PplWare Mobile

A China já tentou (e falhou) criar o seu próprio OS, será que outras marcas irão conseguir?


Imagem: Wikipédia

Fonte: The Information

Rui Bacelar

Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. Mateus Pinto says:

    A Huawei apenas pega no Android e personaliza, qual a dificuldade. Agora fazer um SO de base? Lol isso queria eu ver…

    A China pode fazer, e algum dia farão, assim poder estar sempre “a telefonar para casa”…

    • fc says:

      A Huawei não precisa de fazer um SO de base, pode usar o Android. Terá que arranjar é uma solução para as aplicações da google, entre as quais a google play. Criar um ecossistema que seja aceite pelos utilizadores é muito mais complexo do que fazer um SO.

    • Rui Castro says:

      Não esquecer o YouTube, é da google tambem

  2. Sergio SL says:

    Qual seja, nada houve antes da Google, nada haverá depois dela. A Google tornou-se parte de todos os cromossomos e sem ela não há vida. Aos olhos dos bloguistas, não há esperança. E que nos resta ajoelhar e curvar-se perante um novo Deus. Tenho pena de muitos.

  3. Pascoal Pinheiro Cabrita says:

    O linux deepin é uma boa alternativa ao sistema para pcs e para smartphone também podem utilizar o android com a loja de aplicações aptoide que é melhor que o google play.

    • fc says:

      “com a loja de aplicações aptoide que é melhor que o google play.” melhor no mesmo sentido que o Beta Max era melhor que o VHS? não interessa ser melhor, interessa é ser a mais usada, ou ser pelo menos usada em escala suficiente para ser relevante.

  4. Joselito says:

    O Open-Source mais uma vez estragando o mundo…

  5. Alberto Jesus says:

    Conforme já foi dito, a Huawei não necessita de fazer um SO de raiz porque poderá continuar a utilizar ou personalizar o Android (o código deste é disponibilizado pelo Google sob licença de código aberto).
    Para além disso, a Aptoide (startup portuguesa) já admitiu que está a negociar uma parceria com a Huawei depois de a Google ter anunciado a suspensão dos negócios com a gigante chinesa. Desta forma, a Aptoide pode ser uma alternativa à Google Play Store.

  6. Carlos says:

    Tanto a Huawei como qualquer outra marca pode continuar a usar o Android e pelo que parece a unica coisa que deixa de poder usar são os serviços da Google.
    Tendo em conta que os Huawei usam uma versão do Android altamente personalizada penso que o maior dos problemas será mesmo a impossibilidade de usar Google Play, mas nada impede que criem uma loja paralela e permitam que os programadores la coloquem as aplicações.

    • J T says:

      O ban afecta todas aa empresas americanas, I que significa na prática que não vais ter nem Facebook, Netflix, Snapchat, Insta, etc. Mesmo que instales o apk o serviço não vai funcionar. Esse é o grande problema conforme referido na ARS, tudo o resto é ultrapassavel. E na China como não existem serviços estrangeiros (pois é verdade, antes dos states banirem a Huawei já a China tinha banido há muito tudo o que fosse de fora), não vai afectar as vendas da Huawei, já fora da China vai ser um grande problema, só pessoas com Windows phone vão ponderar adquirir um Huawei porque já estão habituadas a não ter apps de jeito.

  7. Carlos says:

    A Huawei deverá estar interessada em saber como funciona a Aptoide mas não se esqueçam que eles (Huawei ) fazem quase tudo o que vendem, com muito poucos fonecedores externos.

  8. greego says:

    Esta guerra vem demonstrar a fragilidade e a dependência do mundo global à tecnologia dos yankes… A Europa tem de criar os seus próprios softwares e deixar de estar dependente de um qualquer louco tal como o trumpas. Imaginem um bloqueio da Microsoft e da Apple aos seus softwares! Seria o caos, penso eu!…

    • Joaquim Ferreira says:

      Caro amigo se fosse só isso… Ainda não percebi porque a Europa não tem GPS próprio. Consegue ser estúpido. É ainda mais assustador terem sistemas iguais e linhas que podem ser desligadas a qualquer momento até redes enfim…

      • fc says:

        Mas a comunidade europeia tem um sistema equivalente ao gps, galileu de seu nome. Já está a funcionar mas apenas em 2020 terá toda a rede de satélites. Para além de maior precisão que o gps ainda tem a vantagem de não ser um sistema militar.

