PplWare Mobile

Apple Watch Series 5: surpreenda-se com a primeira imagem do relógio!


Imagem: SlashLeaks

Fonte: Eurasian Economic Commission

Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. Filipe F. says:

    Lol.. surpreenda-se com a primeira imagem, porque? Por esteticamente ser igual ao anterior ou por estar a preto e branco a imagem?

    • Vítor M. says:

      A surpresa nem sera por uma coisa nem outra, isso que dizes é a apreciação básica. A surpresa é ter havido já uma imagem e com um versão funcional em francês. Quer isso dizer que estes equipamentos estão já em testes nos pulsos de muitos utilizadores por esse mundo fora a testar novas tecnologias que, segundo os rumores, estarão presentes neste modelo. Além disso surpreende por sair já, neste ano, junto com os novos iPhones. Isso pode dizer algumas coisas nas entrelinhas.

      Fora isso, o aspeto era previsível ser uma continuidade, será eventualmente mais fino, com melhor bateria e uns sensores novos.

      Embora possa ser anunciado no próximo mês, será que fica disponível já? Essas serão as eventuais partes surpresa. 😉

      • joao says:

        wow então é surpreendente um aparelho que falta 1 mês para o lançamento já haver pessoas a testar? a surpresa era se não houvessem…

        “Além disso surpreende por sair já, neste ano, junto com os novos iPhones. ” estás a falar a sério? quando é que saiu o 4? Não foi em Setembro no ano passado?

        • Vítor M. says:

          Na verdade a história recente colocou o Apple Watch no mesmo calendário do iPhone. Apresentação em setembro e lançamento no mesmo ano. Contudo, nenhum dos antecessores do S4 tinha tão bom desempenho com o sistema novo como tem esta versão mais atual. Está fluída, tem muitas novidades ainda únicas no mercado e é o smartwatch que mais vende. Por isso poderia a Apple estender a vida útil deste por mais uns meses, dado que o novo, a haver, poderá não ter um desempenho tão estonteante como o S4 teve em relação ao S3, por exemplo.

          Como tal, surpreende pela positiva porque poderá aparecer novidades que levem a troca. O que é bom sinal. Mais do resto, é notório que a Apple gere trimestres e pode apresentar num e vender noutro 😉

        • Tiago says:

          As perguntas do joao tornam evidente a lógica da surpreendente foto 😉

    • iDespairing says:

      Para quando um redondo? Cansei do design, sempre mais do mesmo!

      • rodrigojds says:

        o relogio quadrado ‘e muito mais pratico do que um redondo. Principalmente para texto. Quando foi a ultima vez que utilizaste um tablet, telemovel, etc redondo?

        • Woot! says:

          Independentemente do que digas a verdade é que é esteticamente feio e é tão prático quanto um redondo. Das duas uma ou nunca usaste um redondo ou nunca usaste um quadrado.

          Comparar um telemóvel ou um tablet com um relógio é para rir.

          • rodrigo says:

            errado. Comparar um telemóvel com um smartwatch faz todo o sentido.
            Um smartwatch não serve so para ver as horas tal como um telemóvel nao serve so para fazer chamadas. Nisso um quadrado ‘e bem mais pratico do que um redondo.

            E sim ja usei smartwatchs quadrados e redondos. Tal como ja usei relógios normais quadrados e redondos.

  2. Jota says:

    Rui….veja lá se organiza o seu pensamento!claramente você tem de reler os seus textos!nao há nada mais confuso…

    • Vítor M. says:

      Confuso? Como assim? Esta simples de perceber a ordem cronológica dos factos. O que está confuso?

      • LR says:

        Vitor, eu entendo o que o Jota quer dizer. Ele não se refere à ordem cronológica dos factos, mas sim à construção e estrutura dos textos do Rui Bacelar. É confusa, andando por vezes em círculos, repetindo-se continuamente, entrando em redundâncias, e com chamadas de atenção e conclusões desnecessárias. Além disso, a construção gramatical é confusa, talvez pela tentativa de enriquecer e florear o texto. Mas ninguém é perfeito, é tem vindo a melhorar.

