PplWare Mobile

Categoria: Ciência

Lumir K: a lâmpada LED que funciona com óleo de cozinha

A tecnologia está disponível, os conceitos estão disponíveis, agora é criar e puxar pela imaginação. Assim nasceu a Lumir K, uma lâmpada LED alimentada por óleo de cozinha que converte a energia térmica do óleo de cozinha em eletricidade.

A lâmpada é equivalente a 100 velas. O óleo de cozinha torna-se uma fonte de energia para a sua iluminação.

Imagem de um candeeiro LED alimentado a óleo de cozinha


ANACOM vai fiscalizar temporariamente as atividades espaciais

A Autoridade Espacial tem por missão regular, supervisionar e fiscalizar as atividades espaciais, sem prejuízo das atividades de fiscalização por parte de outras entidades no âmbito das respetivas atribuições e competências.

Enquanto não existe uma Autoridade Espacial, será a ANACOM a fiscalizar tudo o que se envia para o espaço.

ANACOM vai fiscalizar temporariamente as atividades espaciais


Raio de trovoada atinge foguete russo Soyuz no momento do lançamento

Não é uma situação que se veja todos os dias, mas também não é caso inédito. Neste momento curioso, testemunhado por algumas pessoas, um raio atingiu o foguete russo Soyuz no momento do lançamento. Para a história ficam as imagens.

No entanto, segundo as informações, a nave não sofreu qualquer dano nem houve motivo para qualquer preocupação. Veja como tudo aconteceu

Imagem ilustrativa de raio de trovoada a atingir nave espacial da Rússia


Micróbios que comem plástico poderão ser solução para poluição dos oceanos

Não é por acaso que as organizações dedicadas a alertar e combater a poluição estão cada vez mais em voga. Não é por moda, é mesmo por urgência. Há cada vez mais lixo nos oceanos e o plástico é um cancro que tem de ser combatido. Assim, poderá ter surgido uma fonte inesperada de apoio para a resolver esse terrível problema ambiental: micróbios marinhos que comem plástico, limpando o lixo omnipresente.

Sabia que atualmente há mais de 150 milhões de toneladas de plástico nos oceanos? Sabia que há uma estimativa que refere que por ano entram nos oceanos cerca de 4,8 a 12,7 milhões de toneladas de plástico?

Micróbios que comem plástico poderão ser solução para poluição dos oceanos


“Implantes Cerebrais” tipo Google podem tornar a aprendizagem obsoleta em 20 anos

Segundo os especialistas em Inteligência Artificial, poderíamos ter implantes nas nossas cabeças que descarregariam automaticamente todo o conhecimento para os nossos cérebros, tipo Google. Assim, essa tecnologia, chamemos-lhes “Implantes Cerebrais”, poderiam tornar a aprendizagem que conhecemos totalmente obsoleta em 20 anos.

A ideia é um dia, bem lá no futuro, poder o ser humano “descarregar” toda a informação necessária. Já imaginaram o poder que se adquiria?

Imagem artística sobre implantes cerebrais tipo Google