  9. Daniel Paiva says:

    E em relação aos telemóveis antigos como o Huawei P30, vai continuar com o Android? Vai continuar com a playstore? Vai continuar a receber atualizações de sistema? Ou vai receber esse Huawei OS? São coisas práticas que gostava de saber.

  10. Jorge Carvalho says:

    E vai correr esse OS onde ? ( Arquitetura)

    Abc

  11. 11setembro says:

    Qualquer dia, voltarei a revistar os USA.
    Pensem nisso.

  12. Wishmaster says:

    Primeiro erro que o pessoal comete: achar que a Google é um deus.
    Segundo erro que o pessoal comete: subestimar a Huwaei e os chineses em geral.

  13. Ze says:

    viva A Google, una e criadora do único sistema operativo móvel do mundo capaz de estar vivo, matando tudo o resto à nascença! Viva o monopólio tecnológico! Viva essa coisa proprietária mascarada de open source para os geekzinhos ficarem todos felizes e colocarem a Google num pedestal. Obrigado Google, dar-te-ei todas as informações que quiseres sobre mim para me manipulares como quiseres! Viva!

  14. Jorge Gomes says:

    Quando a huawei souber tudo sobre a apteoide vai fazer o que fez com o tuga que diz ter inventado a camara 360º, logo copiam tudo e la vai a apteoide dos tugas a vida.

  15. Jorge Gomes says:

    Para copiarem e fabricarem sem licenças vocês sabem como sao os chintoques, é a força deles.

  16. Pedro Pinto says:

    Quero um Huawei com Symbian

  17. Rui Machado says:

    Cruzes que confusão, convinha estudar um pouco antes de escrever um artigo destes.

    Vejamos já ouviu falar de MIUI? Pelos vistos a Miui usa e abusa do android á varios anos conseguindo ter uma versão propria que não só é muito agradavel á vista como funciona bem como é fluida.

    Quando depois diz que a Nokia já tentou e falhou com o symbian, cruzes que asneira enorme.
    Pesquise e certamente perceberá que o Symbian foi um sistema operativo muito a frente do seu tempo, era multitarefa activa numa altura em que nem o windows conseguia isso e funcionava em equipamentos com especificacoes de calculadora, O Symbian era propriedade da PSION, talvez se lembre do nome, senao pesquise.
    Dica o symbian é de 1998 gostava de saber como poderia concorrer com o android quando o mesmo foi apresentado em 2007!
    Posteriormente e ja com a quase morte da PSION a NOKIA comprou o symbian e usou em inumeros aparelhos um dos primeiros bem sucedidos o saudoso nokia N95.
    Infelizmente para a Nokia o Symbian foi desenvolvido para usar teclas, não para o touch e quando o android surgiu desenvolvido de raiz para telefones e com touch a resposta da Nokia foi pouca ou nenhuma, tentou adaptar o symbian e como era esperado não se consegue fazer de um Empilhador um formula 1.

    Quanto ás adaptacoes de sistemas operativos concorrenciais do windows que falharam, tem razão por muitos serem muito mais complicados de usar, por não existirem programas compataveis (a maior parte do parque empresarial passa pelo windows seja office seja programas dedicados), seja inclusive pelo enorme lobby que a Microsoft faz junto de escolas e universidades onde quase obrigam os alunos a usar windows para ao chegar ao mercado de trabalho ser a unica coisa que sabem usar.

