Quantcast
PplWare Mobile

Uma viagem ao espaço de Jeff Bezos polui mais que a maioria das pessoas numa vida inteira

                                    
                                

Fonte: World Inequality Report

Autor: Pedro Simões


  1. FreakOnALeash says:

    Sim…mas sem o dinheiro destas baleias como é que se financia e impulsiona a ciência, tecnologia e inovação necessárias à exploração espacial. Não é desejável que sejam os estados a financiar sozinhos a ida a Marte.

  2. Joao says:

    Sim, mas é com estas viagens que melhoram o “projeto espacial”, e quem sabe um dia não vamos precisar destas viagens espaciais, do modo que está o nosso planeta não deve durar muito mais a vida útil do nosso planeta.

  3. eu2 says:

    “O problema está no processo de geração destes elementos, muito intensivo na geração de carbono.”

    Mas ainda não puseram painéis solares nisto pq???

  4. Secadegas says:

    Já as da Space X convertem poluição em pó de unicórnio…

  5. AlexX says:

    Thunderbirds are go! Depois da emocionante representação do capitão Kirk, estou curioso pelos novos episódios e quem serão os próximos special guests…
    Essa prejudicial emissão de carbono ao longo da vida por parte de tantas pessoas está a ser tratada, a produção de Soylent Green já teve início e estará brevemente ao alcance de todos em vários paladares bem como salsichas, hambúrgueres, tabletes nutritivas etc

  6. wtvlol says:

    Os fãs do Elon Musk discordam. O homem quer salvar o planeta.

  7. Joao Ptt says:

    E a Amazon e todas as outras empresas de Jeff Bezos também não contam para toda a poluição? Se sim, esse senhor deveria ser imediatamente decapitado. Brincadeira. A NASA e o estado dos EUA já poluiu certamente bem mais que o Jeff Bezos alguma vez conseguirá…. sim, sempre que algum presidente declarou alguma guerra criou uma devastação ambiental imensa… e aparentemente isso não importa tanto como dizer que a viagem de Jeff Bezos é que foi mau para o ambiente (que foi)… e tendo em conta a pouca vergonha que decorre ainda agora na Amazon mas que já acontecia no tempo dele na empresa, diria que aquilo quase que parecia ser “estar a gozar com quem trabalha” quando decidiu ir viajar para o espaço (ou lá perto, conforme a visão da coisa).

  8. Discovery says:

    Comentários feitos a partir de torradeiras com tecnologia aeroespacial…

  9. Bruno Borges says:

    ja mete nojo…ha malta que encontra em tudo e qualquer coisa impacto negativo para o planeta! A carta ecologica agora serve de ataque para toda a porcaria que mexe! Se meterem os retardados dos verdes no comando, nem fogueiras podemos acender como faziam os primitivos ha milhares de anos atrás!

  10. Daniel says:

    Se calhar o PPLWARE deve come;ar a melhorar o fact checking e fazer uma análise ponderada da intenção e tipo de informação que é passado neste tipo de noticias.
    Não sei se é fake news ou não, mem me dei ao trabalho de conferir quatas toneladas de CO2 custa por passageiro um voo da New Shepard, até porque não deve ser fácil reunir e contabilzar a produção de CO2 todos os processos envolvidos no projecto.
    Mas mesmo assumindo que 75 Toneladas por passageiro é um valor perto da realidade inão passam de clickbait’s com o intuido de desinformar e criar confusão na cabça das pessoas , mais do que informar.

    Memso assim motivado pela curiosidade, fui dar uma espreitadela aos detalhes de voo de regresso de trabalho que vou fazer daqui a poucos dias… e para meu espanto uma viagem (round trip) Dammam – Lisboa com escala em Amesterdão são calculados 910.88 Kg/passageiro de CO2, com base no site:
    https://www.icao.int/environmental-protection/CarbonOffset/Pages/default.aspx
    Sendo que a viajem será feita num Airbus A330-200 no troço Dammam – Amesterdão e num Boeing 737-800 no troço Amesterdão-Lisboa e na volta nos memso modelos de avião. Por experiência nestes voos, normalmente sõo feitos sempre com mais de 70-80% de lotação, o que equivalde dizer perto dos 200 passageiros no troço DMM-AMS-DMM e mais de 150 no troço AMS-LIS-AMS, logo será faci lde calcular mais de 300 toneladas de CO2 no total dos voos.
    Agora é só multiplicar pela quantidade de passageiros que viajam diariamente em voos de longo curso pelo mundo inteiro e conseguimos relativizaer rápidamente 75 Toneladas por 11 minutos de diversão, por cabeça!
    Eu vou viajar em trabalho, não que seja uma desculpa , mas seguindo a lógica da noticia, de desperdicio e impacto ambiental, há milhões de turistas diáriamente que podiam simplesmente ficar casa a ver a tinta secar na parede em vez de andar a poluir nas suas viagens supérfulas só para ter uns likes nas redes sociais … mas claro assim a industria do turismo que dá de comer na maioria dos países de terceiro mundo ou a propria industria aeronáutica ia pelo cano a baixo , também parece ser fácil de perceber isso.
    Em Portugal o turismo que o Costa, o governo e uns quantos em Portugal tanto adoram polui milhões de vezes mais que um voo da New Shepard, mas não há problema a malta quer é o carcanhol dos câmones e a cena da poluição e alterações climáticas serve só para fazer umas manifs para agradar a menina Greta e mostrar aos outros como se é “consciente com as causas ambientalistas” , ter mais uns creditos sociais e mais uns likes nas redes respectivas….
    Mas isto sou eu a pensar alto com os nervos… e até admito que posso estar errado….

