Quantcast
PplWare Mobile

MIT apresentou um método que poderá resolver o problema de armazenamento de carbono

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. António Azevedo says:

    Interessante esta proposta. Ainda assim, é bom lembrar que o carbono armazenado no solo é 3 vezes o das plantas vivas, e 2 vezes o da atmosfera — ou seja o solo é crucial para o sequestro de carbono.

    O Solo é a base das nossas vidas, apesar de não se falar disso. Até agora. “Salve o Solo” é um movimento global para enfrentar a crise do solo, reunindo pessoas de todo o mundo para defender a Saúde do Solo e apoiar líderes de todas as nações na instituição de políticas e ações nacionais para aumentar o conteúdo orgânico no solo cultivável. Saiba mais em savesoil. org / consciousplanet.org/pt

  2. Bruno says:

    Basta plantar florestas e resolvemos o problema. Não é preciso tecnologia nenhuma. O ser humano é tão evoluído que não consegue entender que a única forma de fixar Carbono é transformá-lo em algo útil , como comida e oxigénio. Isto é como na medicina. Tratamos a doença e não a saúde. Na fixação do Carbono, gastamos milhões em tecnologia para fixar o Carbono e não entendemos que com tão pouco resolvemos o problema. Mas este pouco não dá € aos grandes capitalistas.

  3. Grunho says:

    Primeiro, separar o carbono e bombear para baixo da terra consome energia. Obtida, pelo menos em parte com… mais emissões de carbono. Depois, desiluda-se quem pensar que ele fica lá. O solo é poroso e ele volta à superfície para voltar à atmosfera. Se for armazenado em reservatório impermeável fica lá, mas a pressão vai aumentando à medida que é acrescentado, e pode acontecer que algum dia estoire. Se o problema é mesmo CO2 só há uma saída: para de queimar combustíveis, sobretudo fósseis. Qualquer “habilidade” como esta do sequestro de carbono não passa de um falso pretexto para continuar com a queima.

  4. Francisco Alves says:

    Tinha visto a pocos días uma empresa na Islândia que está a fazer isso a anos, acho um bocado esquisito que o MIT esteja agora com está iniciativa más quantos mais a trabalhar na tecnologia mais acelerado o desenvolvimento.
    https ://www.carbfix.com/how-it-works

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.