Quantcast
PplWare Mobile

Twitter está a ser processado! Alegadamente, despediu mais mulheres do que homens

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. João Ferreira says:

    Ao contrário de Portugal, a justiça nos estados unidos funciona e permite toda a gente ir a tribunal e dentro de tempo decente expor a sua as suas criticas. Infelizmente para os ativistas por detrás deste processo, nada vai acontecer porque não podem provar que ele fez de propósito. No 1 layoff foram os managers a escolher os que eram necessários e trabalham melhor ou em locais que são mesmo necessários. Como é obio ficaram mais engenheiros. No segundo layoff foi voluntário visto que o patrão disse que quer mudar muita coisa por isso vão ter de trabalhar nas mudanças em modo hardcore. só ficou quem aceitou as condições. Pelo vistos mais homens que mulheres.

    Enfim, uma não noticia.

  2. Técnico Meo says:

    Quando descobrirem que o Musk num pé calça o 43 e no outro o 44, vão levá-lo em forquilhas á fogueira pra queimar por bruxismo.
    Admirável mundo novo….

  3. TheRealMe says:

    48% para 63% ui que diferença… 15%…

  4. Pedro B. says:

    Coisas realmente importantes… notícias para entreter, não para realmente informar.
    Nada sobre os #twitterfiles ainda?

  5. jorgeg says:

    Mulheres?! quem está processando o twitter nessa situação são gajos com perturbações mentais que se vestem como mulheres.

    • Godlike says:

      São os mesmos que querem forçar o mundo inteiro a mudar só porque meia dúzia de traumatizados têm medo de se aceitar como são e têm demasiado medo de procurar um psicólogo.

      Mas neste mundo esquerdola de valores invertidos em que a minoria é sempre vista como a maioria e vice-versa, é só mais uma para a conta.
      E nem é tão difícil perceber qual o objetivo final do movimento LGBTQ e afins… Algo que agora é considerado macabro pela maioria (eu espero) mas em breve, etapa por etapa e com a ajuda da grande imprensa, será algo aplaudido por muitos de vós.

  6. PorcoDoPunjab says:

    Ainda agora passei ali numas obras que estão a decorrer por aqui perto e constatei, pasmado, que só há homens ali a trabalhar na construção das placas e restante actividade da obra.
    Fiquei chocado por não ver ali nenhuma mulher.
    Já falei com os meus advogados e estamos a iniciar tudo para processar o empreiteiro, que diga-se de passagem é bastante conhecido.
    Isto de impedirem mulheres de carregar baldes de massa e acartar sacas de cimento tem que acabar e será já amanhã que esse processo será iniciado.

    A única coisa que vi de jeito, e fui felicitar o empreiteiro por isso, é que as casas de banho portáteis só têm escrito WC, e não WC Homens.
    Só por isso já merece uma redução da multa…

    PorcoDoPunjab, o encantador de burros

  7. Ricardo says:

    A vitimização continua, coitadinhas das mulheres hoje em dia, têm que ser sempre mais que os Homens na choradeira.
    Mesmo quando a maior parte delas estão nos trabalhos mais fáceis e leves do mundo…

  8. MCakaZim says:

    se fossem mais homens que mulheres a ser despedidos… Fazia-se o mesmo barulho? -_-

  9. Rui says:

    Pelo que se sabe também foram despedidos mais transgeneros que se indentificavam com torredeiras do que transgeneros que se indentificavam com impressoras portanto acho bem começar um processo tambem neste ponto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.