PplWare Mobile

Huawei confirma que está a criar alternativa ao Android para os seus smartphones


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

21 Respostas

  1. ze says:

    Os chinocas de que marca sejam, haviam de se preocupar em reduzir as emissoes eletromagneticas, e outros aspetos. So falam em sistemas operativos. A saude fica pra segundo plano

    • JN says:

      A saúde e as liberdades individuais.
      Um exemplo: A partir do momento em que se sabe (notícia recente) que, por imposição do governo da RPC, os carros eléctricos produzidos no país têm comunicação constante com os serviços centrais estatais “por questões de segurança”, e as marcas como a VW aceitam isso por ser o maior mercado deles, está tudo dito.
      Tudo isto para dizer que, se para terceiros isto já é assim, então é melhor nem imaginar como será em empresas chinesas subsidiadas pelo próprio governo chines.
      Até podem ser produtos com muita qualidade e baratos, mas a que preço?
      Obrigado, mas não, obrigado.

      • João says:

        Mais um! Nem mais! Quem quiser cobaia de regimes horríveis de falinhas mansas que o seja, comigo é que nunca contem com isso. Chinês, enquanto tiverem aquele regime, nem dado.

      • MarioM says:

        E alguém ainda duvida que os outros não façam o mesmo ? A Preocupação do Trump com a Huawei é a de que em vez de serem eles a espiar são os outros.
        Ou alguem tem duvidas que o Android e o OS e Microsoft e outros não ser para o mesmo fim.

    • João says:

      Pois nisso ninguém fala, mas é um facto que está sempre escondido na imensa publicidade com que somos “bombardeados” hoje em relação a produtos vindos da China! Ainda por cima este país rouba sempre em todos os sentidos, anda agora se descobriu terem roubado a tecnologia OLED da Samsung. Ou seja este país não investiu nada em investigação, e nem arriscou nada, pois obtém tudo de mão beijada e/ou roubada e depois usa a sua mão de obra colossal e quase escrava, para dar cabo daqueles que de facto tiveram o mérito em trabalhar para aperfeiçoar a tecnologia. Ainda por cima colocam os seus produtos quinquilharias, a baixo do preço de custo para destruir todas as outras economias. Eis o capitalismo comunista em todo o seu esplendor.

  2. JN says:

    Esqueci-me de mencionar que, se já se levantam questões de confiança com o Android que é altamente martelado por eles, é melhor nem imaginar num sistema fechado concebido pelos próprios.
    Não digo que outras marcas não o façam, até podem fazer, para não é informação útil aos governos, mas ao ecossistema das empresas. É grave na mesma, mas muito menos perigoso.

    • Vitor says:

      Mas o que dizes que a VW faz para não perder mercado na China,não é a mesma coisa que a Google está a pensar fazer ao desenvolver um “Chrome” exclusivo para o mercado Chinês? Em que TODO o controlo do browser fica “por conta” do governo da China? Amigo…as multinacionais ocidentais apenas têm um objetivo. Lucro e valorização das acções…A QUALQUER PREÇO! Alguns governos (como o Chinês) apenas se aproveitam dessa “filosofia”…

      • JN says:

        Concordo com o que dizes. Não desvalorizei uma realidade em prol de outra. Simplesmente enunerei dois males, e que entre dois males, prefiro o menos mal. É que pelo menos as grandes multinacionais fazem esses produtos para o mercado interno chinês com ligações ao estado, imposto por lei local mas fica só la, por ser só de lá.
        Mas eles (clempresas chinesas com participação estatal no capital), ao desenvolverem produto e ao disponibilizarem ao exterior, estamos a aceitar enviarmos os nossos dados ao governo chinês.
        Sendo a China um regime fechado e totalitário, o governo chinês estuda populações de países inteiros, por províncias, convicções, orientações, emoções,etc etc.
        Se há uma guerra mundial, a principal arma será a propaganda e fake news direccionadas, mais perigoso até do que o perigo do nucelar (isso será outra discussão).
        Pelo menos nas outras empresas internacionais não corremos esse risco imediato por não terem ligações a governos.
        Não significa, no entanto, que não exista pressão dos governos dos estados unidos (por exemplo) para que a Google, Apple, Microsoft, Facebook, etc, forneçam informações para finalidades militares, mas será mais difícil.
        O problema aí será essencialmente dos americanos e não nosso, porque com o RGPD, impuseram que os centros de dados sejam em solo europeu.
        Nisso estamos protegidos minimamente.
        Qualquer dúvida ou suspeita, fecha-se tudo rapidamente.

