Quantcast
PplWare Mobile

iPhone vai ter USB-C: Apple diz que “Não temos escolha”

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Sabe-se lá says:

    Fará sentido o próximo passo ser “obrigar” os próprios carregadores a serem USB-C? E as portas de Laptops e tablets? Assim, um cabo USB-C/USB-C dava para tudo, para qualquer ocasião…

  2. Pedro says:

    até que enfim !!!! acabou-se a “mama” ….. pelo menos nos cabos e carregadores !!!

  3. ALC says:

    Que chatice, quando se tem que cumprir a lei.

  4. º-º says:

    Lá vamos nos mamar com o USB-C durante 30 anos, e só podemos evoluir essa tecnologia de carregamento quando a UE deixar.

    • Zigui says:

      Não precisas de mais, até porque o formato em si é bastante bom, ao passo que o micro USB-a/b são uma porcaria de todo tamanho no que toca à sua forma de ligação.
      Quantas vezes acontece que ao fim de várias ligações a porta MICRO-USB fica com folga.
      Por outro lado, quantas vezes danificamos a porta Micro-USB do equipamento devido ao facto de apenas ter uma posição e de difícil encaixe.
      No USB-C já não existe este problema…
      Agora é uma questão de evolução tecnológica da porta, no entanto, o formato permanece inalterado.

    • Nhecos says:

      Um tipo a queixar-se que isto irá causar problemas na eviolução tecnológica quando o lightning está estagnado desde a sua implementação. Entretanto a mais recente especificação USB anunciada na semana passada suporta 120Gbps usando o mesmo conector USB-C.
      Mas nada como aproveitar cada ocasião para falar da UE…

    • Futre Gaia says:

      comentario com alguma falta de sabedoria…
      a evolução pode continuar. tal como.no HDMI tens já várias versões e potencialidades, ou mesmo.nos cabos de rede que usam ethernet, na usb-c tens ainda muito a evoluir. a porta será a mesma, a tecnologia emissora e receptora os chamados pontos de ligação e que ainda podem evoluir muito e contra isso não há nenhuma lei.
      aqui tornou se padrão o uso de cabos usb-c e portas usb-c nos dispositivos mas ninguém diz que o cabo tem de ser limitado ou a porta

  5. z-life says:

    Acabou-se as margens de lucro de 1000% nos cabos e carregadores!
    Mas é a apple, pode comprar cabo usb-c nos chineses, colocar numa caixa da marca e vender por 30 euros que vão comprar na mesma porque é apple! LOL

  6. Zigui says:

    E o futuro será apenas para tipo porta, uma única conexão, quer para carregamentos, quer para dados, quer para ligar Monitores ou Equipamentos de Visualização, etc.
    Uma porta, multi-conexões…

  7. Jorge Faria says:

    Não querendo defender a Apple, a questão é que com o uso já vi portas usb tipo c deixarem de funcionar devido a folgas. Mesmo quando trocamos o cabo que vem com o smartphone com o dos auscultadores sem fios nota se que o segundo requer mais pressão ao encaixar. Falo obviamente de cabos de qualidade. Isto não pode ser bom e a verdade é que nunca vi disto acontecer com o lightning. Enfim, sinais dos tempos.

    • Blackbit says:

      Se pensares no tipo de encaixe usado, o cabo lightning é mais logico: a parte “macho” fica no cabo e a parte “femea” no dispositivo, o que torma as ligações menos propensas a erros e folgas.

      Infelizmente, as ligações lightning são propriedade da Apple, provavelmente com royalties elevadas e não foram adoptadas pelos demais fabricantes.

    • Boss says:

      Jorge Faria Sabes que o mac ja tem usb-c que o ipad ja tem usb-c

    • honorato says:

      tenho um cabo usb-c a 3 anos sem folgas. também uso o huawei share para transferência de qualquer coisa de arquivos.

  8. CO says:

    Aleluia, lá terei de vender o meu 14 pro max porque não faz sentido o meu iPad já ser por usb-c…

    • Fusion says:

      Vais vender o 14 pro max por causa de um porta? Epa podes vender por vários motivos, mas pela porta acho parvo, não estas já a usar o telemóvel?

      Gostei desta norma e acho bem que todos usem USB-C no entanto eu tenho o 12 pro e não vai ser a mudança para USB-C que me vai fazer mudar

  9. R!cardo says:

    Finalmente uma pequena evolução nestes dispositivos

  10. Nuno Magalhães says:

    Na verdade não foi apenas uma vitória da UE contra a Apple, mas contra muitas outras marcas que deliberadamente dificultavam a unificação dos cabos.

    Num exemplo muito simples, tenho 2 máquinas de barbear, com carregadores iguais e pontas com uma ligeira diferença, onde a entrada numa das máquina tem uma saliência de plástico que impede a utilização de ambos os carregadores.

    Nestes casos nem se quer estamos a falar de tecnologias diferentes, ainda que este tipo de exemplos nunca sejam falados quando saem estas notícias.

