Quantcast
PplWare Mobile

Comissão Europeia criou as suas redes sociais com uma versão do Twitter e do YouTube

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Ricardo says:

    Deve ser para rir “Quer manter a sua independência e garantir canais de informação livres e sem qualquer tipo de censura, preservando assim a liberdade de expressão.”.

    • Memória says:

      É essencialmente o “Ministério da Verdade” conhecido desde “1984”. Versão europeia

      Para ter uma ideia dos interesses e fantasias da Ministra da Verdade Nina Jankowicz dos USA basta visitar
      https://www.breitbart.com/politics/2022/04/29/biden-disinformation-chief-nina-jankowicz-sang-sex-fantasy-dead-harry-potter/

      Biden Disinformation Chief Nina Jankowicz Sang About Sex Fantasy with Dead Harry Potter

      . . .
      Went looking for some prefects in the bathroom one day
      But instead I found Harry and so I said hey
      I helped him solve the mystery of the egg
      But I’d like to solve the mystery between his legs
      . . .
      I hope that Harry drowns tomorrow in the lake
      So that our honeymoon we can take
      You know that ghosts have working ‘natomies
      What’s better than that – we don’t get STD’s!

      • jorgeg says:

        +1 a tipa do Ministry of Truth Board e uma iluminada so demonstr e bem o estado da administracao LGBrandon

        Simples quando os media fake news, a corrupta LGbrandon admin, EU criticam algo e pq a verdade se encontra do lado oposto.

      • Olaf says:

        “É essencialmente o “Ministério da Verdade” conhecido desde “1984”.”
        Exactamente!!!

    • Sergio M. says:

      É mesmo para rir… E depois querem implementar a lei dos Digitais a tal lei DSA.

  2. Roy Almaister says:

    Vá lá, não criaram páginas na GAB…

  3. AlexS says:

    “Muitos receiam que esta rede social possa perder parte da sua autonomia e ser controlada de forma mais firme.”

    Eu pensava que o Elon Musk acabar com boa parte da censura do Twitter.

  4. Luís Costa says:

    Claro que sim, estou a ver que a UE está com medo é de perder a sua agenda globalista.. “Muitos receiam que esta rede social possa perder parte da sua autonomia e ser controlada de forma mais firme.” Como se não andasse a ser controlada pelos malucos woke

  5. Nuno Pinto says:

    ATIRAR GASOLINA PARA A FOGUEIRA. Quantos dos que aqui criticam a UE é que votaram PS e sao coniventes com o empobrecimento do país por estes políticos da treta que temos… Haters are gonna hate

    • jack says:

      Meu caro ponha a cabaça a funcionar, tire essa de politica da equação e veja que a maior pobreza está na carola, por acaso já se perguntou do motivo de alguns bons cerebros se porem a andar daqui para onde lhes reconhecem as capacidades? Estamos a abarrotar de excelentes “Emprecários”. E já agora qualquer pé rapado só pensa no eu com umas vaidades á mistura. Já reparou por exemplo em algo inexplicável, o sistema de Justiça? Quantos vigaros de colarinho tem visto ao longo dos anos pagar pelas tretas que fazem? Se a politica não é boa de quem é a culpa?

  6. Toze' says:

    Não vejo inconveniente em haver n redes sociais. Já não perco muito tempo com isso e a palavra e’ mesmo perder tempo.

  7. Marco says:

    Muito bem,nunca usei nenhuma rede social só vejo vídeo no YouTube.
    Talvez use essas aplicações.

  8. Carlos Seixas says:

    Atenção que a União Europeia não criou qualquer rede social, e nem teria capacidade para isso, pelo menos em tão pouco tempo.
    O que a União Europeia fez foi, simplesmente, instalar uma sua própria instância de Mastodon e de PeerTube, exactamente com qualquer um de nós pode fazer em cerca de meia hora. Para cúmulo, e a acreditar nas notícias, a União Europeia nem sequer está a permitir que terceiros se liguem pelas suas instâncias, o que é, no mínimo, caricato. Como é que uma instituição que gasta por ano milhares de milhões de euros em propaganda (muito dela efectuada a nível das escolas, como o programa “Parlamento Europeu Jovem” e afins, já para não falar dos interrails, etc) não tem dinheiro para criar instâncias Mastodon ou PeerTube com suficientes recuros de hardware para que terceiros nelas se registem e as usem? Ah pois… Não convém que a censura que exercem um pouco por todo o lado dê demasiado nas vistas…
    Felizmente que as pessoas, aos poucos, vão compreendendo que a União Europeia não é nem mais nem menos que o IV Reich…

  9. We says:

    Mais redes sociais? Vamos é voltar à velhinha televisão não tarda nada.

  10. Felipe Cardoso says:

    Já que é a UE que cuida, vou passar bem longe dela 🙂

  11. Redin says:

    Será que a EU Video vai ter coragem de colocar este vídeo (deles mesmo) nesse portal?
    Sempre quero ver a coragem.
    https://www.youtube.com/watch?v=hYzX3YZoMrs

  12. Joao Luis says:

    De apontar a quantidade de palmas no fim …

  13. compro essa também says:

    Mais umas a evitar certamente.

    Estão a colonar o U.S.A. já algum tempo …

    E vai dar dejeto não tarda nada …

  14. Vitor Oliveira says:

    E interessante ver a quantidade de gente que se queixa da liberdade que hoje temos. Mas é essa mesma liberdade que lhes permite dar a sua opinião publicamente seja ela construtiva ou não . 🙂
    Gostava de saber como é que essas pessoas que se queixam tanto do governo X ou Y viviam se hoje fosse o regime k existia a 80, 90, 100anos atras. O cidadão comum não teria acesso e a distância de um click a um décimo que existe lá fora.
    Não estou a dizer k somos perfeitos mas leva tempo e tem custos mudar velhos hábitos. Só me queixo de uma coisa, não poder dar um bom tratamento a alguém que entre no que e meu, sem pedir licenca para entrar. É o cumolo não poder defender o que é meu. O resto, é lógico com base em estudo e de histórias contadas por quem lá viveu…. Não me parece um bom negócio.
    (aos que possam queixar-se do meu pretogues, e por escolha própria e estou a borrifar para o que possam pensar) texto de opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.