Quantcast
PplWare Mobile

Apple apresenta o poderoso MacBook Pro de 13″ com processador M1

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Joao says:

    Para um produto Pro, fico desapontado com este lançamento. Mostraram várias vezes cinema4D mas apresentam computador pro sem opção superior a 16GB RAM, para renderização em cpu penso que 4 cores também não estejam em linha com esse mercado profissional…

    • Djshshs says:

      Concordo, com o preço que é já deveria vir com pelo menos 512gb de ssd e 16gb de ram, estas especificações deveriam ser so para o air.
      Não deixa assim de ser uma grande máquina, e a redução de preço e bem vinda

    • Lucas says:

      É o modelo mais barato dos MacBook Pro, ainda faltam lançar os outros modelos superiores com SoCs da Apple (que não deverão usar o M1) , tal como faltam lançar os iMac e Mac Pro.

    • Alfa says:

      É o pro de 13 polegadas mas é só o modelo mais básico de 2 portas Thunderbolt/USB4. O modelo acima, com 4 portas e mais RAM etc ainda é o modelo com processadores Intel lançado este ano.

    • acs says:

      é o pro mais portatil. O de 16 de certeza que vai ter muito mais specs e grafica com memoria dedicada ou um after burn. Esse sim é o pro real da apple. Para djs, e outros profissionais que só precisam de um portatil pequeno leve e poderoso para as coisa basicas que fazem este chega e sobra.

  2. ToFerreira says:

    A seguir com interesse, mas conhecendo a Apple, esta primeira iteração não deve correr muito bem. Venha a próxima geração.

  3. teclassoltas says:

    Então são 8GB partilhados, 256G de memoria, e isto pelo preço de um qualquer portátil que tem 16GB (não partilhados) de ram com 512G…
    Depois entra o marketing em acção, têm um super sistema operativo super optimizado, tão optimizado que multiplicam de forma magica os 8G de ram em 16G (virtuais), e como o SO é mega super, utiliza um algoritmo de compressão tbm ele mega super, e 256G são equivalentes a 512G num outro qualquer pobretanas.
    Nitidamente o utilizador Apple é um ser com algumas limitações sobre informática no geral.

    • Lucas says:

      Não é memória partilhada é memória unificada! A implementação permite menor latência e maior largura de banda, e permite que o CPU e GPU possam aceder aos mesmos recursos guardados em memória, o que também reduz latência e a necessidade de duplicação de memória.

      • Lucas says:

        Para não criar confusão quando digo “duplicação de memória.” estou a falar da duplicação dos recursos guardados para que CPU ou GPU possam aceder – isso reduz numa pequena parte as necessidades de memória RAM.

      • Toni da Adega says:

        Diferente nome diferente implementação, mas é memória partilhada. A memória é partilhada entre CPU e GPU, são 8GB para CPU e GPU.

        • Lucas says:

          tecnologias diferentes! uma tem desvantagens em performance, a outra tem vantagens em performance.

          • Toni da Adega says:

            Mas não deixa de ser memória partilhada. É simplesmente uma das muitas implicações que existem. Algo que já existe há muitos anos.
            Afirmar que não é memória partilhada está errado.

          • teclassoltas says:

            Pois sim, musica.
            Amigo, só tens duas opçoes, ou plaga grafica dedicada com memoria propria e algoritmo proprio de gestão e com processamento proprio, ou tens integrado, com memoria partilhada e gestão unica.
            Essa musica que cantas é a do marketing.
            Há varios portateis com memoria partilhada no mercado, nao é nada de novo.

          • Lucas says:

            teclassoltas, não é marketing! A Apple tem passado o último meio ano a documentar os programadores para esta forma de memória. A memória RAM até está integrada no próprio pacote do SoC.
            Memória partilhada era o que ocorria antes com os processadores Intel e os GPUs integrados que usava.

      • teclassoltas says:

        Podes das as voltas que te apetecer para justificar o injustificavel, mas a memoria é partilhada.
        O algoritmo de gestão da mesma pode ser o que for, mas nao deixa de ser memoria partilhada, o que significa que parte dos 8G estão logo reservados para computação grafica.
        O resto é a tipica musica do marketing.

        • Lucas says:

          hmm! não! não há memória reservada para o GPU, há memória ocupada por recursos num determinado momento, que podem ser maiores ou menores segundo as necessidades, com CPU, GPU e outros aceleradores no SoC, a poderem aceder aos mesmos recursos guardados (se assim for definido) com vantagens em termos de performance.
          Vê se entendes, isto não é só uma questão de gestão de memória na mesma RAM, isto envolve a forma como a memória física é implementada e comunica com o SoC. É uma arquitectura diferente para a memória, e faz parte daquilo que a Apple pretende ganhar com o Metal e o Core ML.

          • Toni da Adega says:

            Vê se entendes isto é somente uma questão de gestão de memória. O facto da memória estar embutida no SOC não faz disso memória unificada.
            Os super computadores utilizam memória unificada, a Nvidia utiliza memória unificada.

            O conceito de memória unificada é memória que pode ser acessível por outros chips. Seja acessível por vários CPU ou GPU algo utilizado em processamentos paralelos.