  11. mneves says:

    Estou muito convicto que haverá um iphone15 com usb-c para os fanboys se verem livres da porta lightning e acorrerem às lojas para ficarem com o seu derradeiro setup de sonho.. enfim… Tudo isto para que na iteração seguinte a apple remova todas as portas e passe a carregamento sem fios. Ficam mais duas gerações de iphones vendidas e a bater recordes, uma usb-c, a seguinte sem portas. A apple até poderia ponderar passar já para um iphone sem portas e com carregamento exclusivamente wireless na próxima iteração e mandar a UE dar uma curva, mas esta oportunidade é boa demais para passar 😀

    • Jose Lapao says:

      Podes até ter razão, mas esse carregador sem fios como falas tem de estar ligado a tomada e será então esse dispositivo que terá de usar a porta USB-C e não uma lithining.
      A inovação do milénio caso a Apple conseguisse seria carregar o iPhone como se de rede móvel se tratasse aí sim não havia USB-C ou lithining ou que quer que seja, mas como isso neste momento (e talvez nos próximos anos) ser impossível tera de usar USB-C em tudo

      • mneves says:

        Sim, concordo com o teu comentário na sua plenitude. Devo dizer que não concordo muito com esta imposição da UE por uma questão de principio. Penso que o mercado deveria regular-se organicamente… Percebo a questão ambiental e tudo mais… Uma paternalização mais uma vez dos cidadãos que como são estupidos e compram apple, acabam por poluir mais, estando a contribuir para mais lixo electrónico… estes consumidores deveriam pressionar a apple a fazer esta mudança ou mudar de fornecedor, ou apenas criar legislação que aumente a carga de impostos a estes produtos como compensação ambiental. “se a estupidez pagasse imposto….” é um clássico…

        Do lado da conveniência, acho ótimo, mas não me parece motivo suficiente. Esta legislação vem tarde, muito tarde… ao ponto de ser já inconsequente. Péssima guerra que a UE comprou.

  12. Joao Ptt says:

    A minha aposta é que vai evoluir para carregamento sem fios proprietário, e que vão abandonar o cabo por completo, só para chatear, e manter os lucros lá no alto.

  13. João Tavares says:

    Aposto que vai passar a vir sem cabo. Os carregadores também deviam ser obrigados a colocar na caixa.

    • Tiriri says:

      A Apple só não vende os telemóveis sem bateria porque tinhas que abrir o aparelho para a colocar…
      Mas espera lá:
      -Vender Iphone 17
      -Vender Carregador á parte
      -Vender Cabo á parte
      -Vender Bateria
      -Cobrar por assistência especializada para colocar a bateria

      …. Se calhar até não é mau negócio!

    • Miguel says:

      Sim

      Quatro transformadores parados na gaveta não chegam
      preciso lá meter mais um

  14. Paulo Ferreira says:

    USB-C funciona para portáteis gamer com 330W e ou 2x280W?

  15. Paulo says:

    Só para dar uma informação que acho que passou ao lado de algumas pessoas. A norma obriga a utilizar usb c em aparelhos que funcionem com uma potência máxima de 100 watts, pelo que a desculpa que algumas pessoas estavam a dar não é valida. E de acordo com a evolução da norma é normal que vá aumentar para 200 watts ou mais com o futuro. A desculpa da evolução não faz sentido, mas apenas a apple para vir com essa desculpa quando usa usb c em outros aparelhos.

  16. Jfcastro says:

    O Pplware diz: “. O Lightning, que apareceu e foi um salto qualitativo na indústria, será agora substituído pela porta USB-C”
    Mas o Pplware podia dizer:”. O Lightning, que apareceu e foi um salto qualitativo na indústria, será agora substituído pela porta USB-C que é bem mais qualitativo.”

    • Vítor M. says:

      Quando o Lightning apareceu ainda demorou dois anos até aparecer o USB-C. Não tens noção da realidade dos factos, por isso dizes o que dizes.

      Repara, mesmo depois de aparecer, o USB-C ainda demorou 3 a 4 anos até ser efetivamente uma escolha geral do mercado. Até lá era o Micro USB quem reinava. Portanto, durante pelo menos 7 anos o Ligthning gerou milhões de dispositivos com este interface muito superior ao Micro USB que, atenta, foi apontado como potencial standard do mercado mobile 😉

      Tens de estudar um pouco deste assunto para perceberes como estás errado. Mas amanhã vais ver um artigos ue explica muito bem este assunto.

  17. Vitolas says:

    Vai ser apresentado como mais uma ifeature.

  18. Pierre says:

    Tanto ódio à Apple… deviam era agradecer por tanta inovação… não é perfeita, não, mas se não a tivessem devia estar bonito algumas coisinhas… é sempre bom haver alternativas, diferentes formas de utilizar, ver, etc.

  19. Jfcastro says:

    Já sei que és fã guerrido da Apple, mas não te enerves. No meu comentário só disse que o USB C é bem melhor. Não falei em datas ou falei?

  20. Sergio J says:

    O iPhone 15 vira sem qualquer porta

    Se não for no 15 será no 16 ou 17.

    Ou a UE vai obrigar a ter sempre a porta?

  21. SANDOKAN 1513 says:

    Chupa Apple !! Kkkk… 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.