Quantcast
PplWare Mobile

Se usa um pacemaker é melhor ficar longe destes equipamentos da Apple

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. sayWhat says:

    E eu a pensar que os equipamentos Apple salvavam vidas…

    • AqueleAmigo says:

      A lista realmente é enorme..

      O melhor é manter os produtos Apple longe das pessoas! 😀

    • Alibo says:

      Salvam vidas? So se for as costas com a carteira mais leve eheh. E olhe que eu sei o que digo, sou o sandokan e estou em contacto permanentemente com os Ceos deste pais a telefonarem me a toda a hora!

    • Joao Ptt says:

      Tendo em conta as “inúmeras” chamadas falsas que os aparelhos criam para o número de emergência da zona (112, 911, etc.), um pouco por todo o mundo, é provável que esteja a ajudar a sobrecarregar os centros de recepção de telefonemas de emergência com chamadas que não deveriam ter sido feitas em primeiro lugar e com isso a ajudar a perder vidas, em especial naqueles centros onde eles investigam até onde for possível se aquela chamada é ou não verdadeira, em Portugal acho que não existe esse hábito, se receberem uma chamada destas provavelmente desligam e fica por aí normalmente a menos que na chamada seja óbvio e notório que é mesmo uma situação grave.

  2. Alibo says:

    O meu poco f3 de 300 euros alem de ser completamente seguro, tem um octa core com 120hz que da uma abada ao iphone. Quem compra apple e so para ter estilo

  3. Trumpetas says:

    então a lista é basicamente tudo menos iphone.
    lol

  4. Eu sei lá says:

    Por acaso alguém leu que se trata dos produtos da Apple que contêm ímanes?
    Olhem para a lista, comecem por AirPods e caixas de carregamento.
    Os das outras marcas não têm ímanes?
    Quando é para ratar na maçã o pessoal acelera um bocado 😉

  5. Jorge Carvalho says:

    Para evitar potenciais interações com estes tipos de dispositivos médicos, mantenha o seu produto Apple a uma distância segura do dispositivo médico (mais de 15 cm de distância ou mais de 30 cm de distância se estiver a efetuar o carregamento sem fios). Consulte o seu médico e o fabricante do dispositivo para obter diretrizes específicas.

    Tem tudo a ver com o artigo….
    Abc

  6. bill says:

    Mais fácil a malta tirar o pacemaker que encostar o iphone kkkk

  7. Julia Fogaz says:

    A sério? isso é tudo mentira.. apple é melhor qualidade, melhores serviços, melhor saúde, melhor segurança..
    SÓ QUE NÃO. Acordem, os produtos da maça ruida são os que mais produzem maior radiação, estão à espera de que? Depois android é que é mau…lol continue a viver no mundo encantado das maças e não acordem par a vida… então se tiverem pacemaker não acoram mesmo. loolol

    • Vítor M. says:

      Não juntemos ignorância com falta de clareza de opinião. A Apple e todos os outros têm os mesmos níveis e todos têm estas “declarações”, pois são assuntos sérios. O que a Apple fez foi colocar de forma mais simples a informação que as pessoas visadas têm de saber. Possivelmente os outros deveriam fazer o mesmo. Sobre o Android, esquece lá isso, continuas a bater na mesma tecla 😀 e não dás conta que tu és o produto 😉 LOL

      • Hugo says:

        Oi? Produto? É na Apple não és o produto também? Lol
        Ela tem razão, para além disso não há relatos,nem dos androids mais rasca 80 60 euros não 1200 de um iPhone a fazer mal, nem de PC de 150 euros não 1000 ou 3000 da Apple… Não desculpes o indesculpável… Contra factos……

        • Vítor M. says:

          Por serem rascas é que não há informações, são rascas. E não são só os de 80 euros, tens muitos de 280 e e80, até mais caros, que são rascas, porque não respeitam sobretudo o utilizador. Todos têm o mesmo problema que os da Apple tem face a pessoas que usam pacemakers, a tecnologia é tem essa característica intrínseca que afeta estás pessoas. Apenas só algumas marcas, como a Apple, Samsung, Huawei e poucas mais, têm nos seus sites esta informação.

          Quando tu tens tudo de borla, tu és o produto. Na Google tu és o produto, seja no motor de pesquisa, seja no Android, tu és o produto que eles vendem para a publicidade. Na Apple, pagas tudo é não é barato, mas não és objeto de publicidade(a tua vida online e offline). 😉

    • Monica says:

      o que é que “Android” tem a ver com produtos Apple?
      Os androdianos têm a mania de tentar sempre impimgir a Google aos outros.
      Se o artigo fosse sobre bananas um androidiano teria de falar de Android.
      Não há mesmo paciência para estes básicos, bolas… Parece os vendedores da praça a impingir os produtos.

    • Nuno says:

      És básica por natureza ou tentas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.