PplWare Mobile

Huawei terá abrandado produção de smartphones até resolver o problema com os EUA


Fonte: South China Morning Post

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Casuístico says:

    Caem as vendas, diminuem a produção, nada mais lógico. Que a empresa comprove a sua honestidade. Saudações.

    • joao paulo says:

      Ela não tem que provar nada, se á alguém que tem de provar alguma coisa, são os estados unidos, pois mais uma vês veem fazer guerra sem provas

    • Bruno M. says:

      Que eu me lembre foram os EUA que acusaram a Huawei sem apresentar provas irrefutáveis das acusações!
      Já a Huawei tem tido um comportamente exemplar no que a este caso diz respeito!
      Há Países que estão a favor da Huawei e inclusivé a pressionar os EUA , mas principalmente as empresas Americanas que tinham cessado contrato com a Huawei para que reatassem os contratos. Algumas já o fizeram!

  2. Jorge Madureira says:

    Esta guerra é uma questão de tempo e de paciência, como é celebre a paciência do chinês, os EUA não qualquer de ganhar esta guerra, e aliás, neste momento são os EUA que estão a perder, já injetaram bilhões dólares na agricultura, na tecnologia vai acontecer o mesmo, porque muitas empresas viviam por vender á China. E se a China avançar para telemóveis totalmente fabricados na China, com SO próprio e componentes chineses, adeus EUA. E a China têm uma arma super poderosa, que deixar de vendedor aos EUA a terra rara, então aqui até a indústria militar vai parar. A China tinha afirmado que uma guerra comercial era fácil de perder. Sobre a Huawei não tem que provar nada, quem acusa é que tem de provar as acusações que faz, é óbvio, mas como temos muitos exemplos de que os EUA fabricam factos, para acusar os outros, já estamos vacinados contra as mentiras dos EUA. E depois não se esqueçam de uma coisa muito, mas mesmo muito importante, estas acusações vem de um país que entrou recentemente para a lista de países e ou organizações terrorista, e logo para a liderança, o que quer dizer que a AL QAEDA e o EI são uns autênticos anjinhos e aprendizes de terrorismo comparados com os EUA. O problema que põe é sendo os EUA a potência NR. Do terrorismo não devia ser detido hoje na sua visita na Inglaterra??? A não ser assim então os líderes do EI e da AL QAEDA também podem fazer visitas e não serem detidos?.?

    • Simon Teles says:

      Oxalá à Huawei dê bem à volta por cima, criando um novo SO bem seu, que todo p mundo enriquecia. Isso levará tempo, é claro, mas valerá a pena, ao fim

  3. Filipe Rafael says:

    Desde que veio o Trump é sempre a criar guerras…Os outros presidentes nada disto faziam só este é que tem feito M*rd@!

  4. Renato Nismo says:

    milhares de empresas americanas usam a China para produzir tudo o que seja for..
    o governo chinês sabe bem o que pode fazer para o trump voltar atrás na decisão
    easy

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.