóveis.. E que tal controlar a produção têxtil e de calcado? Ou ainda melhor, só se produzia uma marca de cada coisa, e so tinhas direito a uma de X em X anos, assim as pessoas aprendiam a estimar. Vestíamos todos iguais, viramos todos vegetarianos por obrigação. Acho que e este o mundo que caminhamos com as ideias que o pessoal anda a ter..

    • Fábio says:

      Tralha chinesa lança semanalmente telefones.

  10. VB says:

    Parece mais uma forma de aumentarem os lucros do que “salvar” o planeta.
    Os carregadores também estão sempre a ser atualizados. Se fizessem uma campanha de recolha (e reciclagem) do carregador velho em troca do novo, isso sim era uma boa ação sa Samsung.

    • FAR says:

      Mas isso implica custos e não lucros, como esta medida 🙂

    • k says:

      Carregador e telemóvel. E com um rebate com valores de jeito na entrega do velho. A ideia até nem é nova, já vi isso antes (acho que foi numa operadora qualquer), mas os descontos eram ridículos. Na entrega de um telemóvel que estivesse 100% funcional, avaliado em cerca de 500€ davam-te prai 10 de desconto. Que piada, para isso prefiro ficar com o meu telemóvel “velho”.

  11. Jorge Ribeiro says:

    Não percebo é a razão de avançarem desta forma
    Porque não incluir remessas com e outras sem?
    Porque imaginemos que uma pessoa vai comprar um smartphone novo passado 4/5 anos?
    Eu falo por mim, não trocava de equipamento faz quase 5 anos!
    A tecnologia evolui todos os dias!
    A não ser que façam unificação de tipo de carregamento isto é so uma medida para depois venderem os carregadores a parte e ganhar mais uns belos euros!
    Tipica moda da Apple e as empresas vão atrás…

    • David Guerreiro says:

      E não só. Imagina que vendes os equipamentos no mercado de usados, não podes vender o carregador, ou então depois tens de comprar um novo. Eu acho que eles pensam que as pessoas usam um smartphone 5 anos e depois jogam no lixo. A maioria das pessoas troca o smartphone ou porque avariou, ou porque já está obsoleto e não permite fazer nada de jeito. Aqueles que trocam só pro trocar, por norma vendem o anteriro.

  12. PAULO SILVA says:

    O problema é se temos que ter o carregador da marca para não perder a garantia, no caso da Apple quer o cabo quer o carregador tem um número de série que é transmitido e fica no Log do device, que depois é visto na garantia.
    Se assim for, o consumidor tem que ser devidamente avisado, e tem que ter um carregador com a potencia necessária para o device, já que neste momento estamos perante a uma escalada no carregamento rápido, e com isso temos carregadores rápidos com vários níveis de tecnologia, fora os wireless.

  13. Paulo Vieira says:

    Neste andamento, estamos a comprar uma caixa de cartão por 1500€. Só faltam enviarem a caixa sem o smartphone, também…

  14. Abreu says:

    E só Bla Bla bla
    tem que vir o carregador pois este tem o tempo de vida do smartphone ou menos.

    Marcas que optem por não trazer a fim de mamar mais vai perder clientes, o tiro sai pela culatra!

    E cada uma… Qualquer dia e como no Brazil que até vendem caixas vazias do iPhone….

  15. Strato says:

    Não demorou muito…agora está tudo a engolir em seco, bem disse que as marcas iam seguir a mesma ideia, nunca pensei que fosse tão rápido, mais virão!

  16. Andre Ferreira says:

    “Hello Apple and Samsung, welcome to 2015” – Nintendo

  17. fim do mundo says:

    Isto vão todos pelo mesmo caminho, vendem o smartphone ao preço do ouro sem acessórios, depois vendem sem separado os acessórios por mais uma pequena fortuna, totalmente ecológico, está-se mesmo a ver, é mas é mais lucro com esta modalidade.

  18. Sr Adelino says:

    Isso é desculpas para baixar custos de produção e vender ao mesmo preço.
    Os telefones usam diferentes amperagem e possivelmente voltagens por causa dos carregamentos rápidos. Todos os anos a voltagem aumenta daí haver necessidade de ter um carregador com a mesma voltagem que o tlm para se tirar o máximo proveito do carregamento rápido.

    Eu sempre usei o carregador que vem com o tlm, nunca usei outro se não o original mesmo de maneira a evitar ao máximo o dano da bateria.

  19. Tiago says:

    Com todos os tlms com wireless charging quem e precisa de carregadores? A apple vende mais barato o tlm e quem precisar compra mas assim vai se poupar muito o ambiente. A apple a ensinar como se faz como sempre.

  20. Nuno Alves says:

    E as Baterias?Fechadas dentro do casulo! Preocupamos com Elas!

  21. Fábio says:

    Como de costume, a Apple da o mote e os outros vão atrás.

  22. GM says:

    Ou seja, se não trás carregador, é porque possui, das duas, uma: ou bateria vitalícia que não carece de carregamento, ou então carrega do ar.

  23. Tiago Marques says:

    Qual ambiente qual que… As pessoas q têm carregadores a mais são dos telefones que avariaram ou venderam. Ambiente? Lol … Esse lixo eletrônico é o quê? É uma estratégia clara de marketing. Apenas isso. É como ganhar mais vendendo a mesma coisa.

  24. Luis says:

    Os sacos de plástico eram grátis … Agora se pagar 10cent já posso ser um não ecológico.
    As lâmpadas antes custavam cêntimos, agora como são ecológicas (só que não) custam euros e passamos a ser ecológicos.
    Agora são os carregadores!!!!

    Bem … Mudo de marca.

  25. Napoleon says:

    O meu Galaxy A71 não quer saber dos carregadores dash que vi ham vom os meus Oneplus…
    Porque será?

  26. SANDOKAN 1513 says:

    “No entanto, a norma aplicada pelos fabricantes de smartphones é incluir nas caixas de venda, pelo menos, o smartphone, um cabo USB e o respetivo adaptador de corrente.” Exactamente.E tem que ser sempre assim.Ou qualquer dia também teremos que comprar tudo à parte,não ?? Vamos montar um smartphone como quem brinca com Legos !! Só faltava essa !! Carregadores,baterias,pens,etc. Isto é cada uma. 😐

  27. JF says:

    Os CEO da apple e samsung precisam de trocar os iates de 100 metros e comprar novos aviões. 1 para cada 1. Por questões ambientais, claro!

  28. JF says:

    Os CEO da apple e samsung precisam de trocar os iates de 100 metros e comprar novos aviões. 1 para cada 1. Por questões ambientais, claro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.