Quantcast
PplWare Mobile

Tags: processadores

Vendas de chips de memória e processadores já cairam 12,8% em 2022

Estamos a atravessar uma fase estranha mas, ao mesmo tempo, interessante e curiosa no mundo do hardware. Se por um lado estão constantemente a ser lançados novos equipamentos, por outro os problemas de stock ainda permanecem, enquanto que as vendas de vários produtos oscilam.

Neste sentido, de acordo com os dados recentemente divulgados, a venda de chips de memória e de processadores já apresenta uma queda de 12,8% neste ano de 2022.


Intel despede-se agora do Pentium e do Celeron, duas das suas marcas mais conhecidas

A Intel tem estado a reinventar-se para apresentar ao mercado propostas que agradem e atraiam os consumidores. Com produtos que todos conhecem, precisa de novidades para se destacar e assim reassumir a sua posição num mercado cada vez mais competitivos.

Assim, falar em processadores Pentium ou Celeron é sinónimo de serem reconhecidos de imediato. Mesmo com este reconhecimento único, a Intel resolveu matar estes 2 produtos e assumir uma nova nomenclatura. Ainda assim, é o fim de duas das suas marcas mais conhecidas.

Intel Pentium Celeron processadores marca


Intel vai aumentar o preço dos seus processadores e de outros chips ainda este ano

Infelizmente estamos atualmente mais habituados a ouvir falar sobre o aumento do preço dos produtos do que de promoções. Há vários fatores envolvidos neste panorama e o futuro não traz grandes esperanças de mudança a curto e médio prazo.

Como não podia deixar de ser, o mercado tecnológico está a ser também fortemente afetado por esta realidade. E as mais recentes informações indicam que a Intel vai começar a subir o preço dos seus chips, nomeadamente dos seus processadores, entre outros.

Intel


AMD atinge a sua maior participação de sempre em processadores x86

A AMD é uma das mais fortes marcas do setor tecnológico, tendo como principal foco o ramo dos processadores e das placas gráficas. No entanto, a empresa de Lisa Su tem estado em segundo lugar na corrida destes dois segmentos. Resta saber é até quando essa realidade se vai manter assim, pois a empresa tem crescido fortemente e a sua estratégia está a resultar com sucesso.

Segundo as mais recentes informações, a AMD alcançou agora a maior participação da sua história no mercados dos processadores x86 no primeiro trimestre fiscal de 2022 da empresa.


Então Intel? Processadores AMD já detêm 25,6% do mercado

Como já aqui temos falado por várias vezes, a AMD tem surpreendido positivamente nos últimos anos ao trazer equipamentos com muita qualidade, o que acabou por tornar vários utilizadores seus clientes, em detrimento de outras marcas até aqui mais populares.

E no setor dos processadores, a marca norte-americana está a aproximar-se cada vez mais da rival Intel. De acordo com os dados mais recentes, a AMD alcançou um recorde histórico e já detém 25,6% do mercado dos CPUs.