Quantcast
PplWare Mobile

União Europeia já decidiu! Apple tem até ao final de 2024 para trazer USB-C ao iPhone

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. mkbhd says:

    Acho que nao vamos ter nenhum iphone com type-c. A apple está a preparar tudo para remover as porta de carregamento e ficar só com o wireless charging.
    Isto tendo em conta que esta lei faz com que não se aposte na inovação das portas de carregamento/dados, não podendo assim haver uma porta lightning 2.0.

    • Luis says:

      não me parece. E como carregar em movimento?

      • PAULO SILVA says:

        Sem porta de dados é difícil fazer certas programações e diagnósticos.
        Só espero que seja o USB-C mas do tipo 3.0, pois o lightning funciona no padrão 2.0.

      • Oh says:

        +1
        Exatamente.

        Faz me lembrar o Vítor (who else não é?) ter digo que em casa dele é tudo wireless.. ya mas carregar em movimento? E certas tarefas que requerem o uso de um cabo?

        A Apple vai puxar pelo wireless mas não vai tirar a entrada.

        • Vítor M. says:

          Tu és um bocado lento 😉 tenho de te legendar as coisas sunshine? 😀 De facto eu não uso cabo para carregar o telefone (os telefones, nem o Samsung), a mesa tem indução. O carro tem indução. Não uso o cabo para sincronizar o iPhone com o iMac nem com o Macbook, o sistema operativo tira proveito do WiFi e faz isso sem fios.

          Que tarefas dizes tu que requerem o cabo?

          Existem, dou-te já um help porque vais dizer disparates. Se for necessário um DFU mode, preciso de cabo para o ligar ao Mac, mas é coisa que não me lembro de o fazer por necessidade de uso corrente, faço porque gosto de ver como evolui esse mecanismo (e mesmo assim é raro fazer).

          Por exemplo, quando quero passar o conteúdo de um iPhone para outro, coloco-os lado a lado e eles tratam de vida, não preciso de cabo, ambos na mesa, a carregar e a falar um com o outro. (ui agora já estás todo baralhado, fui muito rápido para ti) 🙂

          Em termos de fios, não uso para ouvir música, não uso para sincronizar com o carro, não uso para sincronizar com o Apple Watch, não uso no dia a dia em nada mesmo. Em viagem, uso o carregador sem fios, que é simultaneamente powerbank e carregador do Apple Watch. OK, é o acessório que precisa de fio para se ligar à rede elétrica.

          Sobre o que a Apple vai fazer, claramente ainda não será no iPhone 15 que vai remover toda e qualquer entrada, isso ainda vai demorar, pois o mercado precisa de evoluir também. Mas cada vez existem menos portas no iPhone. Relembro que a porta SIM já desapareceu nos EUA e será removida no resto do mundo a seguir.

          No que toca à comunicação, o WiFi tem evoluído, o BT idem aspas e iremos ter mais ano menos ano… menos dependência dos cabos, mas ainda há quem tenha de evoluir nessa infraestrutura pessoal (assim como o carregamento rápido da Apple tem de evoluir).

    • Art says:

      Concordo , penso que não vai haver nenhuma porta usb-c ..e quem vai ficar a ganhar será a Apple

    • Blackbit says:

      Todos os iPAD já adotaram o USB-C pelo que não entendo a razão pela qual os iPhone tb não tem essa interface.
      É casmurrice da Apple, só pode.

      Pessoalmente acho que a interface USB-C deveria ser estendida a todos os equipamentos electricos de baixa voltagem caseiros (incluindo routers, switchs, access point, maquinas de barbear, berbequins, etc) mesmo que seja só para carregamento ou alimentação.

      Embora ache a interface lightning melhor que a USB-C, mas a partir do momento em que se opta por uma então há que levar essa adopção a todos os equipamentos.

  2. V.T. says:

    Esta lei só peca por atraso…

    Havia de haver outra lei que obrigasse a Apple a usar Android. Era a cereja no topo do bolo!

  3. Carlos Costa says:

    FINALMENTE standarização dos dispositivos

  4. Paulo Pedroso says:

    Não é a Apple, são todas as marcas que nao usem USB C, simplesmente USB C vai ser obrigatório em todos os dipositivos quem quer vender tem de ter, a união europeia não obrigou ninguem, é uma lei, quer cumpre quem nao quer não vende e o mundo continua.

  5. David Guerreiro says:

    Nos portáteis pode demorar mais, até 2026.

  6. António II says:

    Até final de 2024??? Que eficiência da UE e da Apple!

  7. ºOº says:

    Era tão bom a Apple ou outra marca criar uma porta de carregamento e transferência de dados muito melhor que usb-c, e assim a UE “comer” tecnologias inferiores.

  8. Hélder Lemos says:

    A EU vai também regular o carregamento wireless:
    “Encouraging technological innovation
    As wireless charging becomes more prevalent, the European Commission will have to harmonise interoperability requirements by the end of 2024….” (Fonte: https://www.europarl.europa.eu/news/en/press-room/20220930IPR41928/long-awaited-common-charger-for-mobile-devices-will-be-a-reality-in-2024).

  9. SANDOKAN 1513 says:

    Boa decisão.

  10. o consciente says:

    Vítor M., tu queres convencer que o Wi-Fi do iPhone 14 Pro (velocidade real máxima anda pelos 900 Mbps) pode ser uma alternativa para passar vídeo… versus um usb 3.0? (5 a 10 Gbps). Ainda bem que o iPhone tem o ProRes lolol

  11. Miguel A. says:

    A questão é que a Apple não disse que ia trazer o usb-c para o iPhone. Eles disseram que iam obedecer à lei, mas isso não significa que vão meter usb-c no iPhone. Pessoalmente, não acredito que metam usb-c no iPhone. Mas é esperar para ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.