Quantcast
PplWare Mobile

Satélites da Starlink estão a deixar os astrónomos furiosos

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Manso says:

    O importante é fazer do Musk uma pessoa mais rica. A poluição dos céus, água e ar pouco interessa…

  2. Samuel says:

    A mim só me trouxe 400 Mb de velocidade onde só tinha 0,75. Beneficios pra uns, prejuizos pra outos.

  3. Luis Henrique Silva says:

    Já não basta a lixeira que vai na nossa órbita, e ainda vai haver 12000 satélites da starlink.
    Já não contando com tantos outros existentes e que ainda vão existir.
    Para mim isto é preocupante.

  4. SteveRobs says:

    Pôr entulho deste em orbita é “bar aberto” ou existe algum organismo mundial a gerir isso?
    Realmente é uma vergonha.

  5. Marcelo Frazão says:

    Continua a não ser tão grave como a poluição luminosa provocada pela iluminação publica. Actualmente é isso que mais afecta as minhas observações, mesmo em locais ermos. A poluição luminosa por exemplo de uma cidade afecta num raio de centenas de quilómetros em seu redor.
    Aqui o problema destes satélites é mais ao nível do lixo espacial e de todas as implicações para um futuro a médio/longo prazo de exploração espacial. Vamos acabar por sofre o síndrome de Kessler.

    • Manuel da Rocha says:

      Errado… que raio de observador és? Dos que usa binóculos e um telescópio para veres a Lua?
      Agarra no seu hiper telemóvel e vê qual é o limite de abertura que permite (provavelmente é 5-10 segundos). Fixa o telemóvel numa base, foca uma estrela ou galáxia (caso estejas em local escuro). Carrega para tirar a foto. Vê os pequenos traços. Uns são satélites, outros são meteoritos.
      Depois pede uma máquina profissional, coloca-a no mesmo sítio e com a abertura a ser dos 15 minutos aos 45 minutos. Não te assustes com o monte de movimentos que lá aparecem… então nas 2 horas após o por do sol, já há sítios que perdes metade dos objectos observáveis. Por cá ainda temos sorte… os 3200 satélites que vão cobrir o nosso céu vão começar a ser lançados em Março de 2022.

    • Pedro L. says:

      É Verdade. A poluição luminosa em portugal é enorme .

    • iDroid says:

      Para mim o síndrome de Kessler será muito pior que a poluição luminosa…

  6. LA says:

    Ainda querem eles viagens ao espaço. Qualquer dia não conseguem sair do planeta sem levar, com um qualquer objeto à deriva, no espaço.

  7. Helder Coelho says:

    Boa questão! Infelizmente a Terra é dos ricos e poderosos. Esse senhor não me vendia sequer um prego ferrugento! Mas os cordeirinhos gostam, ele dá uma peido e toda a gente aplaude. Pobre destino da Humanidade….

  8. secaya says:

    Mais lixo espacial…já haviam poucos satélites…

    Quanto mais cedo o Elon Musk realizar o seu sonho de viajar para Marte, melhor.
    Deixe o planeta Terra em paz.

  9. Ricardo Gomes says:

    já em 2020 desloquei-me a uma montanha na suíça para poder fotografar a via láctea…estava o dia perfeito, sem nuvens, o posicionamento da terra, sol e lua estavam perfeitos, o tempo era o ideal etc… infelizmente não consegui uma foto de jeito na janela de mais de 2 horas graças aos satélites Starlink…. entretanto tudo ficou pior, tudo vai ficar ainda pior… e ninguem faz nada 😉 até parece um filme que vi a pouco “não olhes para cima”.

  10. Joao Ptt says:

    Pessoalmente não simpatizo com a existência de astrónomos.
    Que venham daí mais satélites!

  11. Pedro L. says:

    Acho que a poluição luminosa é tanta nas cidades que ninguém lá se lembra de como era um céu estrelado e nem se apercebe da quantidade de satélites

    • Ricardo Gomes says:

      Felizmente ainda se encontram alguns locais no nosso planeta com pouca ou nenhuma poluição luminosa… o problema agora é que nem nesses locais consegues ter uma visualização perfeita, graças aos satélites da starlink e o problema está mesmo no tipo de construção e posicionamento dos satélites…

  12. Miguel says:

    Deviam acabar com isso….

  13. Alphie says:

    Acho muito bem tudo o que este Sr. Musk tem feito. Se não fosse ele ou alguém como ele ninguém saia da cepa torta. Os astrónomos a quem estes satélites fazem comichão devem ser pseudo astrónomos ou já velhos senis que se recusam a evoluir. Deviam sim preocupar com a poluição luminosa que as cidades fazem, porque essa sim afecta em muito as observações astronómicas. Tenho mesmo imensa pena que o Sr. Musk tenha dado ouvidos a esta gentinha e dotado os satélites de óculos de sol, agora e com a saída da constelação Iridium não há nada de interessante para observar, além da ISS, pois estes satélites que tinham magnitude de brilho inferior a 0, passaram a ter magnitudes bastante superiores a 0 que os torna praticamente invisíveis.

    • Bruna says:

      Tem de haver um equilíbrio e um respeito mútuo, o mundo tanta é duns como dos outros. Por alguma razão existe um travão nos carros, não é só acelerar e levar tudo às frente!
      Um milionário com uma ideia é um visionário, mas um desgraçado com uma ideia é um idiota.
      Para o Sr Musk, aquilo é mais um negócio, ele está mortinho para ser o primeiro a ir a Marte mas não vai conseguir e se conseguir não vai encontrar nada em Marte que ajude a resolver nenhum dos vários problemas que existem na Terra. Porque é que não investe em investigação ou soluções para os vários problemas que temos e que não há solução?

    • Ricardo Gomes says:

      Alphie uma pergunta: Tu acreditas mesmo na parvoíce tremenda que acabaste de escrever?

    • Miguel says:

      Ah homem… mas pensaste no que escreveste?
      Os astrónomos não vêm as estrelas nas cidades, como é óbvio. A poluição da cidade é algo que os astrónomos podem evitar, o crescente número de satélites é mais complicado….
      E já agora, como não há nada de interessante para observar? nem vale a pena entrar por aí, cruzes!

  14. PJA says:

    Muito bem. Uma análise correcta.

  15. Mellow says:

    Só choro aqui nos comentários… Graças à starlink qualquer pessoa em qualquer canto do planeta consegue ter internet, mas pronto, contar as estrelas do céu é mais importante … lmao

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.