Quantcast
PplWare Mobile

Investigadores desenvolveram um novo implante que alivia a dor sem medicamentos

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. SPr says:

    Eu recuso qualquer tipo de implante que exista medicação intravenosa ou qualquer medicação que possa existir nos implantes.

    O único implante que talvez aceitaria seria dentário, perna. Nada de nanotecnologia ou monitorização nada. Nem medicamentos nada! Tem de ser offline, se é que me entendem

    • Pedro Mendonça says:

      e depois descarregas a tua vida nos facebooks e instagrams….o normal

    • Joao Soares says:

      Es pouco chalupa és !!!

      • Sergio M. says:

        O Scimed também era anti-chalupas, e os chalupas deram cabo dele!
        Fiquei feliz, festejei e abrir um vinho tinto com absinto!

        Podes chamar o que quiseres, chalupa és tu. Eu cá tenho provas do que digo, provas reais em pessoas que estiveram doentes com Alzheimer, testes feitos e médicos surpreendidos como foi feito. Cry in the river buddy.

        Viva! A derrota desse Scimed.

        • Joao Soares says:

          LOLOL. Quem é o scimed ? Fdx ainda és mais chalupa do que eu pensava
          “tenho provas reais do que digo! ” AHAHAHA sim ja sei, viste num qualquer video no telegram. Fdx sao a risada deste pais

    • Keyboardcat says:

      Ninguém te obriga a nada! Tal como toda a restante medicação.

      Direito universal á saude não significa que toda gente é obrigada a ser tratada.

      • Sergio M. says:

        Exatamente, ninguem lhe obriga a nada, muito menos a perderes a comentar se concordas ou não, cada um com a sua opinião, uma coisa é certa eu não mudo de opinião tu por achares que tens razão. Por tanto em que ficamos? Queres ficar o dia todo a discutir?

        Eu acredito naquilo que quero e bem me apetece e tu também. São diferentes panoramas e ideologias. Mas és obcecado em tentar virar os outros.

        Deixa-te de ciências e aprecia a mãe natureza tal como ela é e o que ela te oferece! Ar puro, tranquilidade. E deixa la esse “keyboardbrainwashingme”

  2. Orl says:

    Seremos dinosauros brevemente e mais depressa do que podemos antecipar, tal como os boomers que querem “voltar ao passado” para tempos mais simples porque o mundo de hoje é demasiado complexo e assustador as novas gerações de hoje farão o mesmo no futuro, quem não se adaptar ficará para trás e quem se adaptar perderá a sua humanidade!

  3. Drmarciosilveira says:

    Acupuntura temporária?

  4. B@rão Vermelho says:

    Como doente crónico portador de doença auto-imune, confirmo, os opíaceos aliviam quase que fazem milagres mas com a sua utilização recorrente os efeitos secundários são terríveis, estive vários anos a tomar este tipo de medicação, não para curar apenas para conseguir ter uma vida o mais normal possível, neste momento acompanhado no serviço nacional de saúde para fazer tratamento experimental que só é possível graças ao nosso excelente serviço nacional de saúde, de outra forma não conseguia pagar pagar o tratamento.

  5. Profeta says:

    Alguem ja se perguntou o porque deste pessoal se ter dado ao trabalho de andar a desenvolver isto ? Da ideia que afinal eles nao querem andar a encontrar curas, apenas algo para atenuar as dores ? Se olharmos para tras de facto e isso que se passa em relacao a muitas doencas, nada de curas, apenas medicamentos para atenuar dores. Ja Bob Marley dizia “Eu nao acredito na cura dos medicos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.