Quantcast
PplWare Mobile

Novo buraco do ozono detetado, agora sobre o Ártico!

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. carlitos says:

    A ciência dos buracos!

  2. SANDOKAN 1513 says:

    Só nos faltava agora esta.Que “linda” conjuntura,sim senhor. 😐

  3. manuel says:

    Porque é que um site sobre tecnologia se interessa por questões climáticas?

  4. Cisco says:

    Se o buraco do ozono é aumentado pelas temperaturas baixas, a verificar-se este aumento de tamanho, quer isto dizer que as alterações climáticas estão a regredir, não é? Partindo do pressuposto que as ditas alterações causariam, principalmente, o aumento da temperatura e consequente degelo, polo norte incluído.
    Como se vê pelo aumento de tamanho do buraco, afinal a temperatura estará a baixar significando uma aparente recuperação das alterações climáticas.
    Mas que grande buraco na teoria das alterações climáticas!

    • PGomes says:

      Completamente errado. Aliás, é o contrário.
      Com o aquecimento da temperatura global, tivemos o derreter do gelo no Ártico, resultando numa alteração da localização do jet-stream. Este agora desceu para o centro da Gronelandia, no paralelo 73.
      E é esta a causa da alteração de temperatura localizada sobre o Ártico.
      É preciso ter em conta que a alteração de temperaturas a nível global, resulta na alteração de várias correntes de ar e água.
      Por exemplo, nós em Portugal beneficiamos da corrente marítima quente, originada no golfo do México e que aquece a nossa costa. No inverno, isto resulta em temperaturas menos baixas do que noutros locais no mesmo paralelo. Por exemplo, Nova Iorque fica no mesmo paralelo que Portugal, mas tem invernos muito mais frios.
      Se a subida de temperatura a nível global subir e alterar a circulação da corrente do golfo do México, nós vamos a passar a ter invernos mais frios.
      Climatologia é muito mais complexa do que se subir a temperatura no planeta, todos os locais vão aquecer na mesma proporção.

      • Wishmaster says:

        Pois, mas o que ele se referiu, pelo contexto e pelo resto do comentário dele, é à teoria das alterações climáticas causadas pelo homem… Na tua resposta falas já das consequências de um aquecimento, mas o que ele quer dizer é que vai por água abaixo a teoria de que somos nós que causamos os buracos e as alterações climáticas.

    • Toni da Adega says:

      +1
      Andou a civilização a trabalhar para produzir um Smog de qualidade e agora, querem acabar com isso.
      Sem falar das florestas, andamos nós a gastar tempo e dinheiro a mandar tudo abaixo e agora querem perder tempo e dinheiro a plantar.

  5. me says:

    “Tendo em conta a constituição do Polo Sul sem terra e relevo (ignorando o maciço gelado), é mais fácil ocorrer temperaturas drásticas do que no Polo Norte, onde existem montanhas e outros fenómenos geológicos que impedem grandes quedas de temperatura.”

    Não, é ao contrário, o Polo Sul é onde há terra, é o continente antártico. Já o Polo Norte, esse sim é praticamente só gelo.

  6. manuel says:

    A questão é que estas noticias sempre reflecte a acusação de que tudo depende da actividade humana, sem que haja lugar ao contraditório.
    Por exemplo, apesar de estar tudo parado: aviões, carros e fábricas o CO2 continua a subir e não se vê na grande media noticias sobre isto.

    • Toni da Adega says:

      Isso é como dizer que a quarentena e isolamento não é eficaz pois todos os dias aparecem novos infectados com Covid-19.

    • Vítor M. says:

      Da uma vista de olhos ao Flightradar24 e diz-me se está realmente tudo parado.

    • Wishmaster says:

      @manuel
      Pergunta a um defensor das alterações climáticas serem causadas pelo Homem, a percentagem de CO2 na atmosfera, pergunta se sabe dizer a percentagem de contribuição do Homem para esse CO2 (lá os milhões de toneladas que emitimos, que percentagem representa no aumento de CO2), pergunta também por que razão ainda se tentam compreender tantos fenómenos e por que razão ainda se fazem dezenas e dezenas de estudos sobre o clima, para tentar entender fenómenos que ainda não compreendemos. Vais ver que não te respondem, na maioria. Debitam o que vêem nos media…

      O CO2 nada tem que ver com a nossa actividade e se eles falassem nisso, lá ia a teoria mentirosa deles por água abaixo…

      Por outro lado, se isto reverte assim tão rápido (partindo do pressuposto que somos nós os culpados) então o problema está resolvido…lol Eles que falavam de um “ponto de não retorno”!!!! lolol Que paródia…
      E lá vai o discurso da Greta também, que não poderemos voltar atrás e temos uma data limite..2030. Basta fecharmos tudo durante 15 dias e fica resolvido (segundo o que eles têm dito, a Terra já está a recuperar a todos os níveis lol)

  7. finalmentes says:

    exelente artigo sim senhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.