Quantcast
PplWare Mobile

MEO: É cliente da operadora? Chegou finalmente o eSim

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. alguem por ai says:

    a Nos já tem eSim a alguns meses… nao é novidade,so mesmo se for na Meo.

    • Vítor Aleixo says:

      Se calhar ler o artigo todo até ao fim, e perceber o que lá está escrito, evitaria que tivesses perdido o teu tem a fazer este comentário…

      • alguem por ai says:

        o meu comentario foi mesmo apenas para frisar,que ja existia a alguns meses na Nos,e que nao era assim uma grande novidade,so é noticia porque a Meo so agora conseguiu o eSim.o titulo até podia ser Finalmente a Meo tem eSim.

  2. Redin says:

    Espero bem que isso venha a acabar com a vergonha dos números descartáveis e sem identificação do utilizador responsável. Os meus primeiros telemóveis tinha de fazer um registro que capacitasse a minha identificação valida.

  3. JOAQUIM SANTOS says:

    A vergonha da vodafone.
    Como é possivel a vodafone ficar para ultimo???
    Nossa senhora que barrete de operadora

  4. Francisco says:

    O iPhone 11 não está nessa lista. Estranho visto que o XR consta…

  5. CheCosta says:

    10€ para activar!! não me digam que a activação ainda é a gasóleo?! O MEO ainda não percebeste que estamos na era do eléctrico!

  6. Joao says:

    Pixel 4 não tem direito pq?

    • Pedro says:

      Para fins oficiais não é um equipamento comercializado em Portugal, não há assitência, logo não é abrangido..

      • Joao says:

        Mas o que a assistência oi ser vendido em Portugal tem a ver com o esim? Se é compatível deve dar…tão simples como isso. O problema da assistência é comigo não é com a meo. E estamos num mundo global comprei na EU, com factura impostos pagos. E pago tarifario como os outros clientes .

        • JJ says:

          Mas por lei a MEO não pode dizer que dá suporte de serviço, para um produto que não se vende em Portugal.

          Por outro lado, não sei se o eSIM não terá algum tipo de configuração especifica no sistema MEO, para cada tipo de equipamento. Se assim for, a MEO só tem a “obrigação” de garantir que funcione nos produtos que sejam oficialmente vendidos em Portugal.

          Isto porque depois, se a coisa não funcionar correctamente, não ser acusada de não prestar o serviço.

          Eventualmente, caso não seja preciso configurações especificas para cada equipamento, o serviço até funcione noutros equipamentos, para alem dos listados. Mas a MEO não se irá responsabilizar no caso de não funcionar correctamente.

          • rui says:

            só têm de dar suporte ao que seja vendidos por eles, o resto se for uma tecnologia standard deve dar se não é com eles

      • Filipe F. says:

        Pedro essa resposta nao é válida.
        Entao qual é a teoria dos dualsim por exemplo? Em muitos casos até é para quando vais para o estrangeiro 1 semana ou 2 meteres um cartao de dados ou mesmo de comunicacoes do país, principalmente se fores para fora da UE em que ha Roaming caro.
        Se vier um turista para cá, n pode usar eSim num Pixel, de uma operadora portuguesa pq? E quem diz Pixel, diz eventualmente outros dispositivos fora dessa lista apresentada.

        Tal como o cartão SIM dá em qualquer leitor ou dispositivo com leitor de cartão SIM, nem que seja um localizador automóvel, raspbery pi, ou coleira para um cão etc, o eSIM numa operadora moderna devia também ser isento de ”lista de compatibilidade” de marca e modelo de dispositivos que a operadora vende.

    • Daniel says:

      Pergunto o mesmo. A NOS tem o Pixel 3 /3XL na lista, entre uns outros de marcas diferentes. Acho puramente vergonhoso a lista ser quase na totalidade de telhas da Apple

  7. Al Bert says:

    O eSim só é viável quando todas as marcas de tlm o incorprarem, como é óbvio. É como o usb tipo C. Mas é um primeiro passo e isso já é positivo.

