PplWare Mobile

Unboxing MacBook Pro – Confusão ou revolução?


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. PTZulu says:

    Bancada de “testes”.

    Gosto, e tenho um MBP, o ultimo pre-retina de 15, e nao fiz upgrade para os retina por não achar viável o desempenho às resoluções deles. Com estes, acho que piorou.

  2. Nuno says:

    3.300€?? Fo***!!!!!

    • Belmiro says:

      Foi o que eu pensei! Uma loucura e sem a mínima justificação racional.

      E sinceramente tenho muitas dúvidas que seja o modelo mais encomendado de sempre: vejo em vários sites, revistas e blogs pro-Apple muita gente descontente que testou o portátil e não o vai encomendar.
      Mais, alguns blog dizem que não há muitas encomendas, há sim é um problema generalizado na produção com as baterias e bar e leva a prazos de entrega mega longos.

      • RuiZ says:

        “Sem a mínima justificação racional”

        Isto vindo de um puto que gasta 2000€ num computador só para jogar…

        • Filipe Coelho says:

          Isso não é racional? Ou menos tem uma utilidade que para ele pode valer os 2000€. No Mac de 3300 não jogas nem 1/10 de um desktop de 2000

        • Nitroflow says:

          Ou seja, menos de 2/3 do valor do macbook pro que tem uma gráfica bastante abaixo do sistema de jogos, e que é responsável por 1/20 do preço do macbook enquanto que no sistema de jogos de 2000€ esta é capaz de ser responsável por mais de 1/3 do custo do sistema. Em suma, o macbook sendo bem mais caro, carece das capacidades gráficas do sistema mais barato porque a apple se recusa a instalar placas gráficas mais capazes em nome da redução da espessura, é vergonhoso, mas cada um racionaliza o preço como lhe convém.

  3. Helder says:

    Sou utilizador de iPhone e iPad no dia a dia, tenho os ultimos modelos de ambos, no entanto em laptop nao troco o Windows por nada. Simplesmente nao gosto do Mac OS

    Acho que o Surface Pro 4 e muito superior ao Macbook Air para quem procura maxima mobilidade, e o Surface Book bastante superior ao Macbook Pro.
    No entanto em dispositivos moveis a Microsoft nao convence ninguem.

    Por isso fico com o melhor dos dois mundos, Windows 10 para uso intensivo e iOS para mobilidade

  4. LG says:

    Espero pela review. Gostaria também da vossa análise/opinião da bateria.

  5. Julio says:

    O preço é completamente fora da realidade. Tem muita qualidade sim mas 3300 euros? Não vejo nada de especial para ter este valor. Já que muita gente tem carros que nem isso valem. Em uso empresarial que é o foco deste portatil também não estou bem a ver as empresas que aqui em Portugal na maioria são micro e pequenas empresas também não deve existir orçamento para este mac. Vão ter de descobrir um nicho de mercado

  6. Blurry says:

    De facto as datas de entregas estão muito mal… o IPhone da minha namorada demorou meses a chegar e mesmo as pessoas que trabalham nas lojas retalhistas comentavam que isto não é normal.

    PS: Afinfa-lhe Mouxy! o meu telemovel? ahah

  7. Bigodes says:

    Pois.. Pelo que dizem, os “tantos” que trocaram macs velhos por novos Surface estão a devolve-los.. Acho que a malta dos mac anda é mal habituada e mal põe as mãos na concorrência arrepende-se..

    • Sujeito says:

      A “malta dos macs” quase não existe. É tão recente em Portugal que não houve esse tempo de habituação que dizes.

      Só agora muitos estão a experimentar um. Esse argumento não cola.

      • RuiZ says:

        Quase não existe?

        Eu estou aqui. Utilizador Mac há 10 anos vai fazer este Natal.

        • Sujeito says:

          Utilizador Mac há 15 deste lado.

          O que eu insinuado é que “malta dos macs”, pessoal quis cresceu habituado a Mac é quase inexistente por cá. É quase um erro de estatística. Quem usa, fez uma escolha algures no seu percurso. Não cresceu com.

