Quantcast
PplWare Mobile

iPhone 12 poderá ter um processador 40% mais potente do que o do iPhone 11

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Abreu says:

    Vai chegar a 1 milhão no AnTuTu?

    • Filipe Fili says:

      Se o a13 ja superava todos os soc do android este a14 faz o check mate final, a apple simplesmente não da hipoteses quem quer o melhor e tem dinheiro so mesmo a Apple vale a pena.

  2. Tadeu says:

    “capaz de executar mais de 1 trilião de processos em simultâneo”?
    Há qualquer coisa errada nesta afirmação, imagino que deva ser por segundo e não em simultâneo. Será igualmente um número relativo apenas às operações dum dos componentes do SoC.

  3. LG says:

    Ui meus amigos é desta que os benchmarks vão arrebentar mas as apps/performance vão correr da mesma forma!

  4. Ze says:

    Faz sentido porque eles devem ter dado um salto grande na capacidade destes processadores para se sentirem confiantes em coloca-los nos Mac.
    Vai ser mais um arraso à concorrencia.

    • Tadeu says:

      Na verdade a Apple deu a entender que os processadores nos Mac vão ser específicos para Mac, não serão os mesmos.

      • Ze says:

        Sao os mesmos mas com tuning!
        Porque não precisam de ser tao eficientes como no iphone.
        Eles já fazem isso na appleTV e HomePod.

        • Tadeu says:

          Terás que ouvir as palavras da Apple sobre o assunto. Não é essa a interpretação que se retira.
          Tunning não faz qualquer sentido quando se tem a liberdade e recursos para criar um SoC dedicado aproveitando as novas condições. Mero Tunning nunca daria performance suficiente para competir com os melhores processadores que usa nos Desktop. Terá sempre que criar novos SoC.
          Para além disso os SoC têm que possibilitar tecnologias que não estão presentes no iPhone e iPad, como o Thunderbolt, etc.
          Quanto a usar na AppleTV isso não é nenhum exemplo… É hardware que a Apple não actualiza com muita regularidade, não se compara às necessidade num computador

        • Tadeu says:

          Se fores ver a apresentação da Apple a anunciar a transição, verás que dizem que estão a criar uma família de SoC especificamente para Mac.

    • ToFerreira says:

      Arrasar nos telemóveis por meterem um processador com uma potência que não vai ter utilidade, ou nos computadores por meterem um processador de telemóvel?

      • Tadeu says:

        E tu achas que ainda usas as aplicações actuais são as mesmas e com as mesmas exigências de há 5 anos atrás (por exemplo)?
        Que aplicações é que tu achas que se movimentam mais dinheiro?

  5. Rui says:

    O avanço da tecnologia é sempre importante mas honestamente com a fluidez do IOS, a Apple e o iphone só necessitam de melhorar o refresh rate para 90hz ou 120hz.

  6. Filipe F says:

    A Apple que comece é a vender e colocar nos desktop e portateis os seus processadores, ou se são tão bons, até vender para fora. Era bom ver o mundo gaming desktop com processadores num futuro, isto se realmente sao muito bons como dizem ser, porque potencia para navegar em menus de um smartphone nao é o melhor medidor. No iPad já se pode ver algum poderio do mesmo mas aí, a coisa face a um surface por exemplo já não é tao extraordinaria

    • Tadeu says:

      Imagino que a nova geração de SoC para o iPad (A14X) consiga bater um Surface Pro, já nem falo dos outros Surface.

    • Vítor M. says:

      A Apple não pode estar em todo o lado. As máquinas gaming são um nicho e se fosse algo que valesse a pena, a Apple já se teria lançado a essa segmento. Contudo, há muitos outros segmentos onde vale a pena apostar e tem sido feito isso. Agora com esta alteração nos processadores, a empresa poderá, sem alargar muito a sua ação, servir também esse mercado.

      Temos visto um incremento interessante nos smartphones, nos tablets continua o iPad continua a ser um tablet muito vendido. Agora com os serviços, a Apple deverá apostar em aumentar as ofertas da Apple Tv + e fazer crescer o Arcade e Apple Music. Os números anuais devem ficar fechados com as vendas nos novos iPhones, com o novo Apple Watch e mais um ou outro acessório que chegará até final do ano. 2021, aí sim se calhar outros caminhos serão seguidos. Tudo depende de como as receitas se portarem.

      O Surface é grande máquina (então o Pró que estamos a usar é muito bom), mas não se pode comprar ao segmento tablet, mas sim aos Macbook. Logo, continua a haver uma grande diferença de mercados.

  7. Ana Pinheiro says:

    … wow.
    A apple não estava no gozo quando dizia que ia começar a tentar elevar a performance dos seus processadores.

  8. iDroid says:

    A ser verdade são números realmente impressionantes. Se a Intel conseguisse um aumento desta ordem de grandeza nos seus processadores de um ano para o outro seria considerado um milagre.

    • O "pilhador de lojas" says:

      A Intel ainda só consegue 1 processo por core em simultanio, ainda deve estar a uns bons anos dos triliões de processos em simultanio.

  9. ToFerreira says:

    É isso o que de melhor há para anunciar num novo iPhone? Lol! E verdadeira inovação? Coisas úteis que os outros depois seguem como era há meia dúzia de anos atrás?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.