Quantcast
PplWare Mobile

Chia acaba com stock e aumenta o preços dos discos HDD de alta capacidade

                                    
                                

Fonte: Tom's Hardware

Autor: Marisa Pinto


  1. Steve Robs says:

    Que cancro esta moda das crypto moedas.

  2. PedroLeal says:

    Adoro que quando tem a ver com crypto, elas estragam tudo, não há beneficios nenhuns, mas depois os argumentos são, porque os devs de jogos não conseguem avançar, porque quero montar um pc para jogar e não tenho stock…. Aposto até que quem está mesmo chateado no meio disto tudo até deve de ser a NVIDIA, porque queria que os gamers comprassem, mas não, uns chineses estão a arrematar tudo para crypto e eles são contra isso, vender e ter mais procura que oferta :))

      • PedroLeal says:

        São tudo pontos válidos, sem dúvida mas…
        Este artigo é de dia 20, como fala no artigo, Elon Musk realmente falou nas preocupações de bitcoins mineradas com carvão e fontes de energia mais poluentes que outras, assim como o Kevin O’Leary falou nisso já há 2 meses, mas dele ninguém fala, porque só o conhecem do shark tank
        Ontem dia 24, ele esteve numa reunião com o Michael Saylor, com o Mike Novogratz, entre outros onde formaram um “comité de mineração de bitcoin” em conjunto com os miners situados na América do Norte para começarem a resolver este problema

        Porque para muita gente, a mudança tem que ser imediata, esquece-se é que passa uma vida a trabalhar para conseguir nessa mesma vida pagar uma casa, mas os problemas dos outros tem que ser resolvidos instantaneamente

        “Bitcoin alone consumes as much electricity as a medium-sized European country,”

        Isto é como comparar o uso de electricidade que é preciso para teres Internet, com a electricidade de um país, Porque não comparar o quanto se usa electricidade para por exemplo ver televisão, jogar computador, NETFLIX?
        Bitcoin é uma super rede 🙂

        Isto está escrito em paragrafos seguidos:

        “About 65 per cent of the crypto mining comes from China, where coal makes up around 60 per cent of the energy mix.”

        “About 75 per cent of miners use some kind of renewable energy, Cambridge studies show, but renewables still account for less than 40 per cent of the total energy used.”

        Eles misturam estatísticas, e quem não souber fazer as contas, só le a parte do fim, “que realmente polui” como tudo
        Porque se leres bem o artigo fala que na China, eles andam a procura de barragens e redes hidroelectricas aka renovaveis, para ter energia barata, porque senão não ganham dinheiro, ou poderá não cobrir para as despesas

        E se é para dar boicote a este tipo de coisas, sou o primeiro a assinar para começar a acabar com aliexpress e afins, todos adoram, mas na verdade adoramos é que eles explorem os empregados, usem combustiveis não renovaveis, para termos as nossas coisinhas baratas entregues em casa 🙂

        https://www.ft.com/__origami/service/image/v2/images/raw/https%3A%2F%2Fd6c748xw2pzm8.cloudfront.net%2Fprod%2F1cf393f0-b8a2-11eb-bf28-17cad02a7c43-standard.png?dpr=1&fit=scale-down&quality=highest&source=next&width=700

        Este gráfico está todo muito bem, mas conclui mal, pois os miners não é uma questão de ineficiência, mas sim de custo da eletricidade, não há grandes operações de mining em Portugal porque ninguém aguenta pagar 0.20€/KW

        Em relação à resolução, se fores a bitcoin-dev mailing list, aí ves que estão a discutir estes problemas, com Proof of Stake, Proof of Burn, etc, até metodos diferentes para conseguir ser o mais efecientes possiveis

        “As the amount of energy needed to run bitcoin became clearer, this policy became no longer tenable says Greenpeace.”

        https://www.ft.com/__origami/service/image/v2/images/raw/https%3A%2F%2Fd6c748xw2pzm8.cloudfront.net%2Fprod%2F5e1bfdd0-b97f-11eb-9951-cd7e108e5528-standard.png?dpr=1&fit=scale-down&quality=highest&source=next&width=700
        Este gráfico também é incrivel, só que acaba em infinito, ou seja é sempre a subir até sermos uma bola de fogo cheia de asics 🙂
        Isto é um modelo, e um modelo é para dar ideias do que poderá aparecer, e não a verdade

        Please use the sharing tools found via the share button at the top or side of articles. Copying articles to share with others is a breach of FT.com T&Cs and Copyright Policy. Email licensing@ft.com to buy additional rights. Subscribers may share up to 10 or 20 articles per month using the gift article service. More information can be found at https://www.ft.com/tour.
        https://www.ft.com/content/1aecb2db-8f61-427c-a413-3b929291c8ac

        Max Boonen, a former banker and founder of cryptocurrency trading platform B2C2, says “there’s a cost” to the environment from this industry, some of which is balanced out by the benefits of bitcoin’s “censorship resistance”.

        Porque isto não é só gastar luz, mas sim criar algo independente do que nos controla há anos

        “Increasing bitcoin mining capacity could allow the energy provider to ‘overbuild’ solar without wasting energy,” acho que nao preciso de dizer mais nada…

        O que mais irrita é que não se apresenta motivos válidos, ou até interessantes do ponto de discussão, mas sim um link de um artigo, que secalhar não se entendeu metade do que lá diz

        Abraço

  3. ToFerreira says:

    Já não bastavam as gráficas… qualquer dia arranjam uma moeda a minerar com ratos ou teclados e ficamos sem periféricos.

    • crypto maniaca says:

      bem… eu estou a terminar um algoritmo em que a validacao das transacoes sao feitas pela aleatoriedade dos movimentos do rato e do premir das teclas. Bem amigo do ambiente, tem que ter uma pessoa a teclar e a mexer o rato

  4. LA says:

    E acabarem de vez, com a porcaria das criptomoedas.
    Isso sim, era uma decisão sensata. Tanto para o planeta, como para a população, não lunática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.