        Uma vez mais digo: não estamos livres em nenhuma circunstância. Mas se ambas as realidades más, prefiro sempre a menos má.
        Só isso.
        Abraço e obrigado pelo teu comentário construtivo.

  3. Tuga says:

    Sim, um sistema operativo proprietário, facilitará o controlo e a censura que o governo faz à sua população. A mim não me vendem absolutamente nada.

    • João says:

      + 1! Tenho todo o cuidado em evitar comprar seja o que for que venha da China, pais cujo regime não me merece confiança alguma e que abomino, e tenho conseguido, e esta hein?

    • Willy Wonka says:

      Isto é igual aquela distro chinesa chamada DEEPIN OS.
      Se fores ler a EULA deles, vais ficar impressionado.
      Tudo sob o governo chinês comunista
      Os trouxas continuam a cair
      Se não és servo da Microsoft (Windows), da Google (Android), da Apple (macOS e iOS), de alguma coisa és.

    • Luis Santos says:

      Acho que muita gente se esquece que a grande maioria da eletronica é construída na china .seja de que marca fôr .Quando existiam 3 OS moveis ,a apple e a google não descansaram enquanto não deram cabo do WM,fazendo com que não fossem feitas apps para o sistema, .Agora está tudo muito preocupado porque a huawei quer fazer um SO para os seus aparelhos ,e estão com medo que o governo chinês vá espiar as pessoas .Gostava de saber qual era a reação dos EUA se a china proibisse a venda de iphones no seu território ,com o pretexto que a CIA os podia estar a espiar .
      Acredito que a china faça espionagem industrial ,agora ,estão-se pouco lixando para o que o Zé povinho tem no telemovel ,fazem o mesmo que a apple google e MS .No mundo da tecnologia não há santos

  4. Samuel says:

    Ganhem juízo o que é vendido na Europa pela huawei tem de respeitar a lei em vigor senão não podem vender. Mais a huawei não é detida pela RPC. Pior é a Apple que é detida a 40% pelas secretas americanas

  5. Samuel says:

    Ganhem juízo o que é vendido na Europa pela huawei tem de respeitar a lei em vigor senão não podem vender. Mais a huawei não é detida pela RPC. Pior é a Apple que é detida a 40% pelas secretas americanas

  6. Amaral Santos says:

    A Samsung tentou o Bada salvo erro há uns anos e foi um falhanço total…

  7. Correia says:

    A grande maioria de tudo que conhecemos ao nível da eletrónica é fabricado na China e estamos com medo de SO? Qualquer elemento de hardware adicionado a uma motherboard funciona melhor que SO para nos espiar.
    O Facebook não manipula? O WhatsApp é realmente encriptado end-to-end?
    A Google não aglomera os nossos dados à má fila?
    Não querem ser espiados não se conectem ponto final.
    Verifiquem as nacionalidades e origens dos trabalhadores que trabalham no desenvolvimento destas aplicações de topo.
    A China é a extensão da globalização e a culpa de toda esta manipulação de dados e informação é da nossa responsabilidade enquanto cidadãos. Queremos as coisas facilitadas pela tecnologia de graça, mas de graça só o sol e o vento e a chuva.
    Computador na cave sem ligações à NET, 3310 com o cartão SIM apenas quando quiserem falar e assim estarão mais ou menos protegidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.