PplWare Mobile

FaceApp: além do óbvio, qual é o perigo real para a sua privacidade?


Imagem: Forbes

Fonte: Tech Crunch

Autor: Micael Pires


  1. Elsa says:

    Tanta coisa e não tocam o mais importante.
    Estas apps destinam-se a ensinar a nova geracão de video-vigilância, em especial no reconhecimento dos efeitos do envelhecimento.
    Continuem a usar e depois queixem-se que o big brother anda atrás de vocês.

  2. Tim says:

    Mas alguem se acredita nessa gente?
    Vejam o que o Zuckerberg dizia em 2009:
    https://www.youtube.com/watch?v=2GuHVZx4OwU

    Dizia que não ia vender dados! Lol
    E agora diz o mesmo da Libra.
    E estas apps dizem o mesmo. Mas só se acredita quem for muito inocente.

  3. Zé Duarte says:

    Conheço pessoas que testaram a app com a familia toda, incluindo crianças. Ficam espantados com o facto que a aplicação recolhe dados e sabe-se lá para o que vão usar as fotos dos filhos mas continuam a usar à mesma.

    • censo says:

      É para lá na Rússia fazer clones dessa gente toda e depois voltar a repovoar a cidade de Chernobyl e ver que efeitos tem no pessoal, os atuais níveis de radiotividade …

  4. andy says:

    Há quem diga que quando um app é gratuita, o produto somos nós.

  5. ervilhoid says:

    Muito alarme na sede Russa, mas depois tá tudo bem porque os servers estão no USA, conseguem provar isso, mas depois de lá pode ir parar a outro sitio e isso niguem sabe.
    Atenção: não estou a por em causa o facto de ser Russo, para mim é tudo igual

    quanto ao facto de ser grátis e sermos nós o producto, a maioria das apps tem uma versão paga, daí vem o €, claro que podem vender os dados dos users na mesma, mas..

  6. mlopes says:

    a conlusão de que a app não é um “bicho papão” é “brilhante”!
    tirando o facto de não haver um bicho papão os servers serem da amazon que tem sede nos eua não tem relevância alguma para a análise do caso.
    o que é que isso significa? que os russos não conseguem tem acesso aos dados?
    se não conseguem uns conseguem outros, ou seja os eua.
    e se há país do mundo (entre outros) que se parece mesmo muito com o “bicho papão” são precisamente os eua.
    de qualquer modo tudo não deixa de ser um violento ataque aos direitos fundamentais das pessoas, mesmo considerando que algumas coisas estão plasmadas na descrição do serviço da app. é que este tipo de direitos são inalienáveis! é bom que se saiba

  7. falcaobranco says:

    Não tenho pena de quem faz o download disso e depois queixa-se da privacidade… abram os olhos… já não estamos em 1940 em que não se sabia de nada… mas agora sabe-se de tudo e as pessoas são anjinhas… até mete raiva esta geração…

  8. Simão says:

    Na minha opinião é bastante simples: Não usem e pronto.

    Se chegar a “velho” terei tempo para ver como vou ficar 🙂

    E tenho opinião que para esta e outras coisas é que a malta gosta de IOS e Android.

    Há apps para tudo e mais alguma coisa, a maioria delas de origem duvidosa e sem aproveitamento nenhum para o que quer que seja.

    Ainda continuo a usar W10M com todo o gosto

  9. anon says:

    Digamos que os criadores vão usar as nossas fotos. A questão é para que fim? a não ser que claro pessoal tem coisas muito íntimas nos telemóveis.

  10. Filipe says:

    Ora, este tipo de apps usa Inteligência Artificial (IA) para aplicar os filtros corretamente e cada vez de forma mais perfeita. Como fazem isso? Recolhendo milhares e milhares de amostras.

    É muito mais fácil recolher amostras sem mexer uma palha porque os ultilizadores fazem isso por eles.

    Vamos a exemplos? “Bora”.

    – As câmaras que possibilitam a auto-condução. Como acham que são melhoradas? Os dados de cada condutor são enviados para a “base mãe” para o programa auto-evoluir.

    – A identificação automática de fotos no facebook? Uma IA que melhora à medida que tem mais e mais amostras. Quem as dá? Os utilizadores.

    – O reconhecimento facial para desbloquear um telemóvel ou um computador. Como melhora? Uma IA que melhora à medida que tem mais e mais amostras. Quem as dá? Os utilizadores.

    – O reconhecimento automático de matrículas nas portagens. Como melhora? Uma IA que melhora à medida que tem mais e mais amostras. Quem as dá? Os utilizadores.

    – Algo que muitos de vocês vão saber: os filtros do instagram e snapchat (e de outras apps). De forma a serem mais realistas, serem postos óculos no sítio certo, orelhas de cão, língua e “por aí fora”, como é possível que aquilo seja tão certeiro? Mais uma vez, com uma IA que melhora à medida que tem mais e mais amostras. Quem as dá? Os utilizadores.

    Posso estar aqui uma infinidade de tempo a dar mais e mais exemplos, como forma de mostrar o ponto onde quero chegar.

    Nunca houve drama por causa de nenhum dos exemplos que mencionei. Agora há neste caso por ser uma app russa? 1001 notícias espalhadas pela internet fora, todas a falar no mesmo. Há algo na mentalidade de muita gente em 2019 que está bem errado.

    • anon says:

      A única questão aqui se coloca é, se facebook etc ganham dinheiro com os nossos dados, os utilizadores deveriam receber dinheiro e não apenas o produto ser gratuito. Pois no caso desta aplicação, é parcialmente gratuita.

  11. PauloT says:

    Em resumo, … se não querem que os vossos dados cheguem a net, e melhor ficarem em casa e nao usarem nada de novas tecnologias. 😀

  12. censo says:

    E regressa a velha história da privacidade e com a qual tanto me debato : a privacidade é, tal como o nome indica, algo intimo e que deixa de o ser a partir do momento em que partilha com alguém ou algo. E a decisão dessa partilha é do “dono” dessa privacidade. Quem recebe a informação intima, não a considera como tal. Logo, se se querem manter íntimos, não partilhem. É tão simples. Não se deixem levar pelas modas. Ou se querem alinhar nas modas, assumam os custos. Que parvoíce esta.

  13. Jonas says:

    Ui estão a me a roubar a alma. Vendas deles sao os filtros..

    Estão a fazer uma tempestade nu copo de agua

  14. Fulano says:

    O Facebook e a Google já roubam dados suficientes para alimentar qualquer IA …
    Também posso confirmar que a app não funciona assim tão bem como pensam. Peguem numa foto antiga e vejam se ficam como estão agora. Mudar a face mais para a esquerda ou direita também não funciona. É uma app engraçada e nada mais.

  15. hmk says:

    quem usa facebook não reclame da app. não tem direito

  16. IvanFlow says:

    Partilham a vida toda no facebook e ficam chateados porque uma appzita guarda umas fotos… eheheh

  17. Ingreme says:

    E ninguém se lembra do armazenamento ilimitado gratuito do Google Fotos, das colagens, animações e edições que o site cria automaticamente com as fotos de cada utilizador, com a capacidade que tem de organizar as fotos por pessoas (rostos)… Mas lá está, se uma pessoa não quiser ter problemas de privacidade, simplesmente desliga o computador da Internet e usa o correio normal (em papel) e ressuscita as disquetes…
    Não há volta a dar, vivemos em pleno Big Brother e, como diz um ditado contemporâneo, se te oferecem um serviço o produto és tu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.