  8. Jorge P. says:

    “Isto porque sabemos que funciona sempre, ao passo que no sistema anterior, muitas eram as tentativas falhadas até ao ponto de termos de desligar esse sistema de segurança.”
    O meu Clevo não se queixa. E o MacPro de finais de 2015 ainda está mais que para as curvas.
    Com a atual configuração e oferta disponível, não tão cedo faço upgrade

  9. 123asdasd123123123123 says:

    “3.299 euros”

    só rir 😀

    • Sujeito says:

      Podes rir. Mas quando compras um Mac e passado quase 10 anos não o consegues reformar porque continua a funcionar em ordem na empresa, vais perceber as coisas de outra maneira.

      • L_730 says:

        Pois eu tenho um pc de 2008 a correr W10 sem problemas e custou muito menos que um Mac.

        • Sujeito says:

          Nem eu disse que não tens. Ainda bem para ti.

        • Miguel Nóbrega says:

          São muitos esses casos…
          Mas tens de ver que quem compra um MacBook por 3000€ podes crer que vai cuidar dele para que dure 10 anos…
          Eu usei um Toshiba sem capa durante 7 anos depois guardei-o, assim que comprei um Macbook pro 15′ (1700€) comprei também na mesma semana uma sleeve extra para guardar na mesma mochila que guardava o Toshiba, vai ter que durar… (mas já foi à garantia uma vez) 😛

          • L_730 says:

            Eu entendo. Dar 1700 ou mais por um aparelho é para ter cuidado com ele. Mas tanto dura um pc de 500 como um mac de 1700. Não é por o mac custar mais que dura mais (já agora o meu pc nunca teve um problema).

          • Sujeito says:

            Miguel Nóbrega, ótimo ponto. O preço pago, em relação ao esforço envolvido/ percepção de qualidade traz consigo outro cuidado.

            Mas conheço malta que desafia isso e não conheço máquinas que aguentassem tanto mau trato como já vi macs levarem.

            L_730, é certo que o preço nem sempre é indicador linear da durabilidade/qualidade de um produto.
            Mas de pc de 500 para mac/pc de 1700 já é puxar a corda. Ainda assim há casos para tudo.

      • Diogo says:

        Amigo tenho colegas com mac de 2012/13 que ja estão a trocar por falta de estabilidade..

        • Luis says:

          eu tenho um macbook de 2008 e para office, net e multimédia(levou um ssd) está impecável

          • Az8teiro says:

            Diria que é como comprares um ferrari para andar a 90kmh.. Não vou discutir a qualidade dos portáteis mac, o design ou o SO excelente. Mas há tambémalgumas devantagesn: aplicações portadas/compatíveis, daí a estigmatização do mesmo para design. E algumas escolhas que a marca faz, e o utilizador tem que comer, ou não compra!

            A duração tem a haver com a estima que se tem pelos equipamentos e o que se puxa por eles… E neste campo, o facto de haver poucos jogos “da moda” a correr em mac, ou o SO muito bom, maximizam o seu tempo de vida útil fruto dos reduzidos abusos de processamento que sofre! Atenção isto é algo positivo!!

          • Sujeito says:

            Bons pontos Az8teiro.

        • Sujeito says:

          É possível, nada é perfeito e eu nao ponho as maos no fogo.

          Mas o Problema começa por A: ou Azar ou alguma Azelhice.

      • Filipe F says:

        de 2012 ja levou bateria nova (150 euros) e 1 mes depois queimou a motherboard. Arranjo era 500 euros. Solução? Não arranjar, comprar um com Windows.
        Sabes que o hardware não é praticamente nenhum da Apple não sabes? Sabes que por exemplo a Intel nao decide fazer processadores ”mais fiaveis” do que para os outros so por terem num macbook, e digo isto de RAM, de Disco, dos ecrã, etc.. Nada dentro do MacBook é especial e superior à concorrencia que tenha equivalente.
        Por ultimo, por 3000 euros falta saber se o preço é pelo SO em si que apesar de ter o mesmo estilo desde há anos, funciona bem, ou se é por ser Apple.

