Quantcast
PplWare Mobile

A Cellebrite, de forma secreta, esteve a vender o seu UFED para desbloquear iPhone e Android

                                    
                                

Fonte: OneZero

Autor: Eduardo Mota


  1. Fixo says:

    Caso de S. Bernardino – outra vez o mesmo !?
    Ainda não perceberam que a Apple não tinha meio de aceder ao conteúdo do iPhone? Se tivesse tinha-o feito. Isto continua válido agora. Para ter acesso a um iPhone bloqueado (o que encripta o conteúdo) a Apple tinha que lançar um iOS com backdoors – o que até agora se recusou a fazer e nenhuma lei a obrigou nos EUA.

    Quanto ao aparelho da Cellebrite não percebi, fala-se em Janeiro e Junho de 2018 e dá-se a entender que o iOS 12 -lançado em Setembro de 2018 – não fixou a vulnerabilidade. Não vi prova nenhuma. O dispositivo da Cellebrite continua a funcionar?

  2. John Carter says:

    Precos, bro…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.