    Mas nos ultimos anos o Linux tem mudado muito, tem ficado mais user friendly, e tem cada vez mais empresas a desenvolver software que funcionam em windows mas tambem em Linux.
    O Linux tem a enorme vantagem de ser mais seguro e muito menos intrusivo nao vigiando os utilizadores, talvez por isso não agrade ainda a certas pessoas poderosas.
    Mas neste momento é uma alternativa muito viavel.

    Os chineses precisam menos dos americanos do que o inverso. Espero que a Europa não se deixe adormecer ou quando acordar vai ser como os americanos TARDE.

    Cai mais fácilmente a Apple do que a Huawei. Trump sabe disso, limita-se a atacar em força para depois recuar e reclamar vitoria enquanto recua.

    A agressividade dele não resultou com a Russia, não resultou com a Coreia do Norte, não está a resultar com a Venezuela, com Cuba e muito menos com a China.

    Ainda se ele alegasse que a producao em certos Países recorria a mão de obra explorada teria alguma razao mas como ele so recorre a estas guerras para facturar esquece até os argumentos logicos.

    Lembrem-se ainda que a Google so pode impedir o maps o youtube e o gmail, isso pouco ou nada significa para quem usa um telefone.
    Youtube abre em qualquer pagina de um browser o mesmo acontecendo com o gmail e com o maps, com a agravante que nao faltam mapas como tomtom igosygic e outros alem de aplicacoes de email bem melhores que o gmail.

    Deixem-se de noticias alarmistas.

    Não vejo porque razão a Huawei não possa fazer o mesmo.
    Explique lá o que os impede.

    • Rui Bacelar says:

      Importa não confundir sistema operativo com interface. A MIUI é uma interface, não um sistema operativa. É uma “máscara” para o Android, nada mais.
      O mérito que cada um dos sistemas operativo citados nunca esteve em causa. Apenas afirmei que foram criados e acabaram por cair, não no esquecimento mas no desuso. Importa não esquecer isso.
      Em ponto algum avaliei o conteúdo ou premissa dos sistema listadas. Apenas a sua breve história.

      Não são notícias alarmistas, são factos. A Microsoft tentou criar uma terceira alternativa e creio que não seja preciso alongar-me em explicações…
      Estamos num mercado bicéfalo e seria preciso um milagre para este status quo se alterar.

      • Miguel says:

        A Microsoft desistiu mais depressa da Windows Phone que os programadores e os utilizadore. Invocar a história dos sistemas operativos para “adivinhar” a queda da Huawei é errado, a prova está no iPhone, utilizando iOS, que tem por base MacOsX. O utilizador não quer saber qual é o sistema operativo. Quer que seja bonito, rápido, eficaz e com a maior parte das aplicações. Tendo uma base AOSP, descansa que a Google não tem interesse em manter esta estupidez do Trump muito tempo. Ela própria encarrega-se de dar a volta para manter os proveitos comerciais. Pessoalmente acredito que isto poderá acabar rápido, e o pior para a Google é que muitas marcas orientais vão por as barbas de molho e começar a pensar em alternativas para não ficarem agarradas ao Android. Poderemos ver daqui as uns anos, várias fabricantes com as suas próprias versões AOSP.

        • Rui says:

          Muito bom comentário, mais informado do que o artigo. Acrescentava só que o Linux está na base do actual MacOS e do IOS.

          • Miguel says:

            Não é bem assim. O MacOSX é uma versão alterada do FreeBSD, ou seja um primo afastado do Linux, porque tem uma base Unix. Excelente SO btw. O Rui Bacelar trocou algumas coisas aqui, o caso do Symbian, que é bastante mais antigo que o Android e teve bastante sucesso, antes de aparecer os Smartphones Touchscreen. A arquitectura do Symbian revelou-se obsoleta. O uso do Meegoo foi muito pequena, mas continua a aposta no Sailfish. Há muitas alternativas viáveis. Até porque há versões de roms que não tem os serviços Google e são adicionados depois. É como digo, há muita maneira de matar mosquitos…

      • Rui says:

        Claro que a Miui e um interface, mas o Android não é da Google, nem a Google pode impedir ninguém de usar o sistema.
        Apenas 3 aplicações numa loja de milhões são da Google.