        • Sujeito says:

          Filipe F, não é a Intel que decide fazer. É a empresa que monta o computador, neste caso a Apple que escolhe com alguma sabedoria os componentes a usar e desenvolve tecnologias/hardware para integrar tudo a outro nível. Não tomes a minha palavra. Vai investigando.

      • 123asdasd123123123123 says:

        se dizes que uma empresa usa macs de 10 anos atrás é pk nunca trabalhaste numa empresa no ramo das tecnologias

      • 123asdasd123123123123 says:

        ja agora a minha master system tb funciona passados estes anos todos, se calhar devia usa-la em vez da minha ps4 pro 😀

      • crickefan says:

        a mim parece-me que a maior parte dos utilizadores do windows não entendem que o software se paga e é caro. Ora bem… No macos temos Garageband, Numbers, Pages, iMovies, Keynote, etc.. pré-instalados no sistema. Software de bastante qualidade e já agora porque não o próprio SO que ao contrário do Windows é gratuito. Ora bem se forem comprar um PC novo montado às peças conforme estive para fazer: 182€ euros para a versão pró, depois os 70 euros por ano para o office – 1 ano 700€… querem que continue?

        • Luís says:

          Mas há software que “nao” presta como garageband (eu so acho uma alternativa pro linux e windows que é o LMMS). O iMovies é bom mas no windows tens o Movie Maker e o Open shot (linux). O KeyNote, Numbers, Pages tens o libreoffice. Podia dar-te muitos mais exemplos. E o windows 10 podes fazer download gratuitamente.

    • Nelson R. says:

      O meu iMac de 2008 tem 4Gb Ram, é um core 2 duo e tem um sshd de 2TB. Ainda não senti necessidade nenhuma de o substituir. É tudo uma questão do uso que dás à máquina. Depois tem a questão da durabilidade. Eu também tenho portáteis com Windows e funcionam bem. São ambientes diferentes que permitem fazer quase tudo igual.

  10. arbitro joao capela says:

    3.300 com esse dinheiro compro três muito melhores que esse mac ufffff

    • Sujeito says:

      Para jogos apenas. Se quiseres trabalhar nas áreas alvo destes computadores, não tens concorrência de jeito.

      • Cortano says:

        Qual é a área alvo deste computador? Fotografia não é, retiraram o leitor de cartões.
        Video? ahem… sim, mas esta nem é assim tão especial para video.

      • Cortano says:

        Tens a noção que este mac não tem um hardware tão distinto de outros tantos na mesma gama de preços, ou não tens sequer essa noção?

        • Sujeito says:

          Para já, o hardware é bastante distincto. Mexe dentro dum e percebes.

          De resto, a história dos macs e das specs já é velha. Eles nunca competiram em características. Competem em tirar proveito delas.

          Claramente a ti não faz sentido. Para mim tudo bem. Mas significa que não fazes parte do mercado alvo que percebe.

          • Cortano says:

            Aí é que te enganas! É que dentro da carcaça bonita da maça não tem nada de distinto.
            E sim, eu poderia ser um potencial alvo da Apple já que trabalho no meio a que se destinam. Já fui cliente mas já não sou, a apple desilude-me de versão para versão e quero ver se despacho o imac quanto antes

          • Brasão SS says:

            @Cortano
            Qual o modelo do teu iMac? De que ano é? Quais as specs? Dava-me jeito mais um desses cá para a empresa. Quanto pedes por ele?
            Se quiseres vender posto o meu mail aqui.
            Gostei da parte em que dizes que já não és cliente Apple mas queres despachar o iMac quanto antes.
            Lol
            Mas falo a sério.

          • Daniel says:

            A não ser que haja magia à mistura não há “tirar proveito delas” que a concorrência também não faça… performance per custo os macs raramente foram eficazes (as 2 ou 3 primeiras gerações de macs, praticamente ficou-se por aí), a única outra coisa que torna quase necessário ter um mac é mesmo ter o mac os (isso se não se quiser ter trabalho a instalar hackintosh, mas existem sempre imensas alternativas baratas aos macbooks, e com basicamente as mesmas specs que tornam possível instalar sem grande dificuldade e muitíssimo mais barato, isso garanto-te pois já não seria o primeiro hackintosh que montava/instalava – tanto desktop como laptop, e é verdade que desktop é sempre mais fácil pois se o intuito é um hackintosh tem-se muito mais liberdade de comprar os componentes indivualmente garantindo compatibilidade total e quase paridade em componentes/chipsets/etc usados).

