Epic: Um browser que traz um proxy nativo integrado


Destaques PPLWARE

17 Respostas

  1. jedi says:

    como o opera, é um must 😉

  2. RM says:

    Não o usem, pois dá para aceder aos sites bloqueados 🙂

  3. E-Lektro says:

    Parece que há várias equipas que estão a colocar-se no mercado dos browsers, e acho muito bem, um bom browser que seja desenhado para fornecer alguma camada de protecção ao utilizador e ao mesmo tempo bom desempenho é sempre bom. Especialmente para fazerem os grandes browsers mexerem-se com novidades xD

    Para mim tudo o que tenha proxys e VPNs integrados é sempre suspeito, por razões obvias. No entanto vou dar uma oportunidade para ver como ele se comporta (sem o proxy ativado).

  4. zfdd says:

    Há versão para Android?

  5. Andre says:

    Onde é que um projecto destes vai buscar receitas para que se possa desenvolver?

    • The Onee says:

      Também estava curioso acerca disso e fui ver o site deles. Encontrei o seguinte: Where is Epic based? Which investors are backing Epic?
      The team behind Epic is jointly based in the United States and India. The company is domiciled in the U.S., and our software development team operates out of Bangalore. Graham Holdings (formerly the Washington Post Company) and a small group of angel investors are backing us.

  6. Reparo says:

    “O Epic Browser tem como principal objetivo garantir ao máximo a anonimização dos utilizadores”
    “Se procuram um browser que controle a vossa privacidade então experimentem o Epic Browser”

    Vai lá vai… Pplware vocês esqueceram-se de ir ver se este Epic browser é open source ou não… e não é! Ou seja o browser pode literalmente estar a monitorizar (recolher) cada password nossa, cada código bancário, cada página visitada e dados lá introduzidos, cada email que enviamos ao patrão, cada mensagem que mandamos à namorada, cada foto que temos dos filhos, e no entanto estão a chamar a um software de código fechado algo virado para proteger a nossa privacidade!

    Sem o código disponível é impossível de fazer esta afirmação de proteger a privacidade, é igual a dizer que Google Chrome ou Microsoft ou Safari ou Windows ou iOS protegem a nossa privacidade: não passam de meras especulações sem ponta de veracidade. Se não é open source nunca pode ser associado minimamente a privacidade porque vocês não fazem a mínima ideia do que o software pode ou não estar a fazer.

    Não façam isso porque estão a enganar os leitores. Mas obviamente presumo que seja lapso e que não sabiam que o código da aplicação não está disponível.

    • Pedro Pinto says:

      Bom dia, tens razão em parte só que a segurança deste browser é feita de outra forma:
      Tens tudo aí: https://www.epicbrowser.com/FAQ.html

      How does Epic protect my privacy?
      Epic does several things to protect your privacy. Epic by default removes all Google services from Chromium so that your browsing does not go through Google’s servers. When you visit a search engine, Epic routes that request through a proxy server so that they can’t track you by your IP address. You can also manually turn on Epic’s built-in proxy anytime (it’s the icon at right in the address bar). Epic removes referer data from the http header of search sites that may leak your search terms. Epic blocks thousands of trackers and widgets from tracking your browsing and searching across the internet.Epic has an encrypted data preference so whenever possible, Epic connects you securely. This protects you from general surveillance and when you’re on a public WiFi network. Epic always blocks third-party cookies and sends a do-not-track me signal. Epic never collects any data about your browsing or searches. Epic services such as auto-fill in the address bar are local so that what you’re typing is never sent to any server. Epic is always in private browsing or incognito mode so that after you close Epic, all your browsing data and data stored on your system by websites are deleted.

      • The Onee says:

        Claro, se eles monitorizassem, iam avisar LOL Um texto muito bonito, mas não se sabe até que ponto é verdade.

        • Pedro Pinto says:

          Isso é como em quase tudo do mundo da tecnologia.

          • Reparo says:

            Quase tudo salvo seja Pedro Pinto, a exceção são as aplicações de código aberto (disponibilizadas para serem analisadas, compiladas e utilizadas) e por esse motivo só aplicações open source podem ser legitimamente associadas a termos como “privacidade” ou “segurança” quando os evocam, todas as outras aplicações de código fechado que falam em privacidade e segurança não passam de especulações sem fundamento, aka mentiras.

  7. Paulo says:

    https://www.basilisk-browser.org do mesmo pessoal do Pale moon. Eu gosto.

  8. maxim says:

    não vejo qual é a utilidade disto, vocês sabem confirmar que os dados não vão a lado nenhum? NÃO! eu prefiro ser monitorado pela google e pelo ISP do que por esse gajos.

  9. Nobre Luso says:

    Será mais um “Brave”… (o tal que eu – se calhar, felizmente…) nem consegui instalar.
    E quando a esmola é grande, o pobre desconfia…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.