  8. Tiago Correia says:

    Boas! O Apple Watch com a sua versão “cellular”, não irá também ser compatível?

  9. Daniel says:

    Bem, já é um passo em frente, mas fortemente discriminatório, como já esperava da meo. Começou com a app de televisão na AppleTV, só mesmo para venderem a box que mesmo assim vale mais a pena que a DVR 4K que alugam, apesar de acreditar que existem muito mais pessoas com Android TV. Agora com eSim, dos 12 telemóveis oficialmente suportados 10 são da Apple, apesar de muito mais marcas já meterem esse suporte nos telemóveis (caso dos Google Pixel, onde se insere o meu Pixel 3XL).
    Agora é esperar que em 2020 exista suporte para VoLTE, isto é uma piada não existir.

  10. Fabio says:

    O iPhone X não é compatível? Esquisito… alguém sabe se futuramente terá suporte para o X?

  11. Poisadon says:

    Para mim só fazia sentido, ter eSIM se fosse para utilizar o mesmo número que uso no telemóvel, seria a alternativa se não tivesse perto dele, usava no smartwatch.

  12. Patrícia says:

    O iphone X não tem suporte para eSIM

  13. Nuno says:

    Quando é que os androids começam todos a suportar esim?

  14. André Freitas says:

    O iPhone 11 não está incluído na lista, apesar de suportar eSim.
    Foi esquecimento?

  15. Rui M. says:

    Relembro que o esim já existe na MEO mas na altura tinha outro nome SWAPP (https://www.swapp.pt/) a diferença é que não tem um plano de dados e que tinha um custo mensal, o mesmo vai acontecer na Altice.
    De resto é tudo igual apenas muda o nome…

  16. Tomás Pacheco Mendes dos Santos says:

    Vá Vodafone, anda lá com isso, para quê tanto atraso, cobra la 10 paus também e ganha uns trocos, mas pelo menos mete isso a funcionar!

  17. João Santana says:

    Não vejo qualquer vantagem nesta tecnológica, mesmo os dual SIM não facilitam nada.
    Tenho 2 dual SIM e cada um só com um cartão, o pessoal e o profissional, assim posso ter 2 WhatsApp distintos, posso ter um telemóvel para tirar anotações durante as chamadas sem ter que o ter em alta-voz e contactos distintos

  18. Nuno says:

    Para quando o eSim e a Apple TV na Vodafone???
    Alguém sabe ou pode levantar o véu?

  19. zion says:

    o esim já cá esta e o RCS quando vai vir para usar o google messanges ?!

  20. Mark Pereira says:

    Será que vai permitir ter o numero igual ao SIM principal ? ou seja , tipo clone ? isso seria útil para quem tem por exemplo um smartwatch q aceite eSim e q queira sair sem levar o telemovel mas podendo ainda receber notificações, chamadas, etc etc que viesse para o habitual numero.

  21. Zion says:

    Quando terminar o meu contracto com a meo vou para a vodafone , ou sera antes se nao tiver RCS e o VOLTE

  22. Rodrigo says:

    “… com a mesma segurança dos SIM cards tradicionais.”. Então vamos continuar a ter o mesmo problema, porque os tradicionais Sim cards não têm qualquee tipo de segurança. É tão fácil quebrar o código SIM que mais valia nem existir.

  23. PPereira says:

    Sabem se vai ser possível com eSIM utilizar o iPhone como puro dual sim?
    Por exemplo eSIM Meo e nano sim Vodafone?

  24. FERNANDO says:

    a SWAAP VAI ACABAR

  25. Jorge Lopes says:

    Alguém me sabe dizer se eSim funcionará depois em roaming em países ou operadoras que não tenham essa tecnologia?

  26. AFV says:

    Boas. Tenho um iphone XS com nano sim vodafone; ao tentar instalar o eSim da Meo, ele não me lê o QRCode …. aparece “Nothing Found” (embora leia os outros QRCodes de outros sites);.
    Alguém já teve problema idêntico?

    obg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.