        Logo é alarmista decretar o fim da Huawei porque a Google os vai impedir de usar 3 aplicações.

        Acho que todos sabemos que essas aplicações não são assim tão importantes e que caso queiram os utilizadores podem instalar a posteriormente essas aplicações.
        Já hoje se faz e muito.

        O artigo errou e muito quando se referiu ao Symbian.
        Convém pesquisar antes de escrever sobre algo que não conhecemos bem.
        Errou também ao ser alarmista pois a Google não pode impedir ninguém de usar o android.
        Mas dou-lhe uma dica existem vários sistemas operativos que falharam nos telefones, pesquise meego um sistema que não se conseguiu estabelecer mas ainda hoje existe e com vários forks.
        A Huawei pode até aproveitar isso é despejando uns milhões em cima fazer um sistema operativo concorrente ao android e que até corre aplicações android.

  18. BlackFerdyPT says:

    Se der muito trabalho aos autores das aplicações para derivados do AOSP modificarem os requisitos, que as suas aplicações eventualmente possam ter (não são todas que têm) do “Google Play Services”, ou der muito trabalho à Huawei fazer como faz o ReactOS, em relação ao Windows, e criar software substituto…

    Que faça a Huawei o mesmo que fez o governo russo – e pegue antes no Sailfish OS.

    É muito mais agradável de se utilizar, do que o Android, e também mais completo (pois, acaba por ser uma distribuição de Linux).

  19. Telmo says:

    Existe alguma plataforma que seja parecida com o youtube mas que seja só de Portugal?

    • BlackFerdyPT says:

      O “videos.sapo.pt” diz-se “compatível com todos os dispositivos e sistemas operativos” – e corre bem, num navegador de Internet, usando o meu smartphone de apenas 4 núcleos.

      As aplicações específicas para o YouTube e afins, pouco mais são do que um (básico) navegador de Internet limitado a um único sítio. Não há real necessidade de usar aplicações específicas para os sítios de partilha de vídeos – e, se não instalarmos as mesmas, é da maneira que temos menos uma aplicação com que nos preocupar.

  20. Jorge Gomes says:

    A America e a Europa nunca viram o perigo da china que nunca respeitou nem respeita ninguém, bloquei-em todos os produtos fabricados na china, força Trump todos deveriam seguir o teu exemplo, os chinos cantavam bem mais baixo, até essa porcaria da huawei ir piar mais fino, digam so o que a china inventou.

    • Rui says:

      Comentário infeliz.
      Vejamos sem a produção da China ficavas sem a tua televisão o teu telefone e retrocedias 20 anos na tecnologia.

      Se foi um erro deixar a China tomar conta da produção? Isso foi mas os burros foram os nossos dirigentes que pelo lucro fácil e imediato deixaram entrar os produtos Chineses cá com taxas muito baixas.
      Mesmo quem produzia cá passou a mandar produzir na China pois mao de obra explorada e sem regulacao ambiental de saude ou proteccao dos idosos faz com que a produção seja bem mais barata.
      Agora admiram-se todos e querem enfrentar a China numa guerra comercial aberta onde apenas a China pode ganhar.

      A China controla neste momento a maior parte do dinheiro e da producao industrial, achas que o trump os assusta? Basta eles despejarem as obrigacoes de divida americana no mercado que uma crise sem precedentes aparece, claro que a reaccao dos americanos seria uma guerra.
      desconfio que desta vez nem os Paises neutros se safavam.

