Quantcast
PplWare Mobile

Tags: hackers

EA foi invadida e hackers roubam código-fonte do FIFA 21 e do Frostbite Engine

A segurança informática é (e tem que ser) cada vez mais uma prioridade das empresas. E mesmo com todas e mais algumas medidas de proteção, há sempre brechas e falhas que, por conseguinte, podem tornar os sistemas vulneráveis.

Exemplo disso é que recentemente a criadora de jogos Electronic Arts foi invadida por piratas informáticos. Os hackers roubaram o código-fonte do FIFA 21 e ainda do Frostbite Engine. Segundo os pormenores, 780 GB de dados ficaram comprometidos.

PUB


Investigadores encontram vulnerabilidade de dados no AirDrop da Apple

Apesar da Apple pertencer ao grupo das gigantes empresas, algo está a escapar no que toca a segurança. Há possibilidade de hackers poderem aceder aos dados do AirDrop e roubar números de telefone e endereços de correio eletrónico dos utilizadores.

Esta questão é conhecida desde 2019 e ainda não foi corrigida ou reconhecida pela empresa, embora tenha hoje em dia um impacto de quase 1,5 mil milhões de dispositivos Apple.

AirDrop

PUB


Servidores do GitHub Actions têm sido usados há meses para minerar criptomoedas

Realmente o negócio das moedas digitais está cada vez mais apelativo, devido à sua crescente valorização. E as pessoas fazem coisas insólitas para conseguir extrair as tão desejadas criptomoedas.

Nesse sentido descobriu-se agora que um grupo de hackers tem usado há meses os servidores do GitHub Actions para minerar criptomoedas.

PUB


Hackers estão a roubar e vender vídeos de câmaras de segurança privadas

A instalação de câmaras em casa é um método comum para garantir uma proteção e segurança acrescida, contra assaltos, por exemplo. Todavia, aparentemente, hackers chineses têm vindo a roubar imagens privadas das câmaras de segurança com o objetivo de as vender online.

Os vídeos são mais caros se o conteúdo incluir nudez ou atos sexuais.

Câmara de segurança

PUB


Acer sofre ataque de ransomware e hackers pedem 50 milhões de dólares em criptomoedas

Com a facilidade informática e o surgimento de novas e mais poderosas tecnologias, é cada vez mais importante que os equipamentos e as nossas contas estejam protegidos com o máximo de segurança.

Os problemas bateram agora à porta da Acer que sofreu um recente ataque de ransomware na rede da empresa. Desse ataque resultou o acesso a uma significativa quantidade de documentos e informações confidenciais. O grupo de hackers pede 50 milhões de dólares em criptomoedas para não divulgar todas as informações online.

PUB