        • Vítor M. says:

          Boas LR. Todos temos uma forma diferente de escrever. Uns de forma mais rica, outros de forma mais simples, mas o público é igualmente diversificado. Assim, embora a formação académica possa influenciar a maneira como escrevemos, é verdade que somos obrigados a nos ajustar aos temas e à técnica de os apresentar. Por vezes, há voltas que são dadas para enquadrar o assunto que podem ser atalhadas, verdade sim senhor. É nisso que se tem trabalhado. Neste texto em questão, o assunto está bem explanado e não parece haver dúvidas quanto ao enquadramento, mas poderá ter algum texto a mais que careça ser polido. Por isso é importante este feedback.

          Cump.

  3. Fixo says:

    Tem havido notícias sobre desavenças no “Departamento da Saúde” da Apple onde trabalham centenas de pessoas.
    A divergência parece ser entre os que entendem que a Apple deve produzir produtos e serviços para doentes e outros que se deve produzir para saudáveis (por exemplo, treino).
    Para saudáveis as autorizações são simples de obter, mas para doentes (equipamento médico/tratamento) é complexo. Mas dizem os desta linha, que é aqui, nas doenças crónicas, que está o dinheiro – e a possibilidade de a Apple fazer a diferença.

    Quanto ao Apple Watch, não há dúvida que são os sensores relacionados com a saúde, como o ECG, que têm puxado pelas vendas. Há um de que se fala de cada vez que sai um novo modelo – análise não intrusiva da glicemia, mas parece que ainda não é desta.

    • Vítor M. says:

      Exatamente. A Apple percebeu que o dinheiro está num serviço dedicado à saúde. Isto porque apenas debruçar sobre apps para bem estar, qualquer marca faz, mas ir mais além, como o ECG ou os sensores de queda, é preciso ter mais tecnologia. Claro que aumenta o desafio, mas não é por acaso que o Apple Watch se tornou numa máquina fantástica.

      Entre as possíveis novidades estão as possibilidades deste detetar a diabetes tipo 1, detetar outras possíveis doenças cardíacas (aqui com um teste desenvolvido com milhares de utilizadores que disponibilizaram os seus dados cardíacos num estudo com a Universidade de Stanford https://pplware.sapo.pt/apple/apple-watch-salvar-vidas/), além de outras tecnologias, como vimos aqui: https://pplware.sapo.pt/apple/apple-lanca-patente-para-apple-watch-detetar-diabetes-com-base-no-odor-corporal/

      Portanto, tudo isto dá trabalho e pode obrigar as equipas a desafiar a sua própria capacidade. O tempo nestas coisas é um fator determinante.

      • Fixo says:

        As questões no Departamento da Saúde da Apple não são propriamente à volta do Apple Watch.
        Ou melhor, há quem discorde por a Apple se centrar no Apple Watch quando devia avançar para equipamentos médicos, telemedicina e pagamentos de serviços na área da saúde (penso que será mais nos EUA, com a trapalhada dos seguros de saúde).
        E criar o FHIR (Fast Healthcare Interoperability Resources) tecnologia para aumentar a interoperabilidade entre hospitais, médicos e outras partes relevantes.
        Isto vai muito além do Apple Watch. Uma das queixas do pessoal da área da saúde é – no topo não estar um executivo da Apple dedicado exclusivamente a esta área e por isso as coisas andarem mais devagar do que deviam.
        Que há muito dinheiro a ganhar na área da saúde é uma coisa que as tecnológicas já perceberam. Como é que chegam a ele e ganham vantagem (e melhoram as condições dos doentes … já agora) é que é a questão.

  4. SANDOKAN 1513 says:

    Por acaso é bem lindo e muito apelativo.Acredito que se vai vender bem.E Apple é Apple,convenhamos.A qualidade está toda lá.

  5. Rodrigo says:

    Está deve ser pelo menos a 3a imagem que vejo esta semana do Apple Watch. 1a não é de certeza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.