            Perde um pouco de tempo a ler sobre engenharia de sistemas pode ser que aprendas um pouco daquilo que estás a debitar.
            O script da Apple tem algumas bases mas existe muito mais vida sem ser o script da Apple.

          • PML says:

            Toni, só se enganou numa coisa – não é eng. de sistemas, mas sim arquitetura de computadores.

  4. Samuel MG says:

    Depois de existirem 8 core há 2 anos é que a apple lança o seu 8 core. Vai-se ver a apple a retirar os MacBook Pro devido a falhas de segurança do processador e a instabilidade do mesmo.

  5. Samuel MG says:

    As specs do M1 são para rir 1.8 GHz, o Turbo de 1 core é o mesmo que o de 8 cores (3.10GHz), o numero de treads é 8, a GPU não traz shader e só tem 128. Tenho pena de quem pensa que é melhor que os outros portáteis.

  6. Carlos says:

    Se é assim tão poderoso porque que é que veio substituir o I5 a 1.4 e pelo menos ao nível do preço o I5 2.0 continua bem acima.
    É este o novo processador ARM?

    • Lucas says:

      “substitui” todos os processadores que eram opção naquele modelo (i5, i7). Os outros modelos de MacBook Pro serão lançados mais tarde, com outro processador.

  7. SANDOKAN 1513 says:

    1479 euros ?? E só de 13 polegadas ?? Tá bem,tá. 😐

  8. LG says:

    8GB de RAM para um equipamento “pro”…
    .
    .
    .
    +230€ para +8GB de RAM… “pro” só no preço

    230€ compra pelo menos 32GB de RAM da gama alta nos dias de hoje

    • Toni da Adega says:

      Os novos macs não possuem módulos de memória. Está tudo imbuído no SOC. Um modelo com mais memória traz um SOC diferente, basicamente outro processador.
      Ver qual será a opção que iram ter para desktop

    • ITzanas says:

      Tens é de perceber que os Mac não possuem um consumo de recursos como os PC, daí os 8GB de RAM não serem tão chocantes.

      • Toni da Adega says:

        Na versao anterior do Macbook Pro tinhamos a opção de 32GB, mesmo sendo um Mac.

        • Lucas says:

          Na versão anterior deste modelo (com Intel) o limite de opção de memória RAM também era 16GB. Só os modelos a seguir é que davam a escolha de 32GB.

          • Toni da Adega says:

            Lá estás a dar a volta ao assunto como sempre, mas vou explicar.

            A versão anterior de 13 polegadas do Macbook Pro(versao Intel), e que ainda se encontra á venda, tinha (e ainda tem) opção de 32GB.
            Essa mesma versão é um Mac que corre Mac OS, e mesmo possuindo o mesmo SO (Sistema Operativo) possuía a opção de 32GB que em certas tarefas era essencial.
            E sim eu sei que versão de Mac OS que esse modelo possui é uma versão mais antiga. E sim também sei que o sistema operativo desses modelos está “compilado” e optimizado para x64 e que os novos estão optimizados para ARM

          • Lucas says:

            Toni da Adega, não estou a dar volta nenhuma ao assunto! Os MacBook Pro estavam subdivididos em 3 sub-gamas diferentes de modelos. O MacBook Pro mais barato que foi substituído por este modelo tinha a opção de 16GB, não tinha a opção de 32GB que existe nos outros modelos MacBook Pro acima. Não estou sequer a argumentar sobre a possível utilidade de ter 32GB…

          • ITzanas says:

            Toni, o Lucas tem razão. Dentro da categoria dos Pro 13″ tinhas três possibilidades, para cada uma das possibilidades tinhas uma configuração máxima, neste caso é igual, este so vai até aos 16GB como ia o anterior da mesma categoria 😉

        • ITzanas says:

          Certo, mas isso não invalida o que eu disse. 23GB ganhas mais fluidez, obvio, mas com os 8GB aguentaste bastante bem para o que é pedido num Pro, porque o SO é super optimizado. Ou seja, ter 8GB numa versão de entrada de um MacBook Pro não é assim tão chocante.

      • LG says:

        Isso é o que vamos ver quando creatores tipo Youtubers querem fazer renders longos de 4K’s

        • ITzanas says:

          Zeca, eu faço render de jogos 3D num MacBook Pro com specs destas, sendo que o processador é um i5 8ªG, e antes fazia num PC i7 8ªG com 16GB RAM e queres saber a diferença de velocidade? tipo nenhuma, e isto fui eu que testei, não precisei de videos de YouTube.

  9. Fulano says:

    Assim não dá… Ainda os haters não destilaram o ódio suficiente com os iPhones sem o carregador na caixa agora a Apple lança os macbook com os M1?
    Vão ser dois meses negros para os haters aguentarem as noticias que vão surgindo..

  10. José Fonseca Amadeu says:

    Estava fora dos macs desde que a Apple mudou de PPC para intel, ainda comprei um intel que era um lixo comparado com os antigos, agora vejo algo que poderá ser uma luz ao fundo do tunel, vou voltar aos macs e esperar para ver o que o futuro nos reserva.

  11. jorge says:

    Leio muitos comentarios de muitas pessoas que pensam ser engenheiros, se vocês pensam ser superiores aos engenheiros da Apple, enviem o curriculum vitae para a empresa podem ter sorte de virem a ser contratados, pela Apple.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.