Quantcast
PplWare Mobile

Envios de PCs aumentam, mesmo com a escassez de componentes

                                    
                                

Fonte: IDC

Autor: Marisa Pinto


  1. wq says:

    o grande aumento na procura/vendas de componentes para computadores é uma das razões para a crise no stock de componentes… de modo que não é estranho que haja aumento de vendas!

    • Marisa Pinto says:

      O estranho não é o aumento de vendas, é haver numa altura que há escassez de produtos.

      • wq says:

        É o aumento destas vendas que ajuda à escassez de componentes disponíveis.
        Não há uma real diminuição na produção global de componentes, o que existe é uma perturbação na forma como a produção e os clientes são priorizados, reduzindo a disponibilidade para o mercado aberto e certas indústrias.
        Não havendo muita capacidade extra de produção certos produtos podem ver as suas cadeias de produção afectadas porque os seus componentes foram parar a outras empresas que fizeram melhores contratos com os fornecedores.

      • Fernando Jorge says:

        Julgo que o que o wq estava a querer dizer era que o que poderia estar a provocar a escassez de produtos, seria o aumento das vendas.

        • wq says:

          mais ou menos isso! O aumento de produção de PCs é uma das causas para haver problemas na disponibilidade de componentes.
          Não há no global menor produção de componentes (existem casos pontuais de fábricas com problemas mas afectam apenas um conjunto particular de produtos, não PCs). O grande problema são os desequilíbrios criados no lado da procura que aumentou muito acima da capacidade de produção instalada.
          Para dramatizar mais a situação os países começaram a ver como problema a falta de capacidade de produção e de diversificação de locais de produção.

  2. Emanuel says:

    Porque é que o governo não optou por computadores recondicionados para os alunos?

    Talvez comece a ser altura de colocarmos em cima da mesa a reutilização dos produtos sempre que as nossas necessidades o permitam em vez de tomar como primeira opção a compra de um produto totalmente novo.

  3. JCR says:

    Produtos de marcas Europeias, existem ZERO, pelo que aqui se mostra muito bem, os “escravos” que nós somos dos 2 países monopolistas da tecnologia digital mundial, e os corruptos de Bruxelas acham bem, não fazem nada, tornando os 450 milhões de cidadãos totalmente dependentes, e já nem sequer falo da total insegurança que isso traz ao espaço da UE, continuem assim que vamos longe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.