          • Sujeito says:

            Cortano, bem sei que muitos componentes são iguais. Mas outros são custom ordered ou criados in-house. Mantenho o que disse, mexe dentro de um ou usa-o onde faz mais sentido. Há áreas em que não fazem sentido nenhum

          • Sujeito says:

            Daniel, os hackintosh não são viáveis na maioria das situações.

            E há tirar proveito delas sim. Só não estás informado.

          • Daniel says:

            @Daniel, posso te garantir que estou muito bem informado… e também te garanto que os hackintosh são soluções viáveis, mais no segmento de desktops pois é mais fácil montar um PC com os componentes todos suportados sem nenhuma alteração, mas encontram-se também portáteis 100% compatíveis (a vantagem da multiplitude de configurações dos PC’s é essa, há mesmo muitas para o pouco parque de Macs que existem, a desvantagem é que tem que se andar à procura entre imensas hipóteses).

          • Cortano says:

            @Brasão SS
            Modelo 2010, 27″, versão i7 com 16GB.
            Preço: 3500€

            Nota: frita ovos também.

          • Brasão SS says:

            @Cortano
            Ja encomendei. Já disseste tarde. 😉
            Leva-o à feira.

            Eu queria um que tirasse cafés, cá na empresa só se serve cafés. Ninguém quer ovos fritos.
            E por esse preço é muito barato. Se fosse mais caro…

            http://www.apple.com/pt/shop/bag

            Eu tenho um para despachar, mas não tenho vontade.
            Lol

          • Cortano says:

            @Brasão SS
            Pois, tirar cafés não tira, mas dá para aquecer café.

    • Joao says:

      Efectivamente. Três maquinas uma ao lado da outra só mesmo para o Sr. Árbitro ver se começa a ver os foras de jogo duvidosos.

    • Balearic Soul says:

      Tens noção do que estás a dizer? Por 3000€ montas ou compras um PC com processador Intel de última geração, disco SSD, gráfica de 4GB, 16 ou 32GB de RAM, etc… o que é que um PC com estás características não faz? Ok, não tira cafés… LOL

  11. Gonçalo Moreno says:

    Comprei numa grande superficie e demorou apenas 1 dia. Em termos das portas foi o que me deixou bastante frustrado até ter encaixado que nem sempre ando com uma Pen atrás… comprei o adaptador que é HDMI, USB e USB-C.
    O MacBook Pro é aquilo que se espera que seja. Não desilude. Actualmente tenho com dual boot e mesmo o windows 10 impecável (à exceção de um BUG que se o som do HDMI ficar preso via driver só volta a funcionar trocando de porta e só existem 4… aconteceu comigo numa porta!)
    Autonomia é fantástico, tem uma cena que enerva que o touch bar não é adaptado a software Microsoft em ambiente MacOS (Excel, Word, etc…)
    Sobre o preço… é fácil! Compra quem quer… quem não quer tem mais opções no mercado! Reconheço que este preço dá para ter um Canhão de Jogos ou Cad… mas não é a minha praia!
    Fica o meu pequeno testemunho e sim… Passei de um MacBook Air para um Surface PRO e o simples facto de trabalhar a tempo inteiro de portátil ao colo foi algo que me arrependi… isso e o facto da Microsoft não resolver o problema do teclado que tem que se ir sempre à BIOS!
    Dei o surface à minha filha que serve bem para desenhos de tablet e regressei ao Mundo Mac… e dificilmente saio.

    • kekes says:

      Pois se usas o portatil ao colo e teclado o surface é tudo menos a melhor compra, devias ter feito melhor estudo do mercado. Tenho que use aqui em casa um Dell XPS 13 e em ferramentas de producção consegue 15/16 horas de baterias. Resta dizer que foi comprado à cerca de um ano com o hardware equivalente ao do Mac.