    • Vítor M. says:

      Daniel, calma. Antes de mais, e normalmente até o fazes, deves primeiro perceber o assunto em vez de atacar logo o PPLWARE. Nós fomos validar esta informação. O que foi dito está bem explicado e não deves misturar os assuntos. Valida bem a informação sobre os consumos da cápsula New Shepard, que não é um meio de transporte corrente, como estás a equipo arar com a aviação comercial. Não o deves fazer. O projeto de Bejos é apenas para entretenimento de uma muito pequena franja da população americana e pouco mais (os que têm os milhõespara ir “ao espaço). São consumos de combustível absurdos, com poluição absurda para uns minutos de orgasmo mental de uma minoria de bilionários.

      • Daniel says:

        Vitor M. então gostava de ter acesso ás fontes de validação da vossa informação.
        Na pagina da world inequality report a refência ás 75 toneladas não diz como ou onde são feitas essas contas, simplesmente diz o seguinte:

        “Box 6.2 Carbon footprints of the very wealthy
        How much CO2 do the wealthiest individuals on earth emit? Our estimates show that emissions can reach extreme levels: the global top 1% of individuals emits around 110 tonnes on average, the top 0.1% 467 tonnes, the top 0.01% 2,530 tonnes per person per annum. These emissions stem both from individual consumption and from the investments they make. There are variations within each group: certain very wealthy individuals invest in less carbon-intensive activities than others and consume fewer carbon-intensive goods. On average, however, the answer is quite clear: extreme wealth comes with extreme pollution.23 Our estimates should be interpreted with care, given the difficulty of properly assessing the carbon content of wealth and the carbon embedded in consumption, but our approach is rather conservative: we tend to underestimate the carbon footprint associated with extreme wealth rather than overestimate it.

        Perhaps the most conspicuous illustration of extreme pollution associated with wealth inequality in recent years is the development of space travel. Space travel is expected to cost from several thousand dollars to several dozen million dollars per trip. An 11-minute flight emits no fewer than 75 tonnes of carbon per passenger once indirect emissions are taken into account (and more likely, in the 250-1,000 tonnes range).24 At the other end of the distribution, about one billion individuals emit less than one tonne per person per year. Over their lifetime, this group of one billion individuals does not emit more than 75 tonnes of carbon per person. It therefore takes a few minutes in space travel to emit at least as much carbon as an individual from the bottom billion will emit in her entire lifetime. This example shows that there is scarcely any limit to the carbon emissions of the ultra-wealthy.”

        Alás a comparação é feita com 1 bilão de pessoas que não vão emitir 1 tonelada de CO2 toda a vida, logo presumo estarem-se a referir a pobreza estrema, a pessoas que nem electricidade ou agua potavel têm.
        Poratanto mesmo sendo um termo de comparação é obvio que um indio na Amazónia terá uma pegada ecológica mais pequena que por exemplo uma qualquer pseudo celebridae tuga que vai para as Maldivas ou Seychelles passar uns dias para postar no instagram umas fotos e ter uns milhares de likes, e obvioamente essa mesma pseudo celibridade terá muito menos impacto que um bilionário que manda um jato particular dos EUA a Itália só pra ir buscar meio kilo de trufas e umas garrafas de Dom Pérignon na volta.
        Mas sendo tudo isto além de parvo, uma espécie de verdade de “La Plaisse” continua a não ser suportado com numeros!

        Dito isto, e sendo o PPLWARE adepto das tecnologias seu avanço e progresso gostava de saber então a vossa posição sobre a pegada carbonica dos voos de turismo espacial dos ultimo 20 anos.
        https://es.wikipedia.org/wiki/Turismo_espacial
        Ou será que por ser patrocinado por uma agencia espacial governamental russa poluição do lançamento da Soyus não deixa pegada ecológica?

        Eu fiz a comparação com a aviação comercial sim, e volto a bater na mesma tecla, porque é exatamente o unico meio de transporte ao alcance da esmagora maiora dos mortais que minimente se pode comparar a um veiculo suborbital do géneroro da New SHepard.
        Além de muitas outros tipos de missão cientificas e suporte logistico para missões para vários clientes a New Shepard leva turistas ricos do ponto A ao ponto B para sua satisfação,
        Um avião comercial leva turistas de pé descalço do ponto A ao ponto B para sua satisfação, além de poderem fazer também outros tipos missões, hunitárias por exemplo .
        Um fogetão que também leva meia duzia de turistas ricos custa várias toneladas de CO2 por passageiro, OK…. entretanto uma frota de aviões para turistas de pé descalço e que também pode fazer outras coisas custa muito, muito mais em pegada ecológica.
        Eu considero um argumento válido porque usei o calculo de uma entididade das Nações Unidas que serve de referênica mundial na aeronautica o artigo em questão não suporta o numero a que chegou com nenhum calculo ou lista de componentes e seu pseo em CO2 para o ambinete, simplesmente atirou um numero ao ar!

  11. alt.menino says:

    Tudo isto me causa enorme tristeza, constatar que os equipamentos “As Máquinas” estão a ter um desenvolvimento a todos os niveis muito superior á Humanidade “Aos Homens”. Antigamente estranhava e interrogava-me por exemplo : quando via pessoas com uma idade já avançada em dificuldades em atravessar uma rua, e um Policia ao lado e este nada fazia. Eu dizia para comigo mesmo isto não é normal……Hoje, vejo que todos nós, temos muita autoridade……. Impressionante, todos temos de descer á terra um dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.