      Trump devia primeiro tornar-se independente seja em tecnologia seja em industria seja em economia e so depois atacar. Assim mostrou o infeliz estratega que é. Trump foi grande com as calças do pai, com as dele está muito encolhido

  21. Toninho says:

    Tanta coisa se diz sem saber o que se diz.
    Os meus Huawei’s tem uma coisa chamada AppGallery que não é nada mais nada menos que uma loja de apps open source… como é o Aptoide.
    Muitas destas apps estão na Play Store.
    Toda a gente quer ter a sua app na AppGallery da Huawei pois tem milhões de utilizadores…

    Um Android baseado no AOSP é com certeza (se isto continuar) o que a Huawei vai fazer.
    Quem deve estar cheio de medo é a Apple já que se China disser que a Foxconn não pode produzir mais nada para a Apple, vai ser giro.

    E sobre o artigo dizer que o Synbian apareceu para combater o Android é mau em termos de informação, como refere o Rui Machado.
    Eu tive o primeiro Nokia touch (5800 Express Music) e era qualquer coisa de fantástico mesmo sendo uma empilhadora em cima do F1….

  22. Jorge Gomes says:

    A Apple nao faz falencia so pelo facto de a Foxconn deixar de fabricar para a Apple, sao muitas as empresas que gostariam de fabricar para a Apple, e creio que a Foxconn é baseada em Taiwan.

    • Toninho says:

      Tás enganado…nunca deves ter visto a traseira de um iPhone ou iPad, que diz “designed in California, Assembled in China”.
      E achas que se muda a produção assim do pé para a mão… a Apple está há muito tempo a tentar ter fábricas na India e népia.

  23. Jorge Gomes says:

    A Foxconn é uma empresa de Taiwan com fabricas na china e em outros locais.

  24. Carlos says:

    Todos só falam do Android e ios. Esquecem que existe outro sistema operativo europeu chamado de sailfish do jolla. O qual está a ser desenvolvido através de licença pelos russos para não ficarem refém do sistema da Google. Também existe uma versão desenvolvida para o Sony xperia X e xa1. Se a Huawei falar com a jolla e começar a usar o sailfish nos seus telemóveis podiam desenvolver mais rapidamente o sistema e quem sabe fazer concorrência séria ao Android.

  25. Jorge Carvalho says:

    Continuo sem saber qual o processador que eles vão utilizar para todos os comentários anteriores ….

    Abc

  26. Nuno Nunes says:

    Agora só falta ao estados unidos banir as marcas americanas que fabricam na china xD

    • Wishmaster says:

      É…. Creio que isto será só uma forma de atrasar a Huawei… Estas medidas proteccionistas são muito perigosas para ambos os lados. Parece ser mais um bluff que vai causar prejuízo avultados à Huawei. Quando chegarmos a Agosto, veremos, mas parece-me que será levantado o “embargo”.

      • Rui says:

        Claro que ninguem tem interesse neste embargo, é como a invasão da Coreia do Norte só serviu para assustar TODOS recuou Trump e gritou vitoria. Aqui vai fazer o mesmo.

        No fim da governacao de Trump iremos verificar que destrui as boas ligacoes com os paises aliados e piorou as relacoes com os paises menos aliados.
        Ficam os Estados Unidos piores e o resto do mundo retrocedeu 20 anos na diplomacia e relacoes comerciais.
        Entretanto os pequenos ganhos para a economia americana obtidos por estes confrontos dissipam-se em curto espaco de tempo. Será o principio do fim do império Americano?
        Nenhuma nação fica para sempre no topo do mundo, nós Portugueses sabemos bem isso, já fomos donos de meio mundo e hoje somos um pequeno País sem influencia internacional de relevo.

        • Miguel Alves says:

          Há-de acabar quando perceberem que não tem dinheiro para pagar a dívida publica.

        • Wishmaster says:

          Exacto… Mas é precisamente por isso que o Trump está a tomar estas medidas, porque os EUA estão a perder a hegemonia global. E os dois inimigos continuam a ser a China e Rússia.
          Só que enquanto eles andam entretidos com esses dois, há outros que começam a espreitar…Índia, por exemplo.
          O domínio dos EUA tem os dias contados.

  27. Rui Maia says:

    Já existe um projecto do gênero dêem uma vista de olhos no “eelo” parece ser interessante

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.