Quantcast
PplWare Mobile

Jeff Bezos, o eterno rival de Elon Musk, já comentou a compra do Twitter

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. JS says:

    O Jeff Bezos comprou o Washington Post com que propósito?
    Pimenta no c* dos outros é refresco

    • deeppurple says:

      Só quem anda na palha é que não percebe que o poderio das grandes corporações precisa de grandes ferramentas para dominar a opinião pública.
      Mas as formiguinhas lá em baixo na base da pirâmide continuam a achar que tudo não passam de teorias de conspiração, quando se fala que a narrativa dos governos e organizações mundiais em relação a temas mediáticos, que afetam a população global, são na verdade grandes jogadas de poder duma elite sobre tudo o resto.

    • jorgeg says:

      os anti liberdade de expressao estao em panico,.. Hilariantes ver-los a perder a sanidade!

  2. Miguel Ferreira Pinto says:

    Eles são amigos. Não entendo a polémica.

    O Musk inclusive dorme muitas vezes no sofá do Bezzos

  3. zakarias says:

    Disparar alarmes ? Claro que sim.
    Estão agora preocupados com o controlo do que é publicado no twitter, depois de anos de censura e controlo pela cultura woke de cancelamento, a sério ??
    Depois do CEO Parag Agrawal publicamente admitir que o bias da plataforma é mais importante que”free speach” esta gente com estas procupações agora devia era estar bem caladinha.

  4. NEX says:

    É inacreditável o estado deplorável que o “jornalismo” português chegou!
    É só dar uma vista de olhos pelos titulos de hoje relativamente á compra do Twitter por Elon Musk para perceber o alinhamento de narrativas e a história e o pensamento que querem impor , haja palha …
    Quer dizer que a “liberdade” só funciona se a linha de pensamento fôr de esquerda e globalista , hipocrisia e demagogia no seu melhor .
    É hilariante ver que aqueles que tanto enchem a boca com liberdade tenham medo dessa mesma liberdade ser exercida pelo cidadão comum.
    GO MUSK !

    • deeppurple says:

      justamente.
      não sei se houve fraude nas eleições francesas ou não, tal como nos EUA, mas à semelhança do que acabas de comentar, tb achei piada à narrativa transversal aos mesmos media de massa do costume a dizerem: “Emmanuel Macron VS líder da extrema direita”.
      Isto dá-me asco pela falta de imparcialidade jornalística. Para mim o jornalismo virou mesmo um lixo e é de tudo menos de confiança!!!

    • Olaf says:

      Mas é que é isso mesmo. Tudo dito.

  5. Vítor M. says:

    Por vezes as pessoas têm receios de quem tem sucesso no mundo empresarial. E depois misturam assuntos, usam conceitos basilares das sociedades como arma de arremesso para tentarem uma narrativa do coitadinho, mas com substância. Vivemos cada vez mais numa sociedade da vitimização. O que permite a certos decisores um uso abusivo das regras e da força.

    • Técnico Meo says:

      +1. Mais uma vez, na mouche

    • darksantacruz says:

      Sim senhor Vítor andas com uns comentários muito fortes.

      • Vítor M. says:

        Como sempre, simples, mas assertivo. Pura opinião pessoal. Valem o que valem!

        • Técnico Meo says:

          O mundo anda muito baralhado, extremamente bipolar. Enquanto tiranos sentem a fraqueza da desunião, cometem atrocidades ao nível da 2 guerra mundial e guerras absurdas e desleais, deste lado de cá os extremos convergem em criar desunião e incompreensão. O certo agora é errado, o errado é o certo,e os que teimam em não querer deixar o mundo assim são atacados, de todas as partes. Nunca tivemos tanto acesso á informação como hoje, e nunca o mundo esteve tão baralhado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.