  12. Vlad says:

    “É verdade, não é novidade, contudo, a nossa experiência no passado com os IBM com leitor de impressão digital e os HP com o mesmo sistema, diz-nos que “até parece um sistema novo, este da Apple”.”
    Os IBMs e HPs de à 10 anos atrás.

  13. irlm says:

    muito caro para um touchbar.

  14. Emílio Sousa says:

    Os 3300€ pedidos por este Mac são muito exagerados… Não e computador para tanto!
    Opinião pessoal baseada no hardware do mesmo.
    A nivel de testes, ainda estão por fazer, da minha parte!

  15. Filipe Teixeira says:

    Demasiado caro para tanta limitação, não deixa de ser uma máquina ímpar, mas muito caro.

  16. Marco says:

    srs do pplware releiam o texto sff.

  17. Hugo Sousa says:

    Esta é a “guerra” do costume …
    Tenho ambos … Para trabalhar com documentos em geral Mac e o melhor, junta o aspecto é a robutez do sistema … Agora para quem ganha a vida a 12 anos com o pc como principal ferramenta para CAD e dimensionamentos em engenharia … Ou seja tudo que seja CPU intensive … MAC é para esquecer … Desde que virou intel … Os low volt/power nunca estão à altura nos mac …
    E para games nem sequer se coloca essa questão … Mesmo para quem os faz … Tentem modelar 80M de polígonos num MAC … E de chorar e o calor pode ser tal que derrete a solda de componentes internos … Sim acontece …
    MAC é para a profissão de óptica de utilizador Net Email e alguma imagem/video … Programação talvez … O “compile” pode ser um pouco “time consuming” … Mas como tudo um processador de 20ou 30 W não pode “trabalhar” como um de 80W da mesma série e pelas GPU é 2x pior … Acham mesmo que um GPU com cooling “sub par” pode chegar ao nível de uma Titan ou Fury … Really …

  18. Lvigi says:

    Eu já recebi o meu e funciona muito bem. Estava com receio por causa das notícias relativas à bateria, mas até penso que não está nada mal.

    Tive MacBook Pero de 2010, depois MacBook Air 2013, e agora este. Estou a gostar bastante!

  19. Pedro says:

    Eu tenho o meu MacBook Pro 13″ com Thouchbar à cerca de de 1 semana. Estou super-contente. Ecrã e trackpad fabuloso, som/colunas fantástico, o touchbar dá muito jeito nas várias aplicações (calendário, Spark, Safari, Finder, etc… e quando o Office também tiver suporte para o touchbar vai ser muito bom). O teclada é super-responsivo e consegue-se uma velocidade de escrita muito mais rápida e precisa. A performance é também ela excelente.

    Quanto à bateria é que é o pior. Numa utilização normal (internet, email, office e mais alguma apps) com o brilho a 75% consigo uma autonomia de 6-7 horas (não é excelente, mas para quem estava habituado como eu ao meu antigo ASUS que durava no máximo 3 horas não é nada mau). Se reduzir o brilho 50-60% e utilizar o Safari (em vez do Chrome) consigo mais 1h00 a 1h30 de autonomia.

    A presença única de portas USB-C não é qualquer problema para mim, comprei o HooToo e com um simples periférico tenho todas as portas que preciso. Outra vantagem é que se pode carregar o MAC do lado esquerdo e direito.

  20. Francisco C. says:

    Quanto ao que dizem sobre o sistema de impressão digital na HP, não posso concordar. Tive 1 HP dv6-6190sp (penso que de 2011) e nunca tive qualquer problema em nenhum dos SO que usei (7, 8, 8.1 e 10).

  21. luis says:

    Calma pessoal, apenas custa 6 salários mínimos…

  22. Win10 says:

    Sendo um profissional na area de audio, vejo muitos colegas a comprar neste momento computadores com Windows, porque claramente a Apple deu um tiro nos pés nesta area, e já se nota isso, basta ver no YT.
    Para não falar do preço que em nada justifica o investimento.

  23. Mihcail says:

    3200€ ui é muita fruta!! A uns bons anos atrás diziam que os macs eram bons em processamento de imagem e video, tenho iphone já achei este caro na altura, mas comprar um mac fora de questão pelo simples facto de ñ usa-lo